Arrow | Vai ter Olicity na 3ª temporada e isso é um saco! Entenda:

3 anos atrás ( 02/09/2014 )

Um novo teaser da série Arrow mostrou um quase-beijo entre os personagens Oliver (Stephen Amell) e Felicity (Emily Bett Rickards). Nem preciso dizer que os fandoms pegaram fogo, teve festa, aplauso, fogos de artifício, rojões, etc, etc, etc, né? Pois é, o fato de “olicity” (pra quem não é familiarizado com o termo, é como os fãs chamam o casal Oliver e Felicity) ser incluído na terceira temporada é uma grande notícia pros fãs que torceram por isso durante as temporadas que passaram, mas nem tudo são flores. Pra mim, isso é uma demonstração clara de submissão da produção da série em relação aos fandoms, o que não é algo muito positivo.

olicityFalando sinceramente, a primeira temporada de Arrow não é tão boa assim. Só depois dos 5 primeiros episódios eu consegui me prender à trama e a repetição, somada com a enrolação da série, deixaram tudo meio cansativo. A segunda temporada, sim, foi interessante de verdade. Por mais que a enrolação ainda estivesse presente (antes eram os flashbacks da ilha, agora eram os da Shado), a história ficou mais interessante, os atores entraram mais nos personagens e o vilão Slade Wilson (Manu Bennett) ficou digno de audiência. Claro que, como toda adaptação, Arrow teve suas diferenças quanto à história original (dos quadrinhos), dentre elas, vou falar da parte do romance na vida do Arqueiro, já que o post é sobre isso.

Entre os principais interesses amorosos de Oliver Queen na TV, podem ser destacadas Laurel Lance (Katie Cassidy), Sara Lance (Caity Lotz), Helena Bertinelli (Jessica De Gouw) e Shado (Celina Jade). O romance com Laurel existe nos quadrinhos e na TV, com Sara apenas na TV, com Helena Bertinelli somente na TV e com Shado nos quadrinhos e na TV, mas de forma bem diferente.

VEJA TAMBÉM: Arrow | Nolan Funk será ex-namorado de Felicity

Vamos falar de Felicity Smoak:
Felicity surgiu nos anos 70, nos quadrinhos do herói Nuclear, pelo escritor Gerry Conway. É, originalmente, gerente de uma empresa de informática em Nova York e casada com o personagem Ed Raymond, pai de Ronald Raymond, o Nuclear. Rola uma história engraçada, porque Felicity tinha treta com o Nuclear antes de se casar com o pai dele, e depois do casamento ela descobre sobre a identidade dele e o apóia. Enfim, a Felicity original não tem muito envolvimento com Oliver Queen ou com o Arqueiro Verde, diferente da TV…

olicity

Na TV, Felicity é a técnica de TI das Corporações Queen, que acabou entrando no time do Arqueiro Verde por causa da sua inteligência. Oliver já deixou bem claro que ela é parte fundamental do seu trabalho, já que ela consegue informações e acessos indispensáveis para as ações do Arqueiro, com suas habilidades de hacker.

olicity

A personagem caiu nas graças dos fãs e sei muito bem as razões disso. Enquanto as personagens do núcleo feminino da série eram compostas por garotas bonitas, gostosonas e/ou com habilidades de luta incríveis, Felicity, mesmo bonita e com um corpo invejável, ficou mantida atrás do seu óculos, pouca maquiagem, rabo-de-cavalo, timidez e ZERO habilidades corporais. Diferente das outras personagens, Felicity é a que mais se parece com as garotas normais, é muito fácil se identificar com ela. Essa identificação aumenta quando Oliver só tem olhos para as gostosonas da série e vê Felicity como parceira, quando ela, claramente, demonstra gostar dele.

olicity

A sutil diferença entre Felicity e as outras garotas de Arrow.

QUAL GAROTA NORMAL NUNCA FOI ESNOBADA PELO CARA QUE GOSTAVA, POR CAUSA DE UMA GOSTOSONA? Felicity é a descrição exata da maioria das garotas que assistem a série. Até porque, se a produção de Arrow achou que a maioria de seu público feminino seria composta de gostosonas, malhadas, ricas e badasses, estava bem enganada. As séries e filmes de super-heróis chamam atenção das garotas que curtem quadrinhos, passam boa parte do tempo livre na frente do computador e, quando não estão fazendo isso, estão na faculdade ou escola, bem longe de uma academia. Com certeza existem suas exceções, mas é fato que essa é a realidade. O público feminino de Arrow é composto por centenas de Felicitys.

VEJA TAMBÉM: Arrow | Produtores mudam a origem de Felicity

Então, qual seria o maior desejo delas, senão ver a Felicity e o Oliver juntos? Não demorou muito pra que surgisse Olicity, nem pra que aolicity produção e os atores fossem bombardeados com pedidos e torcida pelo casal. Enquanto as duas primeiras temporadas exploraram a história do Arqueiro Verde, vários personagens dos quadrinhos que ganharam seu lugar na TV e casos amorosos que existiram ou não nos quadrinhos, a terceira temporada vai ser muito sobre Felicity. Durante o painel de Arrow na San Diego Comic-Con 2014, o produtor executivo Greg Berlanti foi bem claro: “Nós vamos lidar com isso este ano, os sentimentos um pelo outro, o qual sempre pensei ser genuíno”.

Então, em resposta às fãs desesperadas, a série vai trazer não só a história de Felicity, mas também um relacionamento entre ela e Oliver. Enquanto os fandoms fazem suas festas em comemoração, tudo o que eu consigo é ter uma pulga atrás da orelha. Será que esse relacionamento entre Oliver e Felicity era planejado? Será que esse foco nela não vai tirar o foco de pontos importantes da história original? Será que o romance deles vai durar, e se não durar, será que vai atrapalhar o desenvolvimento da trama? Se for comparar com as outras tentativas de incluir namoradas de Oliver no time, não foi nada agradável. Muitas dúvidas e nenhuma resposta.

Não me entendam mal, eu não sou contra o casal. Inclusive, me incluo na parte do público que se identifica com a Felicity, mas vi uma evolução enorme na trama da série na segunda temporada e me preocupo se essa questão de forçar uma comédia romântica pra agradar o público pode ou não acabar estragando a ideia inicial, que é popularizar não só o personagem principal, como outros personagens dos quadrinhos.

olicity

Minha preocupação tem bastante fundamento e embora eu pudesse usar vários exemplos, vou usar apenas um. O teaser que mostra o quase-beijo entre Oliver e Felicity, mostra uma cena dramática de Laurel quebrando o braço de um homem no hospital, a Canário lutando, Thea Queen (Willa Holland) no que parece ser um treinamento com espadas e Malcom Merlyn (John Barrowman) empunhando arco e flecha. Só que a única coisa destacada foi o bendito quase-beijo. E aí, quais são as prioridades? Deixe sua opinião nos comentários.

A terceira temporada de Arrow estreia em outubro.

Leia mais Textões da Louise


© 2017 Proibido Ler | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro & Baruch Vitorino