in

HQ do Dia | Kanan – O último Padawan #1

O Universo de Star Wars voltou aos quadrinhos com força total neste início de 2015. Após o lançamento e (esperado) sucesso de três títulos inspirados na franquia de George Lucas (Star Wars, Darth Vader e Princesa LeiaTodos já resenhados aqui no Proibido Ler) a Marvel agora em Março se arrisca com uma quarta publicação estrelada por um personagem que pode parecer meio desconhecido para o grande público, mas é unanimidade entre os espectadores do Universo da série animada Star Wars Rebelso último Padawan, Kanan Jarrus ou Caleb Dume.
Kanan para quem não está familiarizado é um dos poucos Jedis sobreviventes a infame Ordem 66 que extinguiu praticamente quase todos os Cavaleiros da Força da galáxia. O jovem teve de esconder suas habilidades para não ser exterminado e atua liderando um bando de rebeldes que começam a formar uma força de resistência contra o Império Galático.
HQ do Dia | Kanan - O último Padawan #1Em O último Padawan o roteirista Greg Weisman nos mostra dois momentos diferentes das outras publicações do selo Star Wars da Marvel (Que transcorrem entre os Episódios IV e V da franquia cinematográfica). A história aqui se passa em dois momentos distintos: Primeiramente somos apresentados ao Kanan adulto com o qual os fãs de Rebels já estão habituados. Assim como na série esta passagem se passa poucos anos após o Episódio III – A Vingança dos Sith e antes do Episódio IV – Uma nova esperança. Aqui somos reapresentados brevemente a tripulação rebelde da nave Ghost e temos a premissa de uma missão de busca de suprimentos para a Aliança. Em um flashback que toma praticamente toda esta edição de estreia o autor nos mostra Kanan ainda como um Padawan chamado Caleb (seu nome de nascimento) em treinamento e sob a tutela da Mestre Jedi Depa Billaba durante as Guerras Clones que se passam durante todo o Episódio III. Ambos Jedi e Padawan, comandam um batalhão de clones em um distante planeta tentando restabelecer a ordem na Galáxia.
O roteiro de Weisman é Star Wars em essência. Temos muita ação, diálogos divertidos e com um quê de filosóficos (principalmente entre Mestre e Aprendiz) e uma reviravolta surpreendente, mas meio que já esperada no final (É isso que você está pensando sim). O principal atrativo de O último Padawan é mostrar partes e personagens do Universo de Star Wars que os fãs ainda não tiveram muito contato. Clones conversando, um planeta diferente e principalmente a Mestre Depa Billaba ganham o leitor nesta estreia. O protagonista principal é retratado com um jovem extremamente curioso em sua infância, mas muito disciplinado e habilidoso. A repercussão do final desta edição e a situação na qual o jovem Padawan é deixado no final da HQ catalisam a curiosidade do leitor em relação às edições seguintes.
HQ do Dia | Kanan - O último Padawan #1
A arte em Kanan é de Pepe Larraz e lembra um pouco o traço de Stuart Immonen misturado aEd McGuiness. Ótimas caracterizações que não são foto realistas (pois logicamente não são inspiradas em atores reais aqui), cenas de batalha empolgantes e equipamentos e cenários fiéis à franquia cinematográfica. Larraz nos presenteia com páginas duplas lindas no auge das Guerras Clones nas quais dois Jedis e dois exércitos se chocam. A impressão visual da primeira edição é extremamente positiva e temos mais um título de Star Wars com tratamento gráfico de altíssimo nível na editora.
O último Padawan definitivamente não é um título voltado para fãs da série animada do Disney XD. Com esta edição a Marvel dá um recado claro aos fãs de Star Wars no qual se lê: “Estamos construindo um novo Universo Expandido”. Felizmente o rumo desta publicação é muito interessante. Somos apresentados a um elenco diversificado com histórias que apesar de terem ainda pouca relação com o a história principal divertem e nos mostram partes da Galáxia que ainda não conhecemos. Kanan é um protagonista forte pois transita entre o Padawan e o Mestre Jedi e sua história vale a pena ser contada e lida.

Veja também: HQ do Dia | Bill & Ted’s Most Triumphant Return

E aí, curtiu?

Escrito por Igor Tavares

Carioca do Penhão. HQ e Videogames desde 1988. Bateria desde 1996. Figuras de ação desde 1997. Impropérios aleatórios desde 1983.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

Vício Inerente (2014) | Uma investigação extrassensorial nos anos 70

Resenha – Danshi Koukousei no Nichijou | O dia a dia cômico de garotos do colegial