in

A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino

Orange Is The New Black é uma das melhores séries de televisão da atualidade por inúmeros motivos, e seu sucesso é o que encaminha o seriado para sua terceira temporada, com estreia prevista para 2015. Entre os diversos temas abordados no roteiro, como homossexualidade, transsexualidade, abuso sexual e etc, há um, em particular, que vem chamando minha atenção a cada aparição pública das atrizes: o quanto a diversidade mostrada pela série da Netflix é importante.

“Como assim, diversidade?”
Acredito que Orange Is The New Black tenha um dos elencos mais diversificados da televisão internacional. Até mesmo por abordar o cotidiano de uma penitenciária feminina, foi preciso buscar mulheres bem longe dos padrões hollywoodianos. Dentro da prisão, as mulheres procuram suas iguais e andam em grupos, ou seja, o grupo das afro-descendentes, das latino-americanas, das caucasianas, das idosas e assim por diante.

A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino

Acontece que as mulheres de Orange Is The New Black não se destacam pela diversidade somente em seus tons de pele e/ou sotaques. Elas também são gordas, magras, baixas e altas. Suas peles não são perfeitas e desconfio que elas sequer usem maquiagem para gravar as cenas na prisão (ou muito pouca), já que é comum perceber olheiras, rugas, espinhas e imperfeições em seus rostos. Cabelos desgrenhados, corpos nem um pouco valorizados pelo uniforme bege (que mais parece um pijama) e dentes que não agradam aos olhos também fazem parte da lista.

A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino

Você deve estar se perguntando agora “por que tudo isso seria importante?”. Fácil explicar!
Quando conhecemos as atrizes de Orange Is The New Black, não é como se fosse aqueles filmes onde uma atriz belíssima que já sabemos o quanto é maravilhosa, se maquia de forma que fica irreconhecível. As detentas são, na verdade, as atrizes de cara limpa – e várias dessas atrizes são novatas. Somos apresentados a elas do jeito que elas são: ao natural, com pouca ou sem nenhuma maquiagem, com o cabelo arrumado do jeito que der, com uniforme da prisão e tudo mais.

E acabamos nos apaixonando por cada uma delas e suas histórias de vida.

Eu só percebi o quanto essa diversidade toda é importante, principalmente nas questões raciais e padrões de beleza, quando a série ficou famosa e começou a ser indicada a premiações. Quando as atrizes chegavam, todas produzidas, maquiadas e trabalhadas no salto para desfilar no tapete vermelho, estavam maravilhosas! E isso porque assim como eu e todas as mulheres do mundo (incluindo as atrizes internacionais cuja beleza parece inalcançável), são pessoas normais.

Pessoas que são bonitas sem maquiagem ou produção, mas com umas horinhas no salão de beleza, o vestido e o sapato certo, podem se sentir maravilhosas – não interessa seu tom de pele, suas medidas ou sua nacionalidade. As imagens falam por mim:

A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Vee Parker ( Atriz: Lorraine Toussaint)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Nicky Nichols (Atriz: Natasha Lyonne)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Tasha “Taystee” Jefferson (Atriz: Danielle Brooks)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Maritza Ramos (Atriz: Diane Guerrero)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Tiffany “Pennsatucky” Doggett (Atriz: Taryn Manning)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Sophie Burset (Atriz: Laverne Cox)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Brook Soso (Atriz: Kimiko Glenn)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Janae Watson (Atriz: Vicky Jeudy)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Gloria Mendonza (Atriz: Selenis Leyva)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Leanne Taylor (Atriz: Emma Myles)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Alex Vause (Atriz: Laura Prepon)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Piper Chapman (Atriz: Taylor Schilling)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Suzanne “Crazy Eyes” Warren (Atriz: Uzo Aduba)
A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Poussé Washington (Atriz: Samira Wiley)

De todos os talentos que da série, chamo a atenção especialmente para a atriz Dascha Polanco, que vive a personagem Dayanara “Daya” Diaz. Mesmo como detenta, sem acesso a produtos de beleza e com um corpo que foge totalmente aos padrões de beleza da sociedade, ela não só conquistou o coração de dois policiais, como de todo o público. Você que assiste a série, responda: é possível não se apaixonar pela Daya?

A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino
Dayanara “Daya” Diaz (Atriz: Dascha Polanco)

Mas fora da sua personagem ela vai mais longe. Dascha usa e abusa de sua beleza natural, não esconde suas curvas avantajadas, ao contrário, procura roupas dêem o devido destaque a seus atributos. Pinta o cabelo, repinta, se maquia, é vaidosa ao extremo, mas todos nós conhecemos a Dascha de “cara limpa”, e sabemos que ela é linda.

A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino

A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino

“Por que isso é importante?”
Ao longo da vida, meninas crescem sendo ensinadas a seguir um padrão de beleza surreal. Se uma menina tem o corpo da Dascha Polanco, por exemplo, ela é ensinada que deve emagrecer até alcançar o corpo das modelos da Victoria’s Secret. Sempre foi assim.

O fato de Orange Is The New Black trazer tantas mulheres diferentes às telas de nossas televisões, e nos dar a oportunidade de vê-las sendo maravilhosas no tapete vermelho sem precisar emagrecer ou se encaixar em algum padrão imposto, é um sinal verde para que cada vez mais meninas e mulheres aceitem seus corpos como eles são.

Mais do que isso, quando as atrizes de Orange Is The New Black mostram-se maravilhosas em eventos, fazendo todos ficarem de queixo caído, é como se mandassem uma mensagem muito clara às mulheres que estão em casa: “Levante-se! Seu rosto, seu cabelo e seu corpo são lindos, basta você enxergá-los desta forma, que todos ao seu redor também enxergarão.” (NÃO ME ENTENDA MAL: essa NÃO é uma meta a se alcançar pelos outros, se tem alguém que deve se sentir satisfeita, bonita, maravilhosa, poderosa e destruidora com seu próprio corpo e beleza, é VOCÊ MESMA – os outros são apenas um reflexo de como você se sente em relação a si)

A diversidade de Orange Is The New Black é importante para o público feminino

Obrigada, Orange Is The New Black.

Leia mais Textões da Louise

E aí, curtiu?

Escrito por Louise

Amo, respiro e me alimento de quadrinhos, acho completamente normal se envolver emocionalmente com personagens de séries e filmes, e já vou avisando: NÃO MEXA COM MEUS HERÓIS!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

HQ do Dia | Star Wars #1

Mr. Holmes | Entenda o Sherlock que Ian McKellen viverá no cinema