A Máfia no Cinema – Parte 2

Filmes sobre o crime organizado

Antes de qualquer coisa, leia a primeira parte desta série: A Máfia no Cinema – Parte 1 | O Poderoso Chefão

O crime organizado é feito de variações. Nem sempre “Máfia” é algo relacionado ao sangue, ao menos nos Estados Unidos. Nem todo gângster é mafioso, mas todo mafioso é gângster. Complicado de entender? Isso porque aqui no Brasil, associa-se a máfia aos italianos, mas existe a máfia japonesa, russa, entre outras. E isso tudo, sem contar os gângsteres (na maioria das vezes).

O gângster é aquele que faz parte uma sociedade criminosa, assim como o mafioso. Por tal motivo, seria injusto separar essa lista que está repleta do melhor das “quadrilhas” no cinema. Generalizando o termo, para não perder essa linha de pensamento. Começo a lista com um filme que, no Brasil, não é considerado de gângster, mas em outros países está no topo das listas do crime organizado:

Cidade De Deus (2002) – Fernando Meirelles

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Alguns dizem que a violência é em excesso, se esquecendo de ver e avaliar primeiro. No longa, a violência foi o tema forte pra chamar atenção e ter roteiro, fotografia e iluminação concisa para um filme que não é só brasileiro e de violência, mas deve ser reconhecido como um ótimo trabalho cinematográfico. Buscapé (Alexandre Rodrigues) é um jovem pobre, que vive na Cidade de Deus, favela carioca conhecida por ser um dos locais mais violentos da cidade. Amedrontado com a possibilidade de se tornar um bandido, ele acaba sendo salvo de seu destino por causa de seu talento como fotógrafo, o qual permite que siga carreira na profissão. É através de seu olhar atrás da câmera que ele analisa o dia a dia da favela onde vive e muda sua história. Não é porque é um longa brasileiro que retrata o crime, a favela, a marginalização, que não seja sobre gângsteres.

Desafio no Bronx (1993) – Robert De Niro

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: A Bronx Tale

Eu esperava uma história de gângsteres comum, mas o que se vê é uma história muito bem trabalhada e Robert de Niro mostrando que além de atuar maravilhosamente, também tem talento para direção. Bronx, 1960. Um garoto de nove anos (Francis Capra), filho de um motorista de ônibus (Robert De Niro), testemunha um assassinato cometido pelo principal gângster do bairro (Chazz Palminteri), mas quando a polícia o interroga ele não delata o criminoso. A partir de então surge uma amizade entre os dois, que seu pai não aprova, pois não quer ver o filho envolvido com um criminoso. Mas através dos anos este vínculo cresce e algo, sendo impossível de ser impedido ou controlado.

Era Uma Vez na América (1984) – Sergio Leone

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: Once Upon a Time in America

O filme que encerrou a careira de Sergio Leone, e que muitos dizem ter sido a causa de sua depressão (a obra prima dele não sendo reconhecida imediatamente). O longa se passa na década de 20, David Aaronson (Robert De Niro) e Maximillian Bercouicz (James Woods), são dois amigos de descendência judaica, que crescem juntos cometendo pequenos crimes nas ruas do Lower East Side, Nova York. Gradualmente estes crimes assumem proporções maiores e a Máfia judaica passa a ter tanta força que os amigos do passado se tornam rivais. Esta saga percorre desde seus dias de infância, atravessa o apogeu durante a Lei Seca e retrata o reencontro deles após 35 anos.

Scarface (1984) – Brian De Palma

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Um marco cheio de energia e esplendor do cinema norte americano, já que uniu o talento de três nomes imortais: Al Pacino, Oliver Stone e Brian De palma, para criar uma modernização de um clássico de gângster de Howard Hawks. Um criminoso cubano exilado (Al Pacino) vai para Miami e em pouco tempo está trabalhando para um chefão das drogas. Sua ascensão na quadrilha é meteórica até que acontecimentos mudam a história.

Estrada Para Perdição (2002) – Sam Mendes

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: Road to Perdition

Baseado na HQ: On The Road To Perdition.

São os tempos difíceis da depressão econômica. Em meio a um turbilhão de álcool e sangue e um vendaval de armas, suborno e gângsteres, destaca-se a perícia de um assassino. Seu nome é Michael O´Sullivan e ele é conhecido tanto por aliados quanto por inimigos como “O Anjo da Morte”. Aonde quer que vá, emudece a todos, deixando um rastro de medo e cautela.

O roteirista Max Allan Collins ganhou por duas vezes o Prêmio Shamus de Escritores de Histórias de Detetive por seus romances True Detective e Stolen Away. O premiado ilustrador Richard Piers Rayner levou quatro anos para concluir ESTRADA PARA PERDIÇÃO, esforço que resultou em algumas das imagens gráficas mais realistas dos anos 30.

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

O longa conta a mesma história da HQ, alguém que estava no lugar errado e na hora errada. O homem que não deveria estar lá. Mas no momento em que o filho presencia um brutal assassinato, as vidas do menino e do pai gangster são completamente arruinadas. Eles são perseguidos pela Máfia a quem dedicaram a vida. Tom Hanks e Paul Newman juntos, não tinha como dar errado.

O Pagamento Final (1993) – Brian de Palma

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: Carlito’s Way

O último grande filme de máfia que De Palma criou, e também uma das grandes atuações de Al Pacino e um veículo de ascensão para Sean Penn, além de ser maravilhosamente roteirizado por David Koepp. Depois de realizarem um dos filmes maiores sucessos do cinema, a dupla De Palma e Pacino voltam ao sangrento mundo dos gângsteres. O advogado David Kleinfeld (Sean Penn) tira o gângster Carlito ‘Charlie’ Brigante (Al Pacino) da cadeia usando uma brecha na lei. De volta às ruas, Carlito sabe que gastou sua sorte e quer andar na linha pela primeira vez na vida. Seus planos mudam quando o advogado reaparece oferecendo uma proposta.

Bugsy (1991) – Barry Levinson

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Em Nova York, dois sócios de Bugsy Siegel (Warren Beatty) tentam descobrir uma maneira de participar dos lucros da Costa Oeste e mandam Bugsy para Los Angeles para dividir o espaço com o chefão local. Mas esta viagem, prevista para durar quatro dias, leva a vida toda, pois ele se apaixona pela cidade, pelos filmes e, principalmente, por Virginia Hill (Annette Bening). Em pouco tempo conquista a atenção de todos através da violência ou do seu sorriso. Fazendo de tudo por sua amada, ele tem o sonho de construir um luxuoso hotel-cassino em pleno deserto de Nevada, que daria origem à futura Las Vegas, mas esta inspiração aparentemente abençoada foi o início do seu fim, pois enfrentando vários problemas durante a construção do cassino sua credibilidade é gradativamente destruída.

Os Infiltrados (2006) – Martin Scorsese

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: The Departed

Martin Scorsese dirigindo Leonardo DiCaprio, Jack Nicholson e Matt Damon, preciso realmente falar algo?

A polícia trava uma verdadeira guerra contra o crime organizado em Boston. Billy Costigan (Leonardo DiCaprio), um jovem policial, recebe a missão de se infiltrar na máfia, mais especificamente no grupo comandado por Frank Costello (Jack Nicholson). Aos poucos Billy conquista sua confiança, ao mesmo tempo em que Colin Sullivan (Matt Damon), um criminoso que foi infiltrado na polícia como informante de Costello, também ascende dentro da corporação. Tanto Billy quanto Colin sentem-se aflitos devido à vida dupla que levam, tendo a obrigação de sempre obter informações. Porém quando a máfia e a polícia descobrem uma informação que não deveriam, a vida deles corre perigo.

22 Balas (2010) – Richard Berry

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: L’immortel

Jean Reno não costuma decepcionar, e dessa vez não é diferente. Depois de anos vivendo fora da lei, Charly Mattei (Jean Reno), resolveu nos últimos três anos se dedicar a família e viver harmoniosamente com sua esposa e seus dois filhos pequenos. No entanto, em uma manhã de inverno ele é encontrado em um estacionamento com 22 balas no corpo e apesar de muitos acreditarem que ele havia morrido, Charly misteriosamente sobrevive. Agora ele sai à caça de Tony Zacchia (Kad Merad), o único homem que se atreveria a tentar matá-lo. Zacchia cometeu apenas um erro: ele falhou.

Donnie Brasco (1997) – Mike Newell

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Johnny Depp dá conta do recado do lado de Al Pacino. O companheirismo e a relação quase paternal que passa a existir entre eles contribui para que nos importemos com suas vidas e com os caminhos que os dilemas encarados por Donnie o conduzirão. Mike Newell, faz um filme de máfia “leve” para os padrões do gênero, usando a violência gráfica pontualmente, investindo mais no desenvolvimento dos personagens. Nos anos 70, policial (Johnny Depp) usa o nome de Donnie Brasco para infiltrar-se entre mafiosos. Um criminoso mais velho (Al Pacino) o toma sob sua tutela, ensinando-lhe os caminhos do crime.

Gomorra (2008) – Matteo Garrone

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Um filme que desmistifica a imagem do glamour mafiosa construída por Hollywood, mostra a verdade brutal e sangrenta da máfia napolitana, uma das mais sangrentas e lucrativas da Itália atual. Toto (Salvatore Abruzzese) tem 13 anos e trabalha como mensageiro de um grupo de traficantes de drogas e armas. Pasquale (Salvatore Cantalupo), alfaiate contratado secretamente por chineses para formar operários, descobre subitamente que sua vida corre perigo. Don Ciro (Gianfelice Imparato) é responsável por levar dinheiro a famílias cujos membros estão presos ou mortos. Como eles, outros tantos habitantes de Nápoles e da região da Campanha têm suas vidas regidas pela Camorra, a tradicional máfia local que alimenta uma espiral de violência sem fim.

Gangues de Nova York (2002) – Martin Scorsese

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: Gangs of New York

O filme é muito bem feito e envolvente (apesar de longo) retrata a história de como surgiu as gangues em Nova York. Em 1840, o jovem Amsterdam (Leonardo DiCaprio) busca se vingar de William “The Butcher” Cutting (Daniel Day-Lewis), o assassino de seu pai (Liam Neeson), que era o líder da gangue Dead Rabbits. Em sua jornada Amsterdam acaba se tornando amigo e homem de confiança de William, apaixonando-se também por Jenny Everdane (Cameron Diaz), uma bela jovem que é integrante de uma gangue rival.

Vale muito pela atuação de Day-Lewis que esteve muito bem no seu papel, interpretou muito bem o seu personagem Bill o açougueiro. Enredo de primeira qualidade, baseado em fatos reais relacionados à existência das gangues e ao clima político e social que levou ao motim de 1863.

Império do Crime (1991) – Michael Karbelnikoff

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: Mobsters

Luciano, Costello, Lansky, Bugsy, Rothstein, Capone, todos em único filme. O filme narra a história de quatro amigos (Charles “Lucky” Luciano, Meyer Lansky, Bugsy Siegel e Frank Costello) de Nova Iorque, que entram no mundo do crime organizado, espalhando terror, tomando conta do lado leste da cidade. Enquanto o seu império do crime cresce, eles têm que lidar com suas diferentes opiniões em relação à maneira como os negócios tem de ser conduzidos.

Os Intocáveis (1987) – Brian De Palma

untouchablest

Título original: The Untouchables

O filme lançou Kevin Costner ao estrelato, vivendo o incorruptível policial Eliott Ness. Na Chicago de 1930, onde vigora a Lei Seca, Ness organiza um grupo de policiais (que se denominam intocáveis) e parte para combater Al Capone (Robert De Niro) e sua quadrilha de gângsteres. O toque da câmera muito móvel e inquieta de Brian De Palma, mestre em provocar emoções e conduzir o espectador para onde ele desejar.

Ajuste Final (1990) – Joel Coen

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: Miller’s Crossing

O longa possui um roteiro bem escrito e com saídas ótimas, conforme as reviravoltas se apresentam. Nesse terceiro projeto, os irmãos Coen voltam a empregar o estilo de filmagem noir presente desde o seu primeiro filme, bem como o gosto para a violência. O longa também traz referências ao clássico “O Poderoso Chefão”, evidentes numa das cenas iniciais, em que Johnny Caspar aparece fazendo um pedido ao gângster Leo; além da semelhança de nomes entre os personagens Tom Reagan e Tom Heagen que, inclusive, desempenham a mesma função consigliere dentro da máfia. Outro destaque no filme é a atuação de John Turturro. 1929. Leo (Albert Finney) é um veterano gângster irlandês, que detém o controle do lado leste da cidade. Para cuidar dos afazeres corriqueiros ele conta com Tom Reagan (Gabriel Byrne), seu braço direito. Johnny Caspar (Jon Polito), que anda sempre com seu capanga. Eddie (J.E. Freeman), é o grande rival de Leo pelo controle da cidade. O império de Leo começa a ruir depois de uma descoberta.

Os Bons companheiros (1990) – Martin Scorsese

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: Goodfellas

Esse filme é erroneamente comparado ao “O Poderoso Chefão”. Enquanto o filme de Coppola aborda a vida de mafiosos no seu maior nível hierárquico, nesse vemos a “ralé” da máfia, onde os malandros buscam ascensão e onde ocorrem as mortes banais. Scorsese praticamente criou um subgênero dentro de outro gênero e o elevou ao extremo. Henry Hill (Ray Liotta) conta a sua história de garoto do Brooklyn, Nova York, que sempre sonhou ser gângster, começando sua “carreira” aos 11 anos e se tornando protegido de James “Jimmy” Conway (Robert De Niro), um mafioso em ascensão. Tratado como filho por mais de vinte anos, ele se envolve em golpes cada vez maiores e acaba se casando com Karen Hill (Loraine Bracco), sua amante. Impossibilitado de ser totalmente “adotado” pela “família”, o jovem ambicioso conquista prestígio, se envolve com o tráfico de drogas e ganha muito dinheiro, mas os agentes federais estão na sua cola e o seu destino pode mudar a qualquer momento. Com uma direção magistral, ótimo roteiro e grandes atuações, essa é uma das maiores obras do cinema.

O Gângster (2007) – Ridley Scott

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: American Gangster

Uma grande história de ascensão, apogeu e queda. Ridley Scott mostrando que ainda é capaz de fazer grandes filmes e Denzel Washington e Russell Crowe sendo uma ótima dupla. Início dos anos 70. O impacto da Guerra do Vietnã nos Estados Unidos é avassalador e a corrupção policial em Nova York é gigantesca. Com o aval de autoridades policiais a máfia trafica entorpecentes, sem ser ameaçada de verdade. Neste contexto ascende Frank Lucas (Denzel Washington), aprendiz de um dos maiores líderes negros do pós-guerra, que aproveita a morte de seu mentor para assumir a liderança do tráfico em Nova York, já que vende um produto mais puro e mais barato. Lucas logo torna-se uma celebridade na cidade, superando seus concorrentes no mercado em que atua. Mas Richie Roberts (Russell Crowe), um implacável detetive, resolve agir para desbaratar o negócio de Lucas.

Cassino (1995) – Martin Scorsese

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado

Título original: Casino

Um filme que em suas quase 3 horas de duração, retrata com bastante autenticidade a influência da Máfia nos Cassinos de Las Vegas durante os anos anos 70 e início dos anos 80. Um retrato de Las Vegas é criado através de três personagens centrais: um especialista em garantir a integridade do cassino, por meios bons ou maus (Robert De Niro), uma prostituta (Sharon Stone) e um gângster recém chegado à cidade (Joe Pesci). Indicado ao Oscar de Melhor Atriz – Sharon Stone. História baseada na vida do chefe de cassino Frank “Lefty” Rosenthal.


Como deu para notar, Scorsese e Brian de Palma são grandes criadores de filmes mafiosos, e quiçá até os pais desse “gênero” consagrado na sétima arte (perdendo apenas para Francis Coppola). Al Pacino apareceu muito por aqui, assim como Robert De Niro, que além de atuar, dirigiu (isso sem contar os filmes dele que não inclui: Máfia no divã 1 e 2). E por falar neles… The Irishman é a nova promessa do cinema, dirigido por Scorsese, com Al Pacino e Robert De Niro, sem data prevista para produção. Eu tiro o chapéu para esses três.

A Máfia no Cinema – Parte 2 | Filmes sobre o crime organizado
Espero que tenha gostado dessa lista mafiosa. Comente quais filmes acha que faltou, ou cale-se para sempre.

VEJA TAMBÉM: Curiosidades sobre a série “Família Soprano” (1999)


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.