The Rookie | Nunca é tarde para combater o crime

Não é novidade que temos um apanhado de séries policiais, procedurais ou mais conhecidas como “caso do dia”. A cada ano novos títulos são lançados e causa a sensação de que o gênero se tornou saturado e cansativo.  “The Rookie” é uma série policial que segue a mesma linha, porém apresenta algumas coisas novas, especialmente por trazer bons personagens e boas histórias em um ritmo cativante.

Criada por Alexi Hawley (Castle e The Following), “The Rookie” (O Novato em português) aborda o dia a dia dos policias em um ambiente realista sem esquecer o otimismo e bom humor. O drama se mantém na linha do “caso do dia” ou “caso da semana” que precisar ser resolvido, mas é na profundidade dos conflitos pessoais de cada personagem que a série tem seu ponto alto.

The Rookie | Nunca é tarde para combater o crime

Nolan (Nathan Fillion) e Bishop (Afton Williamson) em ação.

John Nolan (Nathan Fillion) tem 45 anos e vive em um final de ciclo caótico de sua vida, o divórcio, filho na faculdade e sua empresa que foi à falência. Certa vez ele está em um banco e presencia um assalto, uma experiência traumática mas um brilho para mudança em sua vida. Sem muitas dúvidas, Nolan decide se tornar um policial na cidade de Los Angeles para fazer a diferença.

Leia mais: Jack Ryan – 2ª Temporada (2019) | A ação sem brilho e identidade

Mas fazer a diferença não seria tão simples, né? Ele e seus dois amigos novatos, Jackson West (Titus Makin Jr.) e Lucy Chen (Melissa O’Neil) ainda vão passar por um rigoroso treino com mentores nada amigáveis. Os policiais veteranos Tim Bradford (Eric Winter), Talia Bishop (Afton Williamson) e Angela Lopez (Alyssa Diaz) testaram os novatos ao máximo para demonstrar que seguir o caminho da lei não simples.

The Rookie | Nunca é tarde para combater o crime

Os novatos Nolan (Nathan Fillion), Chen (Melissa O’Neil) e West (Titus Makin Jr.) em “The Rookie”.

A série acerta em abordar as experiências em contraponto com tramas pessoais tanto dos novatos quanto dos mentores. Essa narrativa é construída em cada chamada resolvida e como cada um encara as situações, não é a toa que todo personagem recebe atenção apesar de Nolan ser o principal. Este que é o mais cobrado por sua idade avançada que não significada para ninguém razão de sua experiência e acerto nessa profissão.

O dinamismo é apresentado por uma câmera que traz o ponto de vista dos policiais, gerando um ar de realidade e amadorismo ao mesmo tempo. Além disso, há tensão, suspiros e bons resultados para a trama em também expressar isso algumas vezes com um bom humor no desfecho de cada situação.

The Rookie | Nunca é tarde para combater o crime

Os veteranos Lopez, Bradford e Bishop.

Nathan Fillion vive uma pessoa em novo patamar da vida, ainda mais que traz uma vivência de “Castle”, mas sem muitas semelhanças. Apesar dele ser o foco da série,  o vasto elenco de bons atores como o de Eric Winter e Afton Williamson, entram para o time de boas atuações da primeira temporada de “The Rookie”.

Leia mais: Cara x Cara | A guerra da melhor versão do ‘Eu’

Os roteiristas tiveram não só a preocupação em apresentar um novo mundo para novatos na policial, como também a instituição recheada de corruptos, além de mostrar como a própria muitas vezes passa por cima dos cidadãos em situações que envolvem poderes maiores do governo. A própria cidade de Los Angeles apenas cresce no decorrer da temporada com novos pontos turísticos e suas complicações, mas no fim cada episódio tudo termina um ar de esperança.

The Rookie | Nunca é tarde para combater o crime

Nolan e Bishop tentando salvar o dia em The Rookie.

Não espere por uma narrativa sólida e profunda, “The Rookie” apresenta uma série policial que vive por meio de bons personagens e seus dramas e os conflitos que enfrentam dentro da corporação. Toda essa construção se torna interessante e gostosa de assistir te prendendo até o desfecho de cada caso.

“The Rookie” é uma série do canal Universal e pode ser assistida no GloboPlay.