The Gambler (2014)

Outra aposta fracassada do cinema

The Gambler é um filme dirigido por Rupert Wyatt (Planeta dos Macacos – A Origem), que nem chegou a ir para as salas de cinema. O drama de 111 minutos, foi lançado diretamente em DVD, em 26 de maio de 2015.

O filme possui dois títulos em português “O Apostador” e “O Jogador”. Eu não considerei escrever a resenha com nenhum dos dois, porque existem inúmeros filmes com esses nomes. Filmes que merecem ser vistos. Não costumo julgar o filme pelo fato de estrear (ou não) no cinema, conheci muitos longas bons que nunca sequer saíram do país de origem, com traduções e legendas dos fãs. O que não é o caso de The Gambler.

The Gambler merece ser visto? Não, não merece! Isso já é o suficiente para quem não quer ler o texto todo. Aos interessados no meu ponto de vista, contarei porque essa foi mais uma aposta fracassada do cinema.

The Gambler  (2014) | Outra aposta fracassada do cinema

A trama de The Gambler gira em torno de Jim Bennett (interpretado por Mark Wahlberg), um professor de literatura com um vício irrefreável em apostas. A mania incontrolável o faz colidir contra gângsteres perigosos. Com apenas sete dias para arranjar o dinheiro de uma dívida ou ser morto, Bennett terá de arriscar tudo na jogada mais arriscada de sua vida, colocando não só a sua, como a vida de todos ao seu redor em risco.

O título deveria ter sido melhor elaborado. Esperamos a história de um jogador, mas o que temos é sete dias de sua luta por dinheiro. Inicialmente o filme não te promete nada de bom, e honestamente, nem depois você acredita que verá alguma coisa. Conhecemos um cara prepotente, que perde o próprio dinheiro, o da mãe, e deve para diversos agiotas por não saber parar de jogar, e isso não fica interessante. Mark Wahlberg se esforçou no papel, mas não alcançou voo, até porque The Gambler não decola. O ator, que perdeu 30kg para interpretar seu personagem (coitado), não tem nem chance de mostrar seu talento.

The Gambler  (2014) | Outra aposta fracassada do cinema

Curiosidades: A produção é baseada em O Jogador de 1974, filme estrelado por James Caan. Da série: remakes desnecessários do cinema. Antes de Rupert Wyatt assumir a direção, o longa seria dirigido por Martin Scorsese, com Leonardo DiCaprio no papel do protagonista. Antes tivesse vingado essa produção inicial.

Nada salvou The Gambler, PRINCIPALMENTE da minha crítica.  Quando se tem um pingo de esperança que o filme vai te fazer vibrar, ou que ele vai dar o golpe da vez, volta a fracassar. Eu pensei que veria a história do vício, e não uma salada mista de máfias.

The Gambler  (2014) | Outra aposta fracassada do cinema

Azar no jogo, sorte no… Não, mas não mesmo! A tentativa de romance com Amy Phillips (Brie Larson) só não foi pior do que o conjunto do filme. Um desperdício de talentos com palavras rebuscadas demais para sentimentos pouco demonstrados. Eles se declaram sem um pingo de emoção. Sinto que Hollywood tem sede de histórias mais cruas como em “Drive”, mas ainda falta aquela coisa mágica, chamada olhar artístico.

Não importa se o protagonista é niilista e autodestrutivo, é preciso do conjunto da obra. Bennett apesar de ter tido tudo do bom e do melhor, é só um cara mimado e viciado, sem rumo e sem história pra contar. O roteiro não faz jus a Mark Wahlberg, a história é pouco convincente e mistura o mundo da máfia, como não se deve misturar bebidas. Um grande excesso de personagens “sem pé nem cabeça”. A fotografia é uma triste tentativa de beleza na simplicidade, exceto quando noturna.

The Gambler  (2014) | Outra aposta fracassada do cinema

O que dá alguns pontos positivos para The Gambler: sua trilha sonora composta por músicas maravilhosas. A deusa Jessica Lange, no papel da mãe do protagonista; que passa mais emoção nas poucas cenas que aparece, do que o filme tenta passar com seus excessos, e John Goodman, no papel de um criminoso genial. Potencial desperdiçado e atores coadjuvantes dando mais vida a trama do que os protagonistas. Os diálogos de Goodman rendem os melhores momentos do filme, quiçá os únicos bons.

The Gambler é uma aposta perdida do cinema. Com uma trama bem prepotente, temos um grande desperdício de talentos e de cartas na manga. 


Gostou? Tem mais:


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.