Curiosidades sobre o filme "Jovens Bruxas" (1996)
in

Curiosidades sobre o filme “Jovens Bruxas” (1996)

Lançado nos anos 90, o longa é um clássico da cultura pop que aborda bruxaria e paganismo!

Lançado em 1996, “Jovens Bruxas” é um filme feito para entreter os amantes da cultura pop e nerdices com muita bruxaria. Dirigido por Andrew Fleming, o longa teve a maior bilheteria do tema nos anos 90.

“Jovens Bruxas” se tornou altamente popular entre adolescentes nos anos 90, sendo taxado erroneamente como um relato do paganismo moderno. Assim como Harry Potter e a série “Sabrina”, “Jovens Bruxas” é um filme ficcional, com pitadas de realidade em seus elementos principais de bruxaria. O longa não deve ser visto ou servir como base de estudo para o paganismo.

Muito antes de pensarem na existência de “American Horror Story: Coven”, por exemplo, a história de “Jovens Bruxas” já falava de feitiços e iniciação. Feito para agradar o público jovem, além de bruxaria, o longa é repleto de elementos fortes da cultura pop, tais como música e moda.

Tendo em vista o sucesso de filmes, séries e quadrinhos sobre bruxaria e coisas místicas, nada melhor do que relembrar e conhecer algumas curiosidades sobre “Jovens Bruxas”.

O filme

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

A história começa quando Sarah Bailey se muda de São Francisco para Los Angeles. Assim como qualquer adolescente, ela ambiciona começar uma vida nova e fazer novas amizades. Na escola, a moça conhece três garotas: Nancy, Bonnie e Rochelle.

A amizade corre bem, até que Bailey começa a se interessar pela forma diferenciada de vida que elas levam: elas são bruxas. Interessadas por magia, as quatro formam um “Coven” (uma espécie de grupo), que tem como filosofia “Perfeito Amor e Perfeita Confiança”. Presando a união dentro da magia, na qual cada uma das bruxas representam um elemento importante da vida.

A prática desencadeia um poder que foge do controle. Bailey então decide se separar das garotas, para evitar que algo pior aconteça. Paralelamente, a jovem também descobre que sua mãe era uma poderosa Bruxa. Elas não lidam bem com a falta de um elemento e começam a encurralar Sarah.

Características das Jovens Bruxas

Fairuza Balk como Nancy

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

Nancy é uma adolescente problemática e muito egoísta que quer todo poder para si.

Robin Tunney como Sarah

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

Sarah é bruxa de nascença, mas desconhece seu poder.

Neve Cambell como Bonnie

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

Bonnie é cheia de complexos graças as queimaduras que possui no corpo.

Rachel True como Rochelle

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

Rochelle é a única bruxa negra da trama, perseguida por racismo no colégio, ela só deseja ser respeitada.

Assumpta Serna como Lírio

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

Lírio é a única bruxa que não faz parte do “Coven”, dona de uma loja de magia e muito poderosa.

Curiosidades

Inspiração Wiccana

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

• Conhecida também como a religião da Deusa, “Jovens Bruxas” têm elementos verídicos da Wicca.

• Em “Jovens Bruxas”, as meninas usaram rituais wiccanos reais para dar vida as personagens. A parte técnica ficou por conta de Pat Devin, uma sacerdotisa Diânica, membro do Coven Ashesh Hekat e também relações públicas do Covenant of the Goddess, no sul da California.

Elementos verdadeiros

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

• O ritual feito pelas jovens bruxas na praia se baseia na invocação dos quatro guardiões e dos elementos. Isso realmente existe. Esse tipo de invocação pode também ser chamada de “Tradição dos Selos de Salomão”.

• A lei tríplice é a base da religião Wicca, conhecida também como a lei do retorno. Em “Jovens Bruxas” a lei do “Três vezes Três” se aplica tanto nas falas quanto nas consequências, em que basicamente “tudo que você fizer de bom ou de ruim, voltará em triplo para você”.

• Wiccanos procuram fazer seus rituais o mais perto possível da natureza. Durante o decorrer do filme, é mostrada duas invocações: no bosque e na praia.

Elementos fictícios

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

• No filme, as jovens bruxas usam crucifixos no pescoço. Isso não existe na bruxaria, já que o paganismo é condenado pelo cristianismo e as bruxas foram perseguidas pela igreja católica.

• A entidade “Manon” não é real, pois eles queriam evitar que as jovens bruxas invocassem algo real. Entretanto, existe um Deus do mar chamado Manannán que serviu de inspiração. Depois do sucesso do filme, Manon constava na lista de entidades pagãs. Pat Devin até ironizou isso em uma declaração dada a uma revista:

“Nunca subestime a influência espiritual de Hollywood”.

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

• No ritual feito no bosque, as meninas furam o dedo para colocar no cálice. De acordo com a Wicca, o Áthame não é usado para ferir ou matar nenhum ser vivo. Embora em alguns feitiços seja necessário a gota de sangue para conjurar.

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

• Não existe nenhum ritual wiccano para mudança de aparência, embora relatam que é possível em outros tipos de bruxaria. A magia é chamada de Glamour, e faz com que a pessoa veja a íris diferente e até mesmo o cabelo. Isso acontece durante algumas cenas.

• Novamente na cena da praia, quando elas fazem ritual, são levados alguns animais simbolizando os elementos, uma serpente (Fogo), um peixinho dourado (Água), uma borboleta (Terra) e um pássaro (Ar). Na Wicca, não é recomendado nenhum tipo de ritual com animal, sendo terminantemente proibido o sacrifício. Mesmo assim, vários tubarões aparecem mortos na areia depois da invocação de Manon.

Cenas interessantes

“Leve como uma pena, duro como uma tábua”

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

• O efeito de levitação foi realizado ao descansar Rachel True em uma plataforma sustentada por um suporte no chão. O suporte foi removido digitalmente na pós-produção.

• Todas as cenas de rituais foram rodadas à meia-noite com assistência de Pat Devin.

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

• Mais de três mil insetos, ratos e cobras foram necessários para filmar a cena em que Sarah é atormentada pelo poder das outras meninas, incluindo até uma jiboia.

• Robin Tunney estava disposta a estar na câmera com todas as cobras, insetos e ratos – mas ela não conseguiu fazer a breve cena em que um rato cai em cima da cabeça de Sarah. Um dublê é usado para essa cena, que é filmada por trás.

• Cena deletada: existe uma cena onde Sarah visita Nancy no hospital psiquiátrico e tenta ajudá-la a ficar melhor.

• O texto do livro “Invocação do Espírito” que Nancy lê na loja de magia vem de “O Livro da Magia Cerimonial” de Arthur Edward Waite, um conhecido ocultista. O livro discute a invocação de espíritos, embora não seja o foco de todo o livro, como está implícito no filme.

Invocação assustadora na praia

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

• Durante a cena que Nancy invocava o grande espírito Manon, vários morcegos apareceram no set e começaram a sobrevoar em círculos, apagando velas que estavam no local, deixando a produção com medo. O diretor do filme, Andrew Fleming, fez a seguinte declaração à época:  

“Enquanto rodávamos as cenas na praia, as ondas do mar ficaram intensas e isso deixou as atrizes assustadas. No exato momento que a personagem Nancy diz: “Manon, me complete!”, a luz acabou e a cena teve que ser regravada. Foi algo muito estranho”.

As atrizes

Curiosidades sobre o filme Jovens Bruxas (1996)

• Robin Tunney usou uma peruca ruiva durante as filmagens porque raspou a cabeça para seu papel em “Império dos Discos – Uma Loja Muito Louca (1995)”, que terminou um mês antes do início da produção deste filme.

• Durante as filmagens todas as atrizes se interessaram pela Wicca, principalmente pela companhia de Pat Devin, que afirmou que apenas Robin não sabia da religião. Rachel True costumava ler sobre o assunto. Neve Campbell conhecia um pouco da história. E Fairuza Balk curiosamente era descendente de pagãos. Nenhuma delas era adolescente. Neve Campbell e Rachel True se tornaram grandes amigas na vida real.

• Depois do lançamento de “Jovens Bruxas”, Fairuza Balk comprou uma loja de acessórios wiccanos de Hollywood.

• Esta é a segunda vez que Fairuza Balk interpreta uma bruxa. A primeira vez foi em “A Pior Bruxa”(1986).

• Todas as atrizes “adolescentes” estavam na casa dos vinte anos na época das filmagens. Rachel True tinha quase 30 anos.

Trilha sonora

• A canção “How Soon Is Now?” da banda The Smiths, foi regravada por Love Spit Love e é trilha principal do filme. Ela foi usada também como tema de “Charmed”, série de sucesso que também aborda bruxaria.

• Embora “Jovens Bruxas” seja um filme delicioso, ele não serve como referência para a história pagã. De acordo com as palavras do próprio diretor Andrew Fleming:

“Jovens Bruxas foi feito para entreter e não ser um documentário sobre a religião Wicca. Entendemos que isso possa indignar a comunidade pagã e que terá muita gente contra nós.”

•  A música ‘Dark Horse’ de Katy Perry, de seu álbum ‘Prism’, é inspirada em “Jovens Bruxas”.

+Relembre o trailer de “Jovens Bruxas” dando play no vídeo abaixo.

“Jovens Bruxas” está disponível na Netflix.

+ Aproveite para conhecer os segredos e bastidores de filmes marcantes do cinema.

E aí, curtiu?

Escrito por Juliane Rodrigues (Exuliane)

Serial killer não praticante, produtora audiovisual de formação e redatora por vocação. Falo sério mas tô brincando no twitter @exuliane

manda nudes: [email protected]

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

Loading…

0

Jamais haverá um desenho como ‘Os Cavaleiros do Zodíaco’

Os Cavaleiros do Zodíaco | Relembre os momentos mais engraçados do anime