HQ do Dia

Três Buracos

Nós vivemos em parte fechados a nossa própria arte e até podemos negar, porém parece que temos mais apreço para o que vem de fora e com quadrinhos não é diferente. Esquecemos de valorizar a qualidade que podemos receber se prestarmos atenção para essas oportunidades. “Três Buracos” define com excelência se repararmos nas surpresas que nossos artistas podem oferecer aos nossos olhos.

Escrito e ilustrado pelo paraibano Shiko, “Três Buracos” é um lançamento da editora Mino. Ele também foi responsável pela graphic MSP “Piteco – Ingá” e da adaptação em quadrinhos do clássico de Rachel de Queiroz, “O Quinze”. Sem esquecer de seu antigo trabalho autoral “Lavagem” também publicado pela editora Mino, e que o consagrou na cena dos quadrinhos nacionais. “Três Buracos” comprova a qualidade excepcional em produzir boas histórias alinhadas a uma arte inesquecível.

HQ do Dia | Três Buracos

Cena de “Três Buracos”

Somos apresentados a uma cidade no interior do Nordeste chamada Três Buracos. Três coisas a mantém viva: o garimpo, o puteiro e o cemitério. Nenhum caso de morte por velhice ou saúde, mas é nos roubos e assassinatos que a maioria vão para vala. Nesta terra perdida de Deus, um delegado tenta manter as leis e a sanidade geral punindo severamente quem pega o que não é seu, especialmente aquilo que está destinado ao patrão.

Leia mais: HQ do Dia | Aurora na Sombras

Certo dia, até mesmo o delegado cai nas graças do desejo quando encontra uma das maiores turmalinas, porém ele se nega a entregar ao patrão e a esconde para nunca ser encontrada. Esta atitude o sentencia a morte. A cidade parece viver uma maldição pelo afastamento do único capaz de ditar as regras e sua filha Tânia, é a única que permanece no garimpo durante os anos.

HQ do Dia | Três Buracos

Cena de “Três Buracos”

Mas sua vida é medíocre e precária, o pouco que ganha nem chega a ser suficiente para conseguir sobreviver. A chance de mudar de vida está em encontrar a turmalina “perdida”, uma busca que ela faz sem precedentes. Mas com a chegada repentina de seu irmão Canhoto que estava foragido, as coisas se tornarão ainda mais complicada e o ambiente mais hostil.

Nesse lugar sem visões e que não parece existir caminhos plausíveis, todos estão perdidos em sua própria solidão, seja pelo espaço vasto e deserto ou dentro de si mesmos. Vazios e com falta de expectativas se apoiam a desejos, vontades e ganâncias, algo que os façam escapar de corpo e alma do existencial.

HQ do Dia | Três Buracos

Cena de “Três Buracos”

O real e as alucinações transformaram a mente da pobre Tânia, a moça ficou dependente do seu passado ao acreditar que o pai deixou a maldição na cidade. Ela mesmo não enxerga que seu subconsciente é a verdadeira prisão, a turmalina é apenas uma escapatória, mas irreal e nunca alcançada, a única certeza é a morte que a finalmente a levará a paz que tanto almeja.

Leia mais: HQ do Dia | Intrusos

Os buracos não estão contidos apenas na cidade, mas são uma total reflexão aos três protagonistas, tão perdidos no fundo de si que negam sua própria razão. Shiko transparece essa visão no decorrer de cada página com críticas da vida nordestina e do garimpo misturadas com um faroeste tupiniquim onde a lei do mais forte sobrevive. E isso não apenas fisicamente, mas mentalmente também. Aqui, nada caminha a exatidão e felicidade, sobra apenas a realidade dura e dolorida.

HQ do Dia | Três Buracos

Cena de “Três Buracos”

Shiko demonstra não apenas um grande atrativo em seu roteiro, mas a arte é capaz de transmitir um conjunto ao enredo e até mesmo em certos momentos a ausência de textos fortalece a construção dos traços. O preto e branco é um definitivo para o clima do vazio e da perda de esperança dos personagens presos em seus buracos perdidos.

“Três Buracos” deve ser lida e valorizada no decorrer de cada página, os olhos devem adentrar suas entrelinhas para respeitar o conteúdo em sua total absorção, uma história atrativa e significativa e de fabricação própria. Aliás, uma história real sobre os interiores dele. Resta dizer que este é um dos melhores quadrinhos que tive a oportunidade de ler em 2019.

Se você ficou interessado, “Três Buracos” está à venda nas melhores livrarias, por um excelente preço, e você pode ajudar o Proibido Ler comprando seu exemplar por meio do link abaixo. 


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.