in

O Manifesto Paspalhista

Cocococococococoricó!!

O que é isso? é o galo gago, anunciando mais um post deste que vos fala!

O Manifesto Paspalhista
Conde Paspalho te observando

Sobre o que vai ser esse post? Não sei ainda, vou pensando. Em alguma coisa isso vai dar.

Bom, se você chegou aqui agora, você não sabe quem sou eu, se você chegou antes também não sabe, porque ninguém lê o nome dos autores dos blogs, no máximo lê as manchetes. O trabalho do redator é um trabalho ingrato, você assiste à filmografia do Nicolas Cage, faz uma lista com os melhores filmes do Nicolas Cage, daí não leem porquê tá muito grande.

O Manifesto Paspalhista
O melhor ator do mundo (Nicolas Cage) em ação!

Esse aqui é o manifesto paspalhista, vai ser o titulo do post, Manifesto Paspalhista. Pra quem não sabe o meu Twitter é @Conde_Paspalho, e até que faria sentido eu mudar meu nome aqui pra isso também, já que há um bom tempo eu não faço um post sério.

Eu queria falar de politica aqui, mas eu tenho preguiça. Se tem uma coisa que eu tenho preguiça, essa coisa é politica. Eu odeio politica, odeio mesmo, é porque eu odeio que eu penso tanto nela, sem contar que o Brasil obriga a gente a pensar nisso.

Vocês são muito violento, não tem uma graça na vida, tudo quer fuzilar, calma, toma um chá, um xarope, não sei.

Aqui na minha cidade tem um bar, O Bar dos Xaropes. É um nome interessante.

Nem tudo precisa de explicação, nem tudo precisa de palestrinha. Quer palestrar? Guarda pra você. Ninguém gosta de palestrinha.

Leia mais: HQ do Dia | Intrusos

O Manifesto Paspalhista
Quem dera ser um peixe

As pessoas são inteligentes quando querem, que nem os peixe. Quando os peixe não quer ser inteligente, eles se mata. Entendeu aqui o que eu to falando? Deixa esse orgulho de lado. Começa a ficar feliz com a alegria dos outros. A alegria é pra contaminar, é pra deixar contaminar.

Se a pessoa for diferente de você, deixa ela. Quer gente igual compra um espelho.

Eu tenho que falar de coisa geek aqui né? Pois é. Uma coisa que eu não entendo é o gamer capitalista. Opa, falei. Ah, ninguém lê isso aqui mesmo.

Leia mais: Armadilhas do Coringa, acertos de Watchmen e o tal do chato

O Manifesto Paspalhista
Kojima san

A Konami, a grandiosissima Konami, ta fazendo Pachinko, ta fazendo por quê? Porque dá dinheiro. Teu P.T, teu Silent Hill foda, teu Castlevania, tão tudo indo pro Pachinko. E você ai, tonto defendendo empresa.

Os jogos AAA, são tudo o mesmo jogo! De vez em quando sai alguma coisa diferente e boa, gostosa. Os jogos indie, gostoso demais, só que o indie precisa comer, se não ele morre, então ele fica louco pra estourar com alguma coisa, e começa a copiar um estilo que foi consagrado. O capitalismo mina a ousadia, e a gente sem ousadia não vai pra frente.

Chega, não vou falar disso não, eu tenho preguiça.

EU SÓ ACHO QUE é uma pena que tantas empresas boas como a SEGA tenham penado tanto, o Sonic, coitado, bateram tanto nele que ele virou isso aqui.

Leia mais: Rodrigo Moreno: ‘eu carregava meu Falcon para onde eu ia’

O Manifesto Paspalhista
“Me trocaram e eu nem sei o motivo”

Depois de reclamarem até refizeram, mas vocês entenderam.

A concorrência é boa? É, mas se for saudável, uma concorrência que te mata é uma concorrência que exclui o diferente, e não é porque o diferente não vence que ele é ruim ou pior. Se o concorrente não vence numa industria, isso só quer dizer que ele apelou menos pro coração da maioria, mas ele ajudou a construir nossa história, e ele poderia continuar a construir nossa história. É o diferente que traz a evolução, quando o igual domina o tempo inteiro, as coisas ficam estagnadas.

Bom, acabei falando coisas aqui, eu nem sei se isso aqui vai pro ar? Será?

Enfim.

O Manifesto Paspalhista
Tô Ryno

“Nossa, mas você ta reclamando do capitalismo mas o site tem um monte de propaganda!”

Se não tiver propaganda o site não consegue se manter no ar. É aquela de “se não pode com eles, junte-se a eles”. No mais, faz o seguinte, entra nesse site um monte de vezes, mas não clica nas propagandas não, que daí eles precisam pagar a gente mas não ganham nada. É que nem cagar em horário de serviço.

Scorsese tá certo.

E aí, curtiu?

Escrito por Jefferson Venancius

Escritor, redator, roteirista e músico. https://conde.carrd.co

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

As Panteras (2019) | Aventura e diversão sem espaço para rivalidade feminina

Homem-Aranha: Longe de Casa (2019) | Steelbook do Teioso com arte inédita vem aí