11 teorias da conspiração bizarras da cultura pop

O mundo pop é recheado das histórias mais fascinantes e, ano após ano, insiste em cada vez mais nos chocar com o que pode trazer de novo. De qualquer forma, todos já ouviram falar das inúmeras teorias da conspiração que permeiam a indústria do entretenimento. Quem nunca ouviu falar que Michael JacksonElvis Presley na verdade não estão mortos? Ou que Avril Lavigne na verdade foi substituída por um clone que não envelhece? É claro que as mais famosas pulam de boca em boca há vários anos, mas outras permanecem escondidas, esperando para serem descobertas e aumentarem nossas desconfianças acerca do que é verdade e do que não passa de uma mentira bem orquestrada.

Para tanto, separamos onze das teorias mais bizarras da cultura popular, algumas com provas assustadoras de tão verdadeiras que parecem, e outras que não podemos deixar de rir devido a tanto exagero. Confira abaixo e não se esqueça de deixar seu comentário!

A J.K. ROWLING QUE CONHECEMOS É, NA VERDADE, UMA ATRIZ

Quando a cineasta norueguesa Nina Grunfeld olha para a criadora de Harry Potter, J.K. Rowling, ela não vê uma das histórias de superação mais incríveis dos últimos anos, mas sim uma farsa. Grunfled postou sua teoria em um artigo de jornal que perguntava, “é realmente possível que uma pessoa consiga escrever seis livros traduzidos para mais de 55 línguas e que tenha vendido mais de 250 milhões de cópias em menos de dez anos?”. A cineasta responde que não. Para ela, o mais provável é que a mulher que conhecemos como Rowling é uma atriz contratada para ser o rosto da franquia construída por outros profissionais da literatura – ou talvez seja apenas inveja.

GEORGE LUCAS DIRIGIU O RETORNO DE JEDI

Depois de lidar com tanto a escrita quanto a direção de Star Wars, George Lucas deu um passo atrás das duas primeiras sequências da franquia. Irvin Kershner, antigo diretor de Lucas na Universidade da Califórnia do Sul, dirigiu O Império Contra-Ataca. Lucas, que se recusou a dirigir para que pudesse gastar sua energia e seu tempo construindo a LucasFilm no que ela é hoje, ficou irritado quando Kershner ultrapassou o orçamento e não respeitava o cronograma. Jurando não deixar aquilo acontecer de novo, o trocou pelo desconhecido cineasta galês Richard Marquand, que parecia estar mais disposto a ouvi-lo. Então Lucas tomou conta do projeto, passando bastante tempo no set de filmagens e controlando as filmagens de Marquand, o que o daria mais controle. Segundo o diretor de arte de O Retorno de Jedi, Joe Johnston, “o que eu acho é que George viu Marquand como um cara que poderia pegar belíssimas gravações e entregá-las a ele, para que fizesse o filme que bem entendesse”.

KHLOE KARDASHIAN É FILHA DE O.J. SIMPSON

Em um episódio de 2009 de Keeping Up With the Kardashians, Khloe, a filha mais nova de Kris Jenner e Robert Kardashian, perguntou à sua mãe se era adotada. Kris disse que não, e um teste de maternidade revelou que ela estava falando a verdade. Mas a paternidade de Khloe continuava a levantar questões. De acordo com certos amigos da família e a mulher com a qual Robert se casou após Jenner, Khloe seria filha de O.J. Simpson. Ela traiu sim o marido, mas anos depois declarou que Simpson não havia sido o amante. O ex-jogador de basquete, acusado de matar sua esposa, morreu em 2003.

BOB DYLAN ROUBOU A MÚSICA BLOWIN’ IN THE WIND

Será que Bob Dylan realmente escreveu seu clássico hino folk Blowin’ in the Wind? A resposta é não, pelo menos de acordo com esta teoria. Famoa por um artigo de 1963 publicado na Newsweek que “jogou Dylan dentro de um buraco de depressão por meses”, de acordo com seu biógrafo, a música foi supostamente escrita por um estudante do ensino médio chamado Lorre Wyatt, de Nova Jersey. Dylan teria comprado a canção, ou a roubado, dependendo de qual versão da história você quer acreditar, e colocado em seu segundo álbum de estúdio, The Freewheelin’ Bob Dylan.

Alguns apoiadores da teoria apontam para a performance de Wyatt e sua banda em 1962, no próprio colégio em que estudavam. Eles tocaram Blowin’ in the Wind e o jovem declarou ao jornal da escola que havia escrito a música. No ano seguinte, quando a música apareceu no CD, vários assumiram que havia sido um roubo.

TOMMY WISEAU NÃO DIRIGIU THE ROOM

Alguns acreditam que, se o diretor do pior filme já feito na História do cinema tivesse uma chance, com certeza daria a honra para outra pessoa. E mesmo assim, Tommy Wiseau continua a negar o que alguns dizem sobre ele nunca ter dirigido The Room, sua “obra-prima” lançada em 2003. Porém, o supervisor de roteiros Sandy Schklair conta uma história diferente: ele diz que Wiseau o contratou para dar uma examinada no script e também dizer aos atores “o que dizer, e gritar ‘Ação’ e ‘Corta’ e falar ao câmera quais takes pegar”. O site Entertainment Weekly também foi atrás de um ator não identificado que deu respaldo ás declarações de Schklair. “O supervisor acabou dirigindo o filme. Tommy estava tão ocupada sendo o protagonista que esse outro cara tomou conta de tudo”.

ELVIS PRESLEY FINGIU A PRÓPRIA MORTE

Será que o Rei realmente nos deixou no dia 16 de agosto de 1977? Ginger Alden, que estava noiva dele à época da morte e encontrou seu corpo no chão do banheiro, com certeza diria que sim, bem como o delegado que o examinou e disse que ele havia falecido de arritmia cardíaca. Mas para os céticos, é aqui que o problema começa: arritmia cardíaca, ou batimentos irregulares, não podem ser diagnosticados nos mortos, o que insurge como um dos furos na história oficial declarada ao público e que leva muitas pessoas a acreditarem que Elvis Presley ainda está vivo.

Dentre outras evidências, há também a escrita errada de seu sobrenome na lápide – “Aaron” ao invés de “Aron” -, a autópsia secreta do cadáver, e a política de seguro de vida que rumores indicaram nunca ter sido reavida. Juntando os fatos, esses fatos levam vários fãs a acreditarem piamente que Elvis fingiu sua morte. E se você está se perguntando o porquê de tudo isso, a resposta jaz em um serviço de proteção às testemunhas, da qual seria agente federal e que explicaria seu encontro com Richard Nixon. Além disso, Presley teria se envolvido com um perigoso grupo de golpistas, sendo forçado a “se matar” para continuar protegido.

MARILYN MONROE FOI ASSASSINADA

Que Marilyn Monroe foi encontrada morta em seu apartamento no dia cinco de agosto de 1962, não há dúvidas. Mas sua morte é um mistério até hoje. A polícia declarou que ela se suicidou através de barbitúricos, mas descrentes dizem algo bastante diferente. Por que não há traços de pílulas em seu estômago? Será mesmo que alguém com tantos planos para o futuro se mataria do nada? E quanto a Jack Clemmons, oficial da polícia que declarou que a cena parecia montada? Além disso, alguém que havia ingerido dúzias de pílulas não teria ao menos deixado um copo de água por perto?

Apesar de muitas serem as perguntas, teóricos da conspiração orquestraram respostas diferentes sobre o que realmente matou Monroe. Alguns dizem que Robert Kennedy contratou alguém para o trabalho, impedindo-a de revelar suas tensões com os irmãos. Outros dizem que ela foi morta pela CIA para punir John F. Kennedy pelos casos amorosos. Ou talvez seu próprio médico pessoal tenha feito isso, acobertando o caso com a ajuda da empregada. E, como sempre, há a possibilidade de que tenham sido aliens.

LADY GAGA MATOU LOU REED

Essa teoria pode ser acreditada apenas pela pessoa que a criou, mas é bizarra demais para ser deixada de lado. A história começa em 2012, quando Lady Gaga contratou Lou Reed como consultor para seu próximo álbum, Artpop, uma homenagem para alguns dos melhores hits de Velvet Underground. Mas Reed não encarou o projeto dessa forma. Aparentemente, ele considerou essas homenagens como roubos, e pior: eles falharam em capturar a natureza provocativa de VU. Gaga ficou devastada e, logo depois de Reed aclamar publicamente Kanye West, ela ficou furiosa.

Logo depois, conspirou ao lado do presidente da Interscope, Jimmy Iovine, e contratou Troy Carter para dar um fim a Reed. A teoria sugere que ele foi envenenado com polônio enquanto se recuperava de uma cirurgia na Clínica de Cleveland. É claro que não há provas concretas, exceto por uma tangencial relação com os Illuminati. E para alguns, isso basta.

STEPHEN KING MATOU JOHN LENNON

Bom, talvez o famoso Mark Chapman, conhecido por ter assassinado um dos astros da banda Beatles, John Lennon, não tivesse agido por conta própria, e sim contratado por uma terceira pessoa: Stephen King. Esse é o argumento construído pelo site LennonMurderTruth.com por um homem que diz que Ronald Reagan, Richard Nixon e King conspiraram entre si para matar a lenda do rock. A evidência está em “códigos governamentais” impressos em jornais e revistas. A famosa foto mostrando Lennon assinando um álbum com Chapman espiando-o da moldura da foto na verdade mostra o autor. Mas por que ele faria isso? Steve Lightfoot, a mente por trás da teoria, parece não ter resposta. Porém, como diz sua van, “é verdade, ou ele me processaria”.

BRITNEY SPEARS FOI UM INSTRUMENTO DO GOVERNO BUSH

Todos sabem que Britney Spears, a princesa do pop, passou por um período turbulento em sua vida que a levou para um meltdown terrível em 2007. O estranho é que suas crises públicas coincidiam com os embaraços e as vergonhas passadas pela administração de George Bush. É claro que tudo não passa de uma coincidência, mas os teóricos da conspiração de plantão dizem que há muito mais além disso, e um vídeo de Spears dando apoio para o ex-presidente em Fahrenheit 9/11 talvez tenha sido o ponto inicial.

Isso estabeleceu o apoio da artista por ele. E essas estranhas e convenientes distrações são a “evidência”. A primeira foi em 2004: com a polêmica Estados Unidos VS. Libby a uma semana de acontecer e a administração Bush na beira de sofrer uma retaliação humilhante, Spears casou e se divorciou de Jason Alexander em apenas três dias. Quem poderia prestar a atenção às transgressões de Scooter Libby com tudo isso acontecendo?

Em fevereiro de 2006, com a aprovação do ex-presidente alcançando seus níveis mais baixos, Spears foi fotografada dirigindo um carro com seu filho no colo, desviando toda a atenção para a popstar. Em novembro do mesmo ano, logo depois dos democratas terem uma grande vitória e um dia antes de Bush demitir Donald Rumsfeld de sua equipe, Spears chutou Kevin Federline de sua vida.

Em fevereiro de 2007, dois dias antes do The New York Times realizar uma reportagem sobre o avanço da Al Qaeda no Afeganistão, Spears raspou sua cabeça e, logo depois, teve um ataque de fúria, atacando os paparazzi com um guarda-chuva. Em 2008, Britney Spears sumiu do mapa por um tempo, na mesma época que o governo de George Bush era enterrado.

POKÉMON GO É UM JOGO UTILIZADO PARA ESPIONAR OS USUÁRIOS

O quão atentamente você leu os Termos de Serviço do famoso jogo Pokémon Go? O bastante para perceber que permitiu o fornecimento de quaisquer informações sobre si mesmo para o “governo ou para os oficiais da lei”? Tudo isso está lá, e foi isso mesmo que lançou certa dúvida sobre o game, criado pela Niantic, uma companhia que tem estreitas relações com aparatos de inteligência governamentais. Mas que interesse a CIA teria em Pokémon Go? Bom, de acordo com explicações no site The Dark Knight, o grupo colheria imagens de todas as pessoas jogando-o, tendo um controle maior de “segurança” no mundo inteiro.


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.