Por que deixamos Shonda Rhimes desgraçar nossas vidas com Grey’s Anatomy?

Hoje Grey’s Anatomy completa 11 anos, são 12 temporadas desgraçando vidas e corações.

Shonda Rhimes anda conquistando novos fanáticos pela série, mesmo depois de tantos anos, mas já deixou muitos corações despedaçados pelo caminho. 

Você já se perguntou: por que ainda insistimos em desgraçar nossa cabeça com Grey’s Anatomy? 

A resposta é longa! E de forma bem descontraída, evitando spoilers para os novatos, vou listar alguns motivos que identificam os principais pontos positivos dessa série que destrói vidas na mesma proporção que salva.

A forma como a medicina é abordada

O drama médico é a primeira obra prima de Shonda Rhimes. Retratando a vida de 5 internos em um programa cirúrgico, Grey’s aborda de forma inusitada a medicina. A trama é repleta de casos que nos surpreendem todas as semanas.

Com pouca ou muita carga emocional, torcemos pelos pacientes como se fossem nossos parentes saindo de um hospital. Olhamos para hospitais e médicos de outra forma. Encaramos erros e acertos médicos com um olhar diferente, sem aquela magia de House, onde nem precisa olhar para saber que é virose. E claro, nos sentimos residentes de medicina aprendendo a engatinhar.

A ambientação: entre elevadores e corações

Sem apelar para o lado espalhafatoso, Seattle Grace Hospital é o único lugar que realmente está em foco na série. Seus elevadores são o palco de uma grande peça, onde ninguém sabe em qual momento será seu ato final.

por-que-deixamos-shonda-rhimes-desgracar-nossas-vidas-com-greys-anatomy_2

Poucas histórias tem como pano de fundo um hospital e duram 11 anos, consegue imaginar o que nos prende? A trama e o próximo andar, sempre o próximo andar. Aquele que não sabemos onde vai dar, mas está lá.

M.A.G.I.C

por-que-deixamos-shonda-rhimes-desgracar-nossas-vidas-com-greys-anatomy_6
Sobre o verdadeiro clube dos cinco e seu universo

Escrita e dirigida por Shonda Rhimes, a história da trama gira em torno de Meredith Grey, uma personagem que evoluiu absurdamente nessas 12 temporadas, interpretada pela atriz Ellen Pompeo.

Embora a série aborde muito mais Meredith, os personagens Cristina Yang, George O’Malley, Isobel Stevens e Alex Karev são peças chave em toda trama, muitas vezes até partindo o coração dos espectadores que se surpreendem com o desenrolar da história deles.

por-que-deixamos-shonda-rhimes-desgracar-nossas-vidas-com-greys-anatomy_5Os cinco personagens são completamente diferentes, Grey sendo a mais ingenua e apaixonada – inicialmente – e incapaz de ver como pode ser grande e brilhar sem as sombras de sua mãe, uma médica exemplar. Yang sendo uma mulher madura e focada no trabalho, um verdadeiro exemplo de girl power. O’Malley sendo doce e muito inseguro – também inicialmente – mostrando todo seu potencial no decorrer dos episódios e nos fazendo chorar como nenhum personagem é capaz, e Izzie (Isobel) uma modelo que prova diariamente que a aparência dela não diminui sua capacidade como profissional, mas que é preciso ter muito estômago para ser médico. Já Karev, é um dos personagens que mais crescem com os plot twists, além de ser um médico genial que muitas vezes não nota o tamanho do seu talento.

O quinteto conhecido como M.A.G.I.C, faz toda a diferença na história e na evolução dos personagens secundários. Tais como:

  • Derek Shepherd – McDreamy, um neurocirurgião brilhante, par romântico de Meredith, um tanto quanto megalomaníaco. Um dos personagens mais importantes da história, ao lado do quinteto, Derek conquistou e quebrou o coração dos fãs diversas vezes, de diversas formas, sendo talvez um dos maiores responsáveis pelo sucesso e pelo ódio dos fãs.
  • Miranda Baailey – Negra, gorda e poderosa, essa mulher sabe o que quer e dá um verdadeiro show de medicina e de força de vontade. Apelidada inicialmente de nazi, pelo seu autoritarismo, ela não brinca em serviço.
  • Richard Webber – Diretor do hospital, médico brilhante e ex alcoólatra, ele nos prova que para ser líder é preciso de muito mais coragem do que se imagina, é preciso também agir feito pai.
  • Preston Burke – Um homem capaz de tudo para obter sucesso, verdadeiro competidor e mestre.
  • Addison Montgomery – Ex que todos sonham! Você não consegue odiar essa mulher, mesmo sabendo quem ela é. Maravilhosa, competente e madura, ela ganhou sua própria série: Private Practice.
  • Callie Torres – Uma personagem bissexual, intensa e absurdamente forte, que de secundária chegou ao protagonismo.
  • Arizona Robbins – A prova que um rosto angelical não prova o que uma pessoa é e do que ela é capaz de fazer para sobreviver e vencer. A pediatra lésbica é muito mais do que aparenta.
  • Lexie Grey – Doce, memória fotográfica e coração de ouro. Poucas vezes você vai encontrar pessoas assim na vida, mas quando encontrar: agarre.
  • Sloan – Um garanhão que ataca na cirurgia plástica e mostra que um rosto bonito não é sua maior qualidade, e que a estética é apenas um detalhe perto da satisfação de fazer alguém feliz.
  • Owen Hunt – Soldado, ex combatente de guerra com estresse pós traumático, personagem que cresce absurdamente e também se torna protagonista meio que “sem querer”.
  • April Kepner –  Uma das grandes surpresas da série, a moça religiosa fervorosa e virgem, surpreende o público com sua evolução e com sua capacidade de se meter em situações inusitadas.
  • Jackson Avery – O playboy, um cara que tem tudo para ser um riquinho mimado mas escolhe ser um grande médico e homem.
  • Amelia Shepherd – Uma ex-viciada em drogas, temperamental, irmã de Derek e atuante na mesma área. Uma mulher frágil e temperamental.
  • Maggie – Uma das surpresas da trama, cardiologista brilhante e determinada.por-que-deixamos-shonda-rhimes-desgracar-nossas-vidas-com-greys-anatomy_3
    Esses são apenas alguns personagens chaves, quem sabe assim você se interesse pela história.

A capacidade de sobreviver entre perdas e danos

Sim, o elenco sofre alterações brutais e, até mesmo cruéis, falando do meu ponto de vista de fã. Mas quem disse que esse é um motivo para deixarmos de assistir? A gente engole seco, finge que nada aconteceu e tenta superar todas as dificuldades como se fosse nossa própria vida, nossa própria queda e não uma série.

Não importa o quanto você se apegue à um personagem, ele pode partir a qualquer momento, das formas mais inusitadas, assim como um bom amigo. Principal ou secundário, Grey’s é feito de pessoas, para pessoas e por pessoas. E pessoas adoram fazer o quê? Entrar e sair das nossas vidas, marcando para sempre nossa história.

por-que-deixamos-shonda-rhimes-desgracar-nossas-vidas-com-greys-anatomy_11

Shonda Rhimes nos prende em sua história e nos torna parte dela, como se estivéssemos lendo um diário que sempre surpreende. E por falar nisso… É plot twist pra tudo quanto é lado!

Se você pensa que a coisa acalmou e está tudo bem, prepare-se para desgraçar sua mente. Shonda Rhimes não tem pena e nem mede esforços para fazer e sua história um verdadeiro retrato da vida real: cruel e fortalecedora. A gente ri, chora, se descabela, nega, mas no fim das contas encara e segue em frente. Afinal, a vida real é feita disso.

Trilha sonora e Season finale de matar

Grey’s é uma das séries com a trilha sonora mais variada. Com músicas marcantes, Where Does the Good Go, Chasing Cars ou How To Safe a Life nunca mais serão escutadas sem partir seu coração. Elemento chave na história, todos os títulos dos episódios levam o nome de uma música.

Além disso, a season finale é sempre um tiro certeiro no coração. Shonda é expert em fazer você duvidar da sua sanidade, destruir sua vida, te dar esperanças e te deixar sem chão, é tiro que não acaba mais. Prepara os lenços porque sem chorar você não fica. E se não chorar, tem menos coração que ela e pode assistir GOT tranquilamente.

Tequila e uma pessoa: tudo que você precisa para ser feliz

por-que-deixamos-shonda-rhimes-desgracar-nossas-vidas-com-greys-anatomy_8

Grey’s Anatomy nos mostra através de Yang e Grey que amizade é tudo, e se você achar uma pessoa melhor que um copo de bebida, você tem tudo para ser feliz.

Uma é o porto seguro da outra, embora ambas vivam bem sozinhas. A amizade delas é inusitada e tão verdadeira que chega a sangrar em determinados momentos.

Shonda FUCKING Rhimes!!!

por-que-deixamos-shonda-rhimes-desgracar-nossas-vidas-com-greys-anatomy_7

A criadora de Greys, Scandal e How to Get Away With Murder não é brincadeira não. A fórmula do sucesso de Shonda é feita de protagonistas mulheres bem-sucedidas, sendo várias delas negras. Ela bate na tecla de relações inter-raciais e homoafetivas, sem forçar a famosa barra de estereótipos.

Diálogos rápidos, personagens fortes e capazes de mudar radicalmente da noite para o dia, tudo que Shonda toca vira ouro. Nessa trama não existe espaço para preconceitos e machismo, inclusive se você for preconceituoso e machista pode ser demitido, não importa seu papel.

por-que-deixamos-shonda-rhimes-desgracar-nossas-vidas-com-greys-anatomy_4

A escolha do elenco também interessante, Shonda já fez testes sem olhar o rosto da pessoa. Ela sempre escolhe pessoas fora dos padrões para os papéis e nunca julga um ator por sua aparência.

Shonda é uma das mulheres negras mais famosas da atualidade, tendo emplacado recentemente com HTGAWM, com a atriz Viola Davis como protagonista. Se você se viciou em uma, a outra irá te encantar.


Eu poderia dar muitos motivos para você assistir Grey’s, mas Shonda faz isso muito melhor do que eu. Uma temporada e pronto, você está viciado e pronto para assistir as outras doze com coração na mão. Com pelo menos 24 episódios cada, sua vida social e sua cabeça estarão arruinadas e você dançara sozinho quando o mundo cair.

por-que-deixamos-shonda-rhimes-desgracar-nossas-vidas-com-greys-anatomy_10

Aos novatos: boa maratona e preparem o lenço, Shonda está pronta para desgraçar suas vidas. Aos fãs, peço encarecidamente: EVITE SPOILERS NOS COMENTÁRIOS. Eu também me segurei, 007, mas se falar sobre determinado personagem, identifique que contém spoilers para a pessoa não querer te matar. Afinal, os coleguinhas tem direito de sofrerem na hora certa e eu fiz de tudo para ser legal e não divulgar nada.

Espero que tenham gostado da minha homenagem e que seja um ótimo dia para salvar e desgraçar vidas.


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.