Connect with us

Inscreva-se

Games

Death Stranding | 7 dicas para não fazer feio no game

Death Stranding, game produzido pelo glorioso Hideo Kojima, chegou com os pés na porta. Para não fazer feio no game veja dicas de ouro

DEATH STRANDING_20191115203540

Kojiminha fez a alegria dos fãs neste mês de novembro com Death Stranding. Com uma trama diferente de tudo que vemos atualmente, o game tem uma gama absurda de informações e coisas para serem exploradas. Com uma história envolvendo personagens com muito conteúdo e mundo aberto, as entregas se tornam mais fascinantes.

Então, para que você jovem gazebo não fazer feio durante a jogatina, vou te dar algumas dicas para aproveitar bem esse #GOTY, facilitando sua platinada deixando o tio Kojima orgulhoso.

Death Stranding | 7 dicas para não fazer feio no game

Selo Kojima de qualidade!

Cuide bem do seu BB

Para aqueles que estavam acompanhando toda a saga de trailers e gameplays de Death Stranding, Sam não é apenas um entregador, mas também precisa cuidar de seu BB – ou “Baby Bridges” como são chamados.

Os BBs na história foram criados para avisar quando os EPs estão próximos, dando um suporte para os entregadores. Mas isso não significa que eles não precisam de cuidados – mesmo que Deadman acredita que eles sejam apenas um objeto que pode ser descartado. Quando sofremos alguma queda ou o BB passa por uma situação de muito estresse, devemos parar em um lugar seguro e deixá-lo calmo, desconectando ele do peito de Sam e o ninando ao balançar o controle, o que também aumenta a conexão entre ele e você.

Algo que também é importante sobre os BBs: sempre dê algum tipo de atenção para ele. Testar coisas novas durante a jornada – seja uma novo veículo, tirolesa e até mesmo objeto -,  deixa o BB feliz dando pontos de afinidade entre vocês dois. Com a proximidade entre vocês mais EPs podem ser vistos ao longe e ao mesmo tempo, facilitando a passagem por certos locais apertados e que podem estar cheio.

Então jovem fica a lição: cuidem do BB como se fosse a sua vida!

Death Stranding | 7 dicas para não fazer feio no game

BB Lou está feliz

Explore o mundo ao máximo

O mundo aberto de Death Stranding é realmente bem grande, principalmente pelo fato de que pelo menos 78% do tempo precisamos fazer tudo a pé. Atravessando montanhas, passando por bandidos e enfrentando EPs, sempre devemos aproveitar os momentos calmos para conhecer o ambiente e descobrir novas rotas de entrega.

O game já te dá a chance de montar sua própria rota e seguir o mapa, mas fazer sempre um caminho diferente pode ser o maior aprendizado. Sempre iremos encontrar, não só objetos, mas pontos que podem desbloquear alguma conquista e até mesmo para novas entregas, aumentando a expansão da rede quiral e nossa experiência na hora da corrida – principalmente sobre onde poderemos montar uma entrada, colocar uma ponte e até mesmo ajudar alguém que perdeu uma boa quantidade de carga, nunca se sabe.

Mesmo após finalizar Death Stranding, ainda encontrei vídeos com pontos de águas termais, onde Sam pode descansar um pouco e se estiver levando um corpo vivo junto, ambos podem relaxar antes de continuar na saga para chegar até o destino final, mas que só pontos muito específicos do mapa e bem escondidos podem ser encontrados. Então, pare um momento do  seu tempo na história e vá desbravar o mundo logo após a montanha, já que cada lugar – mesmo que possam ter vários EPs – é sempre uma surpresa.

Death Stranding | 7 dicas para não fazer feio no game

O desconhecido pode sempre ser mais interessante!

Leia mais: Death Stranding | A empatia é a chave para um novo mundo

Organize bem suas entregas

Fazer entregas pode parecer muito fácil, mas acredite quando eu digo que Kojima me mostrou que o buraco é um pouco mais embaixo. Sam pode ser apenas um cara que faz entregas aqui e ali, mas carregar 300kg nas costas não é algo tão simples, principalmente quando passamos por uma área lotada de EPs.

Quanto mais entregas fizermos, mais rápido nosso nível aumenta e também nosso equipamento é melhorado, o que irá nos ajudar muito durante a campanha. Mas também precisamos sempre equilibrar bem a quantidade de coisas que iremos levar. Sentimos muito isso no primeiro mapa, onde o solo é mais plano, mas ainda temos muitos EPs pelo caminho, sempre sendo bem perigoso, então nesse caso faça sempre uma entrega por vez sem nenhuma afobação.

Já no segundo mapa podemos ser um pouco mais aventureiros, já que com a construção da estrada, temos uma chance maior de utilizar um carro durante a entrega, sempre que possível fazer pelo menos cinco de uma só vez – mas obviamente em moderação, já que o carro tem uma lotação e se não fizer os cálculos certos, pode acabar dando ruim. Se eu sou de humanas e consegui fazer as contas, levo fé que você também pode.  

Leia mais: 21 melhores itens para sair numa aventura de RPG

Uma grande ajuda pode ser o mini trator flutuante, que prendemos em nosso corpo e conseguimos colocar carga nele, tirando todo o peso do nosso corpo e facilitando a locomoção. Não só ele ajuda, como também a tirolesa que podemos ir montando durante nossas caminhadas, com o equipamento de CQP, facilitando descer e subir montanhas, como também atravessar o rio – já perdi tanto equipamento atravessando o rio, que a tirolesa foi como um abraço quentinho no inverno.

Death Stranding | 7 dicas para não fazer feio no game

Observando a referência e pensando na dor nas costas que terei depois…

Esteja sempre preparado

Quando fazemos uma longa viagem de carro ou até mesmo iremos para um lugar isolado, sempre pensamos na seguinte questão: “O que irei colocar na mochila que seja fácil e útil para um momento de aperto?“. Pois é, precisamos ter esse pensamento durante nossa campanha em Death Stranding, já que a viagem é longa e o espaço pra levar bem apertado.

Anota ai o que você vai precisar durante suas longas caminhadas:

  • Escada – pelo menos duas – e equipamento de escalada
  • CQP (Nunca sabemos quando iremos precisar de um ármario, energia ou nos proteger da chuva)
  • Bolsa de sangue (Na pochete que Sam carrega cabem pelo menos 9 dentro, então só vai)
  • Bombas hematicas e armas não letais (Lutar contra EPs e Mulas pode ser mais simples assim)
  • Botas extras
  • Trator flutuante (Pelo menos um para dar uma força nos momentos extremos)

Essa lista é apenas uma sugestão, afinal o objetivo aqui é dar algumas dicas, mas acredite em mim quando eu digo: vai ajudar MUITO e evita qualquer tipo se sufoco.

Essa viagem foi bem longa…

Leia todos os documentos e e-mails

Durante toda nossa saga com Sam Bridges, ganhamos e encontramos coisas que fazem uma grande diferença para que possamos entender quem é cada personagem e o que foi o Death Stranding. Durante a campanha recebemos e-mails de personagens – principalmente de pontos de entrega – contando um pouco o que eles sabem, passaram e até mesmo dando algumas dicas que como fazer certas coisas, que por motivos de spoiler deixaremos no ar.

Algo que pode ser muito bacana de ler são as entrevistas com personagens chaves da história de Sam, como o diário do Higgs, a experiência vivida por Die-Hardman e toda a saga pela praia de Heartman e suas descobertas. Tudo influência na sua forma de pensar e agir durante a campanha, conhecendo cada um deles de forma mais aprofundada, é possível viver uma experiência mais imersiva e não odiar ou criar um pré-julgamento em cima por ações passadas.

Os pontos em amarelo de cada texto funcionam como chaves, sendo a dica necessária para aquela passagem e até mesmo missão, quando damos aquela empacada e pensando; “O que devo fazer?”. Então como já diria nosso E.T Bilu, sempre busque conhecimento, principalmente nesses arquivos, ensinando que Kojiminha tá em outro nível e não é o leite com pera.

Death Stranding | 7 dicas para não fazer feio no game

Cada entrevista e e-mail vale a pena ler!

Leia mais: Death Stranding | Trilha sonora já está disponível; Prepare o headphone

Ajude os coleguinhas do game

E se tratando de Death Stranding, que toda hora fala sobre como as pessoas precisam se conectar e se ajudar, Kojima teve a ótima ideia de fazer isso até mesmo entre os jogadores. O game conta com um multiplayer assíncrono, onde mesmo que não exista um contato direto com os jogadores existem multiversos onde os mundos dos jogadores são conectados.

Pode parecer meio confuso olhando dessa forma, mas acreditem é incrível. Por exemplo, se construirmos uma ponte ou deixamos uma escada, aquele outro jogador pode encontrar e usar, sendo algo maravilhoso para aqueles momentos que sua escada acabou ou não queremos dar uma longa volta e temos uma bela ponte ao nosso aguardo. Dessa forma os jogadores não passam sufoco e conseguem entender ainda mais o sentido de conexão que tanto Kojima nos apresenta.

Então sempre que possível deixe alguns materiais em uma construção, deixe montada aquela escada ou até mesmo alguns objetos no armário compartilhado. Uma mão sempre lava a outra, então quanto mais nos ajudarmos nesse mundo todo ferrado, melhor será para todos.

Ajude os amiguinhos com as construções!

Mulas e EPs – CUIDADO!

E para finalizar essa bela aula de como não pagar um micão jogando esse Deus dos games, temos mais uma – mas não menos importante – dica que pode te salvar muitas e muitas vezes, principalmente quando estamos fazendo entregas a pé. Sempre esteja com alguma arma para enfrentar as Mulas ou EPs. Para conectar a América precisamos sempre estar um passo a frente do inimigo, e mesmo que não possamos nos livrar totalmente dos EPs e não podemos matar os Mulas – que fazer isso dá a maior dor de cabeça do século – contamos com as bombas hemáticas e armas não letais.

Leia mais: Bittboy | Saiba se vale a pena comprar o portátil do momento

As bombas hemáticas são usadas contra os EPs, que são compostas por fragmentos de sangue do Sam, ajudando a “matar” alguns facilitando nossa passagem por ambientes difíceis e que são cheios deles – principalmente quando é lugar estreito ou florestas, dai é quase uma festa. Sempre leve pelo menos cinco caixas dentro da bolsa de granadas, onde cada caixa conta com cinco granadas. Pode parecer pouco, mas elas acabam que nem água no deserto se não administrar bem, então use apenas quando for extremamente necessário.

Mula boa é desmaiada na grama…

Já com as Mulas, o melhor é sempre usar as armas não letais, que se você acabar matando algum vai precisar levar o corpo até o crematório e vai ser a coisa mais estressante da sua vida no game, vai por mim. Então sempre que possível use as armas com balas de borracha, de choque e até mesmo as de corda que deixam os Mulas presos ao chão. Mas lembre-se de uma coisa; ataque apenas quando for realmente necessário, já que na maioria das vezes vamos precisar do armamento mais tarde e não vamos ter, por querer encarar um acampamento inteiro. #DicadaGuta

Se você ficou interessado, “Death Stranding” está à venda nas melhores logas de games por um excelente preço, e você pode ajudar o Proibido Ler comprando o seu exemplar AQUI!

Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

Escrito por

Cineasta que entrou para o mundo do jornalismo. Amante de filmes e games, fã de Star Wars e filmes de terror trash. As Premiações pelo mundo todo que me aguardem e os estúdios já preparem os cheques.

Comentários
Advertisement
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

    Parceiros:

  • xvideos
  • Videos Porno
  • Xvídeos
  • filmes online
  • Ah Negão
  • xnxx
  • Acompanhantes BH
  • Acompanhantes Belo Horizonte
  • Videos Porno
  • X videos
  • Xvideos Porno
  • Porno Nacional
  • Pornô
  • acompanhantes sp
  • x videos
  • Mr Pornô
  • Xvideo
  • acompanhantes em sp
  • Acompanhantes Campinas
  • xvideos brasil
  • Relatos e Contos Eróticos
  • Filmes Pornô
  • Xvideos Brasileiro
  • ACOMPANHANTES SAO PAULO
  • acompanhantes são paulo
  • Acompanhantes ES

Proibido Ler - Since 2009 - Copyright © 2018 Jawn Theme.

Connect
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.