HQ do Dia | Batman: O Cavaleiro das Trevas - Frank Miller
in

HQ do Dia | Batman: O Cavaleiro das Trevas – Frank Miller

Depois desse quadrinho, o universo do Homem-Morcego ficou ainda mais impactante!

Originalmente publicada como uma minissérie em quatro edições lançada no início de 1986, “Batman: O Cavaleiro das Trevas” levou pouco tempo para ser considerada pelos fãs e crítica, uma das duas pedras angulares dos quadrinhos modernos ao lado de “Watchmen”, de Alan Moore.

Escrita e desenhada por Frank Miller, a história, mostra um Batman envelhecido e amargurado voltando à ativa após anos de aposentadoria.

Em 2001, Miller voltou ao distópico mundo criado por ele há quinze anos e deu continuidade ao clássico em uma nova minissérie, “Batman: O Cavaleiro das Trevas 2”. O material, como não poderia deixar de ser, foi um sólido sucesso de vendas. A Panini relançou no Brasil esses dois marcos das HQs em um único volume, com acabamento de luxo e repleto de extras exclusivos, incluindo uma introdução escrita pelo autor, a proposta de Frank Miller para o projeto original e vários esboços. Uma edição grandiosa para fazer jus ao Homem-Morcego.

HQ do Dia | Batman: O Cavaleiro das Trevas - Frank Miller

“Batman: O Cavaleiro das Trevas” se inicia 10 anos após a aposentadoria do vigilante mascarado de Gotham, bem como do fim das atividades heroicas e públicas de qualquer vigilante existente. Com os heróis extintos por lei, o aumento da criminalidade na cidade de Gotham se torna inevitável, resultando  no surgimento de uma gangue chamada “Mutantes” e um incomum senso de justiça de Bruce Wayne, o fazendo sair das trevas da aposentadoria e enfrentar os criminosos da cidade.

Certamente o renascimento do vigilante deixa o mundo em polvorosa. Batman desperta opiniões opostas; ao mesmo tempo em que é chamado de subversivo, é acusado de violar os direitos humanos e ganha o apoio de inúmeros admiradores que apreciam sua luta pela ordem, paz e justiça. É a partir do ressurgimento do Homem-Morcego neste universo criado por Frank Miller, que “Batman: O Cavaleiro das Trevas” se torna uma grandiosa obra.

HQ do Dia | Batman: O Cavaleiro das Trevas - Frank Miller

Frank Miller assume uma proposta bastante interessante voltado ao dilema que molda não só Bruce Wayne como homem, mas como Batman também. Tal dilema é desenvolvido de tal forma pelas páginas da edição definitiva que aborda de maneira relativa, mas de forma intensa entrelinhas, sobre a pergunta: “quem está no controle por baixo do manto?”.

O justo e bondoso Bruce Wayne ou o vigilante moldado pelos ideias da justiça que atende pelo nome de Batman?. A verdade é que Frank Miller consegue expressar através de uma figura sombria e obsessiva que o Cavaleiro das Trevas é muito mais do que amor e ódio, verdade e mentira, dia e noite, muito mais do que um simples humano regido pelo pragmatismo.

O ressurgimento do Cavaleiro das Trevas despertando opiniões opostas perante a sociedade indiferente regida pelo “preto no branco” de Gotham. Ele demonstra não só o ideal de justiça seguido pelo vigilante, mas como sua figura e legado são importantes, respeitados e influentes em uma cidade mergulhada na escuridão mesmo quando se ainda é dia. Oferecendo a promessa de um futuro melhor, não só para os cidadãos de Gotham, mas para os ideais de humanidade que a cercam e deveriam moldá-la também.

HQ do Dia | Batman: O Cavaleiro das Trevas - Frank Miller

Abusando de histórias relativas resultantes do ressurgimento do Batman e do seu impacto na sociedade regente de Gotham, bem como dos “quadros televisivos” que trazem uma narrativa ousada e diferente, Frank Miller consegue desenvolver sua história primária com rapidez e intensidade sem se afastar do conceito sombrio e obsessivo por trás do Cavaleiro das Trevas e de sua figura. Igualmente como a apresentação e conflito dos pontos positivos e negativos que o ressurgimento do Batman trouxe.

De fato, a atenção dada por Frank Miller a este conceito de narrativa, realmente torna o desenrolar de sua história num quesito agradável e interessante, uma vez que ela consegue dar a intensidade a trama sem abandonar o toque que cada personagem traz à história.

HQ do Dia | Batman: O Cavaleiro das Trevas - Frank Miller

Seguindo ainda na discussão sobre o impacto que o ressurgimento do personagem tem na sociedade de Gotham e como isso passou a remodelar os ideias regentes de tal sociedade, Frank Miller consegue expressar um roteiro ainda mais surpreendente na história de “Batman: O Cavaleiro das Trevas 2″. Transformar o Cavaleiro das Trevas em uma ameaça política em rota de colisão com um dos super-heróis mais importante do mundo dos quadrinhos, o Superman, não é pra qualquer um.

Ainda que, indo além do arquétipo de bem contra mal, “Batman: O Cavaleiro das Trevas 2” expressa o confronto de duas ideologias e figuras metalinguísticas divergentes que sempre foram distintas mas que sempre coexistiram em “harmônia”, assim como a relação de amizade entre os personagens Batman e Superman. Com essa história, o autor consegue apresentar uma ótima conclusão ao universo único de sua obra.

HQ do Dia | Batman: O Cavaleiro das Trevas - Frank Miller

O roteiro em ambas as histórias apresentadas nesta edição definitiva, se qualificam de forma estupenda, como a de uma grande obra no mundo dos quadrinhos. A arte que também é assinada por Frank Miller, é um dos pontos fortes desta edição. Com traços agradáveis e boas movimentações, a sincronia para com o desenrolar de sua trama e da sua proposta irreverente de narrativa, marca ambas histórias.

Batman: O Cavaleiro das Trevas – Edição Definitiva” é uma edição que consegue, apresentar uma história surpreendente e interessante, além de uma nova forma de se contar histórias em meio ao mundo dos quadrinhos, inovando na fórmula de intensidade e adrenalina encorpada a uma linguagem que foi essencial para fazer do Batman o ícone que ele é hoje. De fato, é uma edição digna da leitura e, principalmente, de se ter na coleção.

Quer ler “Barman: O Cavaleiro das Trevas”? Compre seu exemplar aqui! 

E aí, curtiu?

Escrito por Isaias Setúbal

All I hear is doom and gloom. And all is darkness in my room. Through the night your face I see. Baby, come on. Baby, won't you dance with me?

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

Razer anuncia novos laptops gamer Blade na CES 2022

Dotemu divulga documentário dos bastidores de ‘Windjammers 2’