Entre Quatro Poderes

Uma obra de ficção que beira a realidade

Estamos “Entre Quatro Poderes” – Legislativo, Executivo, Judiciário… E qual seria o quarto? Foi o que pensei quando vi sua capa pela primeira vez. Do que se trata esse livro? Qual é a sua trama, enredo, como é a narrativa?

Entre Quatro Poderes é um romance policial lançado pela editora Novo Século e escrito por Anderson Fernandes, Rodrigo Dias, Débora Kaoru e Khadidja Campos, quatro jornalistas que fazem parte do Grupo (Sic).

A trama se passa numa cidade fictícia situada no interior de São Paulo chamada Suares, e acompanha a história de Alberto Barão – mais conhecido como “Churrasco” – um homem que vai do inferno ao céu em uma vida que nem ele mesmo achava que teria um dia. Apadrinhado por Zé Ribeiro – um dos grandes coronéis do município – desde jovem Churrasco traça a sua trajetória na política, até criar um império. Nessa estrada é possível presenciar muitos fatos semelhantes à realidade da política nacional, não só de bastidores, mas no que diz respeito a intrigas, corrupção, esquemas, fraudes, assassinatos, lavagem de dinheiro, influência  e etc.

entre-quatro-poderes-uma-obra-de-ficcao-que-beira-a-realidadeDepois que a série americana “House of Cards” passou a ser uma das melhores atrações nesse gênero, abriu-se margem para histórias como a de “Entre Quatro Poderes” gerarem um interesse maior nos leitores.

O livro é como aqueles filmes que começam do fim e jogam a história na sua cara, sem apresentações dos personagens, tampouco introdução – e isso não atrapalha em nada. O objetivo é prender a atenção do leitor logo de cara. Aos poucos, a história é contada de forma cronológica, o leitor passa a conhecer cada um dos personagens e entender como o fim justificará os meios. A partir daí, você conhece melhor o Churrasco, Armando Pimenta, Claudio, Estela, Tatau e tantos outros personagens que fazem parte desta história.

A linguagem usada é de fácil compreensão, e por mais que sejam quatro pessoas escrevendo, dificilmente você conseguirá identificar quem é quem nas páginas. Eu mesmo só percebi uma mudança no avanço da leitura que, pelos meus cálculos, foi depois de já ter lido cerca de 75% do livro. A narrativa vai evoluindo naturalmente até deixar o leitor sem escolha, onde a única saída é continuar a leitura para saber como tudo culmina com o epílogo.

A cada início de capítulo, os autores incluíram citações, provérbios, pensamentos e trechos de músicas. Eles são essenciais para induzir a pegada que a trama terá. A mídia tem papel fundamental nessa história, como em todos os casos que envolvem política, e tudo de bom ou ruim que acontece nesse meio. É a imprensa que faz tudo ter mais valor, e é através dela que você dá e tira o poder de alguém.

Em muitas partes da obra, me peguei tentando buscar na memória casos semelhantes aos da trama. Por mais que seja uma obra de ficção e que, teoricamente, qualquer semelhança com pessoas vivas ou mortas é mera coincidência, é impossível não fazer ligações entre determinados assuntos e situações. Os autores viveram tudo isso de perto, e por causa disso o livro já é válido por si só. Não são situações jogadas ao acaso ou superficiais, são momentos e fatos que tiveram referências reais.

Eu me atentei muito ao modo como eles abordaram a imprensa, o perfil de cada personagem que trabalha no jornal, o chefão da redação e todos os esteriótipos que circundam cada um. Parece que nesse meio, os jeitos, as personalidades e o estilo de vida de cada um nunca mudam.

Enfim, Entre Quatro Poderes é um livro que conquista aos poucos e a sensação que você tem ao terminar a leitura é indescritível. Seria, a mídia, o quarto poder? Seria você, o cúmplice das falcatruas de Churrasco, Claudio e Armando Pimenta?

Descubra! Se você se interessou pelo livro AQUI você encontra uma lista com várias lojas onde é possível comprá-lo.

Ficha técnica:

Livro: Entre Quatro Poderes
Autores: Grupo (SIC) – Anderson, Débora, Khadidja e Rodrigo
Editora: Novo Século – Talentos da Literatura Brasileira – 247 páginas
Sinopse: O prefeito de Suares, uma pequena cidade do estado de São Paulo, passa por um momento crítico. Com a Polícia Federal em sua cola e sua vida pessoal desmoronando, o império construído com sangue e mentiras está prestes a ruir. Churrasco, envolto pelas sombras da vida pública, descobriu da pior forma possível que a caminhada de um político pode ser solitária e que cada decisão tem um preço. Só resta saber o quanto ele está disposto a pagar. No final das contas, todos conhecem a vida do homem público, mas sempre existe a história por trás da história.

Leia mais:
Resenhas Cinematográficas
Resenhas de Séries e Seriados
Resenhas Literárias
Resenhas de animes


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.