HQ do Dia

Viúva Negra (2016)

Não apenas de Homem-Aranha e Vingadores vive a Marvel nos quadrinhos, esquecemos que este universo é tão vasto e recheado de bons personagens e histórias. Especialmente a Viúva Negra, que não foi tão explorada nos filmes da equipe, apesar que ganhará um solo em 2020. O que dá pra fazer por enquanto é se contentar com “Vingadores: Ultimato” (2019), que deu uma atenção maior para Natasha Romanoff.

A dupla dinâmica Mark Waid e Chris Samnee, responsáveis também por dar um novo ar para o Demolidor, trazem profundidade e carisma para querida Natasha. Samnee não apenas contribui com o roteiro como também cuidou da belíssima arte. A HQ foi lançada nos Estados Unidos entre 2016 e 2017 em 12 edições, por aqui recebeu dois encadernados publicados pela Panini.

HQ do Dia | Viúva Negra (2016)

“Viúva Negra”

Em uma história digna de um filme de espionagem, Natasha é perseguida pela agência que defendia com com sua vida, a poderosa S.H.I.E.L.D, renegada e acusada de roubar arquivos secretos, a espiã precisa se manter na tocaia, pois seu objetivo é muito maior do que aparenta, aliás pode não parecer mas as aparências enganam até os mais corretos.

Leia mais: HQ do Dia | Poderosa Thor

Apesar que tudo indique que a personagem virou renegada, a agente parece ter propósitos maiores para roubar arquivos perigosos, uma pessoa denominada “Leão Chorão” pretende expor segredos obscuros de seu passado ao público, agora ela deve obedecer tais ordens ou ser crucificada publicamente. Na jornada para salvar sua imagem e sua vida encontrará rostos amigos e inimigos, a diferença é saber quem é quem.

HQ do Dia | Viúva Negra (2016)

“Viúva Negra”

Sem problemas com a narrativa que flui naturalmente no decorrer das páginas, mesmo que no final perca a emoção e se torne morno, o foco fica por conta da ação misturada com a espionagem com quadros sem faltas, sustentado apenas por olhares, gestos e execuções que fazem o próprio leitor montar a cena em sua mente. O silêncio é protagonista da maior parte da trama e tudo acontece bem debaixo dos seus olhos.

HQ do Dia | Viúva Negra (2016)

“Viúva Negra”

O lado emocional e particular da personagem não é deixado de lado, aqui somos levados a um passado triste e obscuro, uma das razões que a fizeram a se tornar a Natasha que conhecemos, aqui é esquecida traços humanos quando sua finalidade era se tornar a melhor máquina de matar, concluir cada missão, falhar não era uma escolha, a não ser para a morte. Waid e Samnee acertam em cheio em demonstrar o esse lado humano.

Leia mais: HQ do Dia | Demolidor – A Queda de Murdock

Em “Viúva Negra” os limites são tênues, teste que devem ser feito para construção de um bem maior da humanidade, abrir mão de emoções e sentimentos para se tornar máquinas perfeitas, presos a códigos de conduta mas com o desejo de se encaixar a todo custo, porém nossos atos no passado nunca são esquecidos e especialmente os ruins. Mais cedo ou mais tarde os fantasmas sempre virão ao nosso encontro, aqui fica conclusivo que Natasha lida com o real e o palpável e ameaças naturais do ser humano em ser dominante.

HQ do Dia | Viúva Negra (2016)

“Viúva Negra”

A arte inesquecível de Chris Samnee parece uma singela homenagem aos anos 60 e 70 da personagem, mas com total controle em dinamismo e as cenas de ação nos mínimos detalhes, momentos vivos e impactantes com as cores de Matthew Wilson que surpreende no convite em adentrar nessa trama de espionagem e segredos.

“Viúva Negra” é a porta de entrada para os novos desbravadores da personagem, ainda mais que o título se sustente pela ação e dinâmica dos personagens, a história cresce quando o passado dela vem à tona. Esse quesito narrativo é o que dá brilho à Natasha e a faz se tornar ainda maior em universo de gigantes com superpoderes.


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.