Chicago Fire | O fogo é o menor dos problemas
in ,

Chicago Fire | O fogo é o menor dos problemas

Muito mais do que bombeiros lidando com incêndios; veja o que esperar da série!

Não vou negar, à primeira vista “Chicago Fire” pareceu aquelas séries mornas que apelam demais e não entregam nada a não ser enrolação, pode me julgar se quiser, assumo que foi um tremendo erro meu. O ditado nunca julgar um livro pela capa nunca se encaixou tão bem como agora.

Criado por Michael Brandt e Derek Hass, a série ainda recebe o selo de produção pelas mãos de Dick Wolf, o nome por traz do universo de “Law & Order”. A série que já conta com oito temporadas acerta em compartilhar uma vida agitada e intensa dos bombeiros, com o simples brilho de humanizar seus personagens.

Chicago Fire | O fogo é o menor dos problemas

“Chicago Fire” narra o dia a dia da batalhão 51 dos bombeiros de Chicago, uma das cidades mais tensas e complicadas que além de incêndios e emergências com acidentes, ainda lida com guerra de gangues e com o os conflitos do sistema extremamente burocrático da organização.

A equipe é formada pelo chefe Boden (Eamonn Walker), os tenentes Casey e Severide (Jesse Spencer e Taylor Kinney) em conjunto com Mouch (Christian Stolte), Cruz (Joe Minoso), Herrmann (David Eigenberg) e Otis (Yuri Sardarov). Com a adição das paramédicas Gabriella Dawson (Monica Raymund) e Leslie Shaw (Laura German), todos deverão enfrentar uma rotina pesada, na qual o fogo não é o único perigo que poderá queimar suas vidas pessoais e profissionais.

Chicago Fire | O fogo é o menor dos problemas

O roteiro tem uma maneira interessante de nos apresentar os personagens, pois utiliza das situações que a equipe enfrenta maneiras de demonstrar suas personalidades e motivações, o que deixa a experiência dinâmica. O difícil é lidar com as despedidas de alguns, sendo que o fluxo de mudanças com adição novos é frequente durante as temporadas.

E as situações que os personagens lidam não se resumem apenas aos incêndios, a narrativa explora outros lados, como sequestros, batidas de carros, afogamentos, doenças misteriosas, sem esquecer outras que são bem mirabolantes.

Chicago Fire | O fogo é o menor dos problemas

Como se isso não fosse o bastante, “Chicago Fire” também sabe explorar sabiamente as emoções de cada personagens tanto dentro do trabalho como também fora dele, como relacionamentos, família e amigos, além de tocar na ansiedade e depressão.

O roteiro ainda aproveitar para brincar com as situações, muitos dos mistérios nos casos que se desenvolvem parecem ser fáceis de serem resolvidos, mas aqui, meu caro(a) nada é preto no branco e você ficará surpreso com as resoluções.

Chicago Fire | O fogo é o menor dos problemas

Talvez o grande segredo de “Chicago Fire” seja sua dinâmica entre os personagens, a maneira que se enxergam como uma verdadeira família, isso ajuda a criar um laço de segurança e preocupa com nosso olhar, passamos a fazer parte daquilo também. Deve ser por isso que se sentimos emocionados com as experiências que vivem.

“Chicago Fire”, não é uma série profunda ou muito menos enrolada, pelo contrário é uma série que carrega sentimentos com seus personagens, não sobre os fatos, mas sobre as pessoas e suas vidas. No fim, o entretenimento  tende a valer muito a pena com todo esse equilíbrio na dose certa.

“Chicago Fire” está disponível no Globoplay e Prime Video.

+ Aproveite para conhecer os segredos e bastidores de filmes marcantes do cinema.

E aí, curtiu?

Escrito por Rafael Tanaka

Publicitário, amante de cinema, quadrinhos, filmes e séries. Sempre existe coisas para se descobrir nesse mundo da cultura pop.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

Modern Family | O drama e a irreverencia de um grande clã

Conheça o primeiro volume da coleção ‘Cannon Films’