HQ do Dia

Bill & Ted’s Most Triumphant Return

A editora BOOM! Studios começou uma iniciativa extremamente positiva resgatando ícones do entretenimento das décadas de 1980/90 com o lançamento da revista em quadrinhos baseada emAventureiros do Bairro Proibido em 2014. A ideia fez tanto sucesso entre leitores, fãs e crítica que a empresa resolveu investir em outra franquia adorada pelos saudosistas e agora em Março temos o lançamento da primeira edição da HQ baseada em Bill S. Preston e Ted “Theodore” Logan – Os Garanhões Selvagens.
(Pausa para você fazer o “Air Guitar” e proferir um “Arrebentou!”)
hq-do-dia-bill-teds-most-triumphant-returnSe você não conhece Bill & Ted faça um favor a si mesmo e assista os dois filmes (Bill & Ted – Uma aventura fantástica e Bill & Ted – Dois loucos no tempo) da franquia criada por Chris Matheson e Ed Solomon. Se você já conhece a dupla de viajantes do tempo bem vindo de volta a San Dimas. O chamado “retorno triunfal” se passa cronologicamente logo após os eventos do segundo filme da franquia. Após vencer aBatalha das Bandas com sua primeira canção, os Garanhões Selvagens aqui tem a árdua missão de compor algo tão impactante quanto seu primeiro petardo e cumprir seu destino como os Messias da harmonia intergalática. Na história escrita por Brian Lynch,acompanhamos o que muda na vida dos dois jovens e de todo o indefectível elenco de apoio deste universo após a primeira vitória da dupla. Então se você estava com saudades das Princesas, dos Bebês, dos Bons Robôs Bill e Ted, dos Divinos e da Morte regozije-se! Todos estes ícones estão aqui nestas páginas.Triumphant Return #1 é primeiramente um presente para os fãs da franquia e uma introdução a uma nova era de aventuras dos dois músicos. Os diálogos de Lynch são certeiros em termos de tom e vozes. Dá pra escutar Keanu Reeves e Alex Winter conversando aqui nestas páginas. A história é um pouco parada pois há muito o que recapitular e logicamente o roteirista precisa por novos leitores a par dos acontecimentos prévios, mas o humor inocente dos protagonistas e os conceitos absurdos de viagem no tempo estão todos lá. Se isso basta para te divertir, caia dentro da leitura. A revista ainda vem com uma história bônus muito divertida protagonizada pela dupla e seus robôs escrita por Ryan North – roteirista de A hora da aventura.

A arte na história principal em Bill & Ted é de Jerry Gaylord e o ilustrador usa um estilo 100% inspirado no desenho animado da década de 1990 (inspirado nos filmes). O traço é simples, o enquadramento é sóbrio e sem viagens e as caracterizações são muito bem feitas apesar de pouco detalhadas. O visual da história é basicamente o de um desenho animado adaptado para quadrinhos. Cenários bem coloridos e personagens distintos entre si. Na história bônus temos arte de Ian McGinty, basicamente no mesmo esquema cartoon de Gaylord, só um pouco mais estilizado e mais puxado para os desenhos animados contemporâneos do que o outro artista.
Se você está lendo essa resenha até aqui provavelmente é fã de Bill & Ted. Então, sinceramente essa HQ foi feita para você. Há um esforço sim para arrendar novos leitores nesta primeira edição, mas o cuidado com as caracterizações, a arte puxada para o desenho e o fato da história dar continuidade a trama do segundo filme da franquia são iscas muito claras para quem já conhece estes personagens. Isto aqui não é Bill & Ted para uma nova geração de leitores. Isto aqui é Bill & Ted para quem já curte Bill & Ted. Uma HQ simples e bem feita que resgata bem a essência desta franquia: A inocência meio imbecil dos protagonistas e sua inclinação para o bem – algo que, no mundo cínico e hostil de hoje é uma raridade. Em uma palavra – Excelente!

Leia mais: HQ do Dia | The Valiant – A Saga Completa


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.