in

Ghost of Tsushima | A honra como fim de um ciclo

Mesmo com algumas derrapadas, o game encerra a jornada no PS4 muito bem!

Desde que os jogos japoneses tomaram conta do ocidente, muitos descobriram a beleza dessa cultura milenar, ainda mais se falarmos de jogos samurais, como “Onimusha” e “Tenchu”, verdadeiras obras espetaculares. Com o tempo, esse gênero perdeu um pouco gás por aqui, levou anos até “Ghost of Tsushima” surgir no horizonte de nossos desejos.

Desde que foi anunciado na E3 2018, o exclusivo da Playstation aflorou a promessa de tornar o jogador um samurai, viver pela honra e morrer por ela. Apesar de ter demorado mais de dois anos, o sonho virou realidade, graças a Sucker Punch, a mesma que também deu o pontapé da geração com Infamous Second Son no Playstation 4.

Ghost of Tsushima | A honra como fim de um ciclo

A história de “Ghost of Tsushima” é ambientado no ano 1274, o Japão quer ser dominado pelas forças mongóis de Khotun Khan, neto de Gengis Khan. Para isso ele invade primeiro a ilha de Tsushima que está no meio de sua conquista, o que não não contava era que seu povo tivesse um exército de samurais.

Entretanto, os samurais não foram páreo para o jeito brutal e sanguinário dos mongóis, o único sobrevivente do ataque, Jin Sakai, precisará mudar seu estilo de luta se quiser vencer e expulsar essa força inimiga, nem que para isso precisa esquecer sua honra e virar um temível assassino das sombras.

Ghost of Tsushima | A honra como fim de um ciclo

Com um começo morno, a história demora para decolar, ganhando potência e curiosidade a partir da sua metade para o final, mas nada glorioso e inesquecível, uma linha segura. Diferente das inúmeras missões secundárias espalhadas pelo enorme mapa, algumas delas são atrativas e tem uma profundidade sentimental bem curiosa.

A princípio, o protagonista Jin Sakai, pode parecer sem carisma e não demonstrar emoções. Ao contrário, o personagem segue o dilemas de uma cultura e um código de honra, ainda mais por ser um samurai precisa e deve se manter focado para executar sabiamente suas olhas com destreza e conhecimento.

Ghost of Tsushima | A honra como fim de um ciclo

Um das maiores surpresas de “Ghost of Tsushima” seja sua interessante e gostosa jogabilidade, você se sente um samurai com umas vasta árvore de habilidade para aplicar precisos golpes, alguns desafiadores e fortes como seus próprios inimigos. Não ache que a aventura será um passeio no parque, sua vida terá bons apuros se não aprender a lidar bem com os comandos.

Como Jin precisa mudar seu estilo de luta para vencer os mongóis, o game ainda apresenta a jogabilidade do assassino, com a possibilidade de passar pelas sombras e matar os inimigos silenciosamente, fora os apetrechos que variam entre kunais e bombas de gás, mas as abordagens são limitas o que prejudica um pouco seu uso.

Ghost of Tsushima | A honra como fim de um ciclo

A maior surpresa seja sua direção de arte, com a beleza de cada cenário e como o vento se move pelas folhas, o carinho para incorporar todo sentimento de se sentir naquela época foi atingido com êxito, você perderá muito tempo, caso ame o modo fotografia, logo aviso. A trilha sonora ajuda tudo isso a ganhar mais vida com batidas e harmonias que perpetuam esperança, controle e evolução.

Como nem tudo são flores, ainda é notável alguns pequenos erros em outras texturas, ainda mais em certos pontos em que houve mudanças bruscas de iluminação, um descuido e rapidez para entregar o projeto a tempo. Nada que atrapalhe o seu jogo.

Ghost of Tsushima | A honra como fim de um ciclo

Caso queira embarcar em uma experiência imersiva, opte por jogar “Ghost of Tsushima” em japonês, sentirá o poder das vozes, fora que parecerá um filme do cultuado Akira Kurosawa, apenas alguns erros labiais, visto que o jogo foi criado em cima do idioma inglês.

“Ghost of Tsushima” encerra o Playstation 4 com tranquilidade, sem inovações mas com um grande brilho, não de enredo ou jogabilidade, mas de uma arte minimalista que realmente contou algo de uma maneira profunda e sentimental.

Quer comprar jogos com um belo descontão e ainda por cima ajudar o Proibido Ler? Selecionamos ótimas dicas de games na Amazon e a maioria com frete grátis para clientes prime. Clique aqui e pegue aquele game que está faltando na sua coleção. E venha nos conhecer em nosso canal da Twitch.

E aí, curtiu?

Escrito por Rafael Tanaka

Publicitário, amante de cinema, quadrinhos, filmes e séries. Sempre existe coisas para se descobrir nesse mundo da cultura pop.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0
HQ do Dia | Primavera em Tchernóbil

HQ do Dia | Primavera em Tchernóbil

Halo: Infinite e a nova geração com Xbox Series X

Halo: Infinite e a nova geração com Xbox Series X