Ataque dos Titãs – Shingeki no Kyojin

Anime incentiva a luta contra as drogas

O anime Shingeki no Kyojin aderiu à luta contra uma das ameaças mais crescentes em Tóquio: as drogas. Para apoiar o Dia Internacional do Combate às Drogas e ao Tráfico, um evento próximo à estação de Shibuya irá transmitir um vídeo educacional de Shingeki no Kyojin nas linhas de metrô com maior volume de passageiros, como a Yamanote. A campanha terá início no dia 27 de Junho.

O criador do mangá dos titãs, Hajime Isayama, supervisionou pessoalmente o material do vídeo educativo, que mostra as drogas como inimigas da humanidade. O vídeo possui dizeres como “Não caia em tentação” e “Tenha a força para dizer não”. Confira:

Ataque dos Titãs – Shingeki no Kyojin é uma série de mangá escrita e ilustrada por Hajime Isayama. O mangá foi publicado pela primeira vez em setembro de 2009, na revista mensal Bessatsu Shōnen Magazine, da editora japonesa Kōdansha. A história ocorre num mundo onde a população humana vive dentro de cidades cercadas por enormes muros, construídos como defesa para o súbito aparecimento dos Titãs – criaturas humanoides gigantescas que devoram humanos sem motivo aparente. O foco inicial é Eren Yaeger, sua irmã adotiva, Mikasa Ackerman, e seu amigo de infância, Armin Arlert, que se tornam militares para combater os Titãs após terem sua cidade destruída e a mãe de Eren ser morta. Shingeki no Kyojin tornou-se um sucesso comercial, com mais 45 milhões de volumes impressos. O lançamento do anime foi responsável por um impulso na popularidade da obra, tendo recebido aclamação da crítica pela sua atmosfera e enredo. A segunda temporada da série em anime está prevista para ser lançada em 2016, o segundo filme em anime está previsto para estrear no dia 27 de junho deste ano e duas adaptações em live-action estão previstas para 2015. No Brasil, a série de mangá é licenciada e publicada como Ataque dos Titãs – Shingeki no Kyojin pela editora Panini.

Veja também: China bane Shingeki no Kyojin e outros 37 mangás


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.