Mulan (2020) | Ser competente é o suficiente
in

Mulan (2020) | Ser competente é o suficiente

Apesar das diferenças em relação ao desenho, o filme consegue entregar uma boa história

Depois que a Disney descobriu que versões em live action eram lucrativas, passou a lançar versões de seus maiores sucessos das animações. Obras como “O Rei Leão” (2019), “Aladdin” (2019) e “Cinderela” (2015) são exemplos que se consagraram em bilheteria e público. Entretanto, a empresa do Mickey queria mais, muito mais. O que não falta são opções de filmes que podem ganhar uma versão em live action, né? E assim surgiu “Mulan”, uma de suas melhores animações dos anos 90.

Dirigido por Niki Caro, a adaptação de “Mulan” carrega algumas coisas do desenho, mas a escolha criativa decidiu tomar outro rumo e apostou muito mais em uma releitura, sendo que a história segue a lenda milenar chinesa.

Mulan (2020) | Ser competente é o suficiente

A empresa apostou tanto nessa visão e até no mercado chinês devido ao alto retorno financeiro, só não contou mesmo com a má sorte da pandemia. O filme teve que ser lançado apenas no mercado digital e especificamente na plataforma da empresa, o Disney+, que vai chegar no País só em novembro. Por causa disso, o filme perdeu um dos grandes atrativos que é a experiência de assistir em um cinema.

Na história, Mulan (Yifei Liu) é uma mulher desbravadora e amante de artes marciais, entretanto, não gosta muito de seguir a cultura de seu povo, especificamente o casamento arranjado, ainda mais que sua voz como mulher não é ouvida nessa sociedade.

Mulan (2020) | Ser competente é o suficiente

A jovem quebra as barreiras culturais de seu povo ao fugir e ocupar o lugar de seu pai (Tzi Ma) que está machucado e foi convocado para a guerra. Mulan se passa por um homem para poder burlar as leis que a restringem de ocupar um cargo no exército. Nessa jornada, ela não irá batalhar apenas para manter sua descrição, mas para assumir a força que existe dentro de si.

Para quem espera uma adaptação fiel a animação, logo aviso que a decepção é certa. Tanto o roteiro, como a própria narrativa, optaram por seguir outros caminhos como mudanças drásticas em arcos de personagens e mudanças na história, como é o caso de excluir o dragão Mushu.

Mulan (2020) | Ser competente é o suficiente

O filme quis se prender aos ensinamentos da própria lenda, visto que sua história prioriza a família, no sentido de legado e de honra, por mais que Mulan queira se autoafirmar em uma sociedade machista, a personagem faz isso sem querer causar uma desonra para sua família. Todas as suas ações são pensadas e executadas para não decepcioná-los.

Em uma necessidade de ser um produto diferenciado, “Mulan” não apela para sacadas cômicas e nem mesmo canções inesquecíveis. Pelo contrário, o filme quer seguir um caminho de algo épico e que e enalteça sua grandiosidade.

Mulan (2020) | Ser competente é o suficiente

“Mulan” tem um ar estrangeiro e oriental, apesar de sua produção americana, a fotografia ressalta essa peculiaridade, até mesmo as coreografias com as peripécias e piruetas que você apenas reconheceria e entenderia em filmes do gênero.

A única derrapada de “Mulan” está na direção de Niki Caro, sua maneira de conduzir e abordar a narrativa se perde por não dar profundidade a muitos personagens interessantes.

Mulan (2020) | Ser competente é o suficiente

“Mulan” cumpre seu papel em ser um live action diferente do produto original que visa atingir e quebrar barreiras com uma mensagem não apenas pensando no público ocidental, mas claramente no oriental. No fim, temos aqui um filme competente.

+ Aproveite para conhecer os segredos e bastidores de filmes marcantes do cinema.

E aí, curtiu?

Escrito por Rafael Tanaka

Publicitário, amante de cinema, quadrinhos, filmes e séries. Sempre existe coisas para se descobrir nesse mundo da cultura pop.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0
O quebra-cabeça branco de 2.000 peças que vai te tirar do tédio

O quebra-cabeça branco de 2.000 peças que vai te tirar do tédio

'epay Brasil' expande venda de cartões de crédito para Playstation

‘epay Brasil’ expande venda de cartões de crédito para Playstation