Connect with us

Inscreva-se

Universo Falcon

Rodrigo Moreno: ‘eu carregava meu Falcon para onde eu ia’

Além de figuras de ação, ele também coleciona memórias. Conheça a paixão de um dos maiores colecionadores do País pelo boneco Falcon

Era Natal de 1977 quando o boneco Falcon dominava as prateleiras das lojas de brinquedos pelo País. A versão brasileira dos G.I Joe (Hasbro) chegou aqui com o nome de “Comandos em Ação – Falcon”. O nome foi inspirado em um dos maiores volantes que o Brasil já viu jogar e que também foi técnico da Seleção Brasileira, Paulo Roberto Falcão, além da magia e poder que acompanha a ave de mesmo nome. 

À época, a Estrela fez um ótimo trabalho de marketing e divulgou o produto aonde podia. Teve propaganda em jornais, revistas especializadas, quadrinhos e TV sempre com a famosa chamada “A Estrela orgulhosamente traz para você: FALCON, o herói de VERDADE!”

Enquanto para as meninas havia Susis para brincar, os meninos finalmente ganharam uma opção à altura, o Falcon. Em um primeiro momento, a Estrela trouxe dois modelos sendo um moreno com barba e outro sem barba e, com o tamanho do sucesso das vendas, a família só aumentou. 

Chegou o Falcon loiro, acessórios como jipes e helicópteros e em 1979, chegou o “Olhos de Águia”.  Daí em diante, veio Falcon ruivo, o inimigo mortal do herói de verdade, o Torak, além de um carinha que se tornou muito raro por aqui, um amigo biônico do Falcon chamado Condor.

Esses três personagens mudaram a vida do paulistano e colecionador, Rodrigo Moreno.

Hoje com 43 anos, um dos maiores colecionadores de “hominhos” clássicos ou chamados de “vintage” e um dos maiores especialistas no assunto de brinquedos que marcaram época como nos anos 80 e 90, além de consultor de assuntos sobre Star Wars e professor da arte de manusear sabres de luz, conta como foi o seu primeiro contato com o boneco Falcon.

“Eu ganhei o meu primeiro Falcon, entre 1979/80, era um ‘Olhos de Águia’ que hoje chamamos de ‘Espião’, ele tinha um suéter amarelo e preto, foi a minha primeira figura de ação. Eu tinha entre 3 ou 4 anos de idade, e me lembro de carregá-lo para cima e para baixo em qualquer lugar onde eu ia, eu tenho uma lembrança maior do meu ‘segundo Falcon’ que na verdade era o seu inimigo, o ‘Torak’, no natal de 1981.”

Rodrigo Moreno: ‘eu carregava meu Falcon para qualquer lugar onde eu ia’

Da esquerda para direita: Saltador Fantástico, réplica do “Espião” – primeiro Falcon do Rodrigo -, e Turbocóptero.

Um brinquedo tem o poder tão grande de encantar uma criança, que a marca para sempre. Não importa a idade, sempre que o tal brinquedo passar diante dos olhos dela em uma foto, filme ou encontrando ele à venda seja em uma prateleira ou nos classificados de internet, a lembrança do momento em que colocou as mãos pela primeira vez nele vai bater forte. Com Rodrigo não é diferente.

“O Falcon é uma memória de infância e por ter sido um dos meus primeiros brinquedos, que me acompanhou até pelo menos o final dos anos 80, foi algo que me marcou bastante. É um item que marcou a história dos brinquedos no Brasil, e como colecionador, quis resgatar um pouco dessa memória, além de ter itens da coleção que eu não tive na época.”

Vida de colecionador é assim, além de resgatar memórias e momentos mágicos, há a chance de conseguir itens que não pôde ter quando criança. Com produtos novos no mercado como a Estrela tem feito há pelo menos dois anos, quando lançou o Falcon – Explorador em comemoração aos 80 anos de existência da empresa, nasce novos colecionadores e a chance e adquirir o item por um preço justo. 

Rodrigo Moreno: ‘eu carregava meu Falcon para qualquer lugar onde eu ia’

Da esquerda para a direita: Condor e Torak customizados por Fabio Burgos

“Eu acho incrível você ter um item que foi lançado há mais de 40 anos sendo relançado com praticamente todas as características do original, itens esses que eram super valorizados em sites de vendas, hoje você encontra disponíveis em lojas, assim como era  quando foram lançados.”

Rodrigo também coleciona figuras de ação de Star Wars, Transformers, He-Man e outros itens que fizeram a cabeça da garotada nas décadas de ouro. Mas entre todos os personagens citados, ele separa um lugarzinho especial para os Falcons.

“Eu tenho 15 figuras Falcon, eu não tenho um item mais raro, mas tenho um que não é muito fácil de se encontrar completo e original, o Roboy.”

Rodrigo Moreno: ‘eu carregava meu Falcon para qualquer lugar onde eu ia’

Da esquerda para a direita: Torak e Roboy fabricados nos anos 80

Desde 2017, a Estrela lançou 10 produtos da linha Falcon entre regulares e edições (ou “aventuras” como chamam os colecionadores) limitadas.

Você quer ter a sua história de colecionador publicada aqui? Mande um e-mail para: [email protected] e conte a sua paixão pelo herói de verdade.

Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

Escrito por

Jornalista, apaixonado por quadrinhos, filmes, séries e retrogames. Espero que você alcance o sétimo sentido em todos os âmbitos da vida.

Comentários
Advertisement
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

    Parceiros:

  • xvideos
  • Videos Porno
  • Xvídeos
  • filmes online
  • trechos de músicas
  • Ah Negão
  • xnxx
  • Acompanhantes BH
  • Acompanhantes Belo Horizonte
  • Videos Porno
  • X videos
  • Xvideos Porno
  • Porno Nacional
  • Pornô
  • acompanhantes sp
  • x videos
  • Mr Pornô
  • Xvideo
  • acompanhantes em sp
  • Acompanhantes Campinas
  • xvideos brasil
  • Relatos e Contos Eróticos
  • Filmes Pornô
  • Xvideos Brasileiro
  • ACOMPANHANTES SAO PAULO
  • acompanhantes são paulo
  • Acompanhantes ES

Proibido Ler - Since 2009 - Copyright © 2018 Jawn Theme.

Connect
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.