O final de Kingdom Hearts 3 explicado

Bastou 14 anos para um novo jogo da franquia, e se há algo que Kingdom Hearts III que não decepciona é ser bem leal à fama da franquia de possuir uma pequena surpresa final e misteriosa para já deixar os jogadores preparados para o que pode vir ainda no futuro da franquia. Pois para quem realmente pensou que a aventura de Sora e sua história estavam chegando à um definitivo fim com Kingdom Hearts III, eis que o jogo surpreende com a possibilidade de cenas desbloqueáveis, incluindo um final secreto que pode essa exata prévia do mais que está por vir.

Mas, até mesmo os fãs apaixonados de longa data da franquia já mostraram ter tido alguns problemas para entender essa cena, assim como o final principal e o epílogo desbloqueável, então para isso mesmo que estamos aqui em querer mostrar como desbloquear o final secreto ao longo do gameplay principal da campanha e o que esse final quer dizer para o futuro da franquia.

Tudo começa quando Kairi é aparentemente assassinado por Xehanort, que se transformou em seu eu mais jovem e inocente no final da batalha, Sora agora está determinado a trazê-la de volta. O ato em si é um pouco confuso à primeira vista, mas sabemos que Sora é bem-sucedido em sua missão quando a cena final termina com Kairi voltando para Destiny Islands, ao lado de Sora. Apenas para infelizmente vermos Sora desaparecer rapidamente junto do pôr do sol, deixando para trás apenas os jogadores devastados e confusos.

Mas a resposta é mais simples e direta do que podem imaginar e sequer esperar do criador Tetsuya Nomura, deixando bem claro que Sora se sacrificou para salvar a vida de Kairi, talvez desistindo de seu coração mais uma vez, para salvá-la da escuridão. E Kairi obviamente já sabia disso já que ela derrama uma lágrima antes de Sora desaparecer e os jogadores derramarem algumas lágrimas junto.

Logo após isso, o jogo apresenta sua cena pós-créditos que revela que Xigbar, membro da Organização XIII, era na verdade Luxu, um dos aprendizes que desencadeou a Guerra das Keyblades lá no início de todo o lore de Kingdom Hearts. Revelando também que ele está em posse da Caixa Negra que Malévola e Pete estavam procurando, algo que que estava visivelmente ausente no resto do jogo. Com isso sendo mostrado aqui pela primeira vez e deixa muito claro de que as histórias de Kingdom Hearts estão longe de estarem concluídas, dando aos fãs uma esperança final de pelo menos mais um capítulo da franquia está porvir. Espero que não tenhamos que esperar mais 13 anos para ver um novo jogo de Kingdom Hearts lançando.

Mas e quanto a cena final extra? Como encontra-la e o que ela pode significar? Vejamos.

O final secreto

Há bem mais por detrás da história do personagem de Sora, o bastante para compreender melhor o que aconteceu de verdade com ele, e para isso os jogadores devem desbloquear o final secreto do jogo, que é significativamente um pouco mais fácil do que era nos jogos anteriores. Onde em ambos Kingdom Hearts e Kingdom Hearts II o jogo te obrigava a ter que completar o jogos na íntegra, incluindo conquistar as pontuações perfeitas dos mini-jogos, encontrar todos os tesouros e derrotar os chefes secretos. Mas garantimos que Kingdom Hearts III é muito menos difícil do que isso tudo.

Onde praticamente tudo o que você precisa fazer ao longo do jogo é encontrar e tirar fotos de cada um dos Lucky Emblems, a versão do jogo dos notórios Mickeys escondidos dos parques da Disney. A quantidade de Lucky Emblems (que variam de impressões nas paredes até objetos redondos formando uma forma de Mickey) necessários para obter o final secreto são diferentes para cada dificuldade de gameplay. Se você escolher o Modo Iniciante, você precisará encontrar 90 emblemas, se escolher o Modo Normal, é 60, e se você é um dos que se acham o melhor dos melhores e escolheram o Modo Orgulhoso, você só precisa encontrar 30 Lucky Emblems.

Assim que você captura todos os Emblems necessários e vence o jogo, o jogador será recompensado com uma cena bastante… peculiar. Onde o que parece ser um flashback e vemos Sora se encontrando no distrito de Shibuya no Japão, ao mesmo tempo em que Riku está acordando em uma cidade similar, mas claramente diferente da que Sora está dentro. E em um topo de um dos edifícios está Yazora, o “clone” de Riku e personagem do jogo Verum Rex, o videogame que existe no mundo de Toy Story dentro do cânone de Kingdom Hearts. Com certeza significando que Riku fora transportado para o mundo do jogo. Depois disso, vemos uma figura misteriosa usando as mãos para formar um coração sobre a lua de um dos dois mundos.

Não há mesmo uma resposta clara para se explicar isso, mas há algumas pistas para deduzir algo claro sobre o que esse final extra tem a dizer. Por um lado, Shibuya é o universo de outro jogo da Square Enix, The World Ends With You, e onde os personagens apareceram na série Kingdom Hearts antes na Dream Drop Distance. Então Riku aparecendo no mundo de um jogo fictício significa que há muit mais em Verum Rex do que ser apenas uma piada do mundo Toy Story dentro do jogo. Uma possível conexão entre diferentes universos paralelos entre jogos?

Claro que isso não quer dizer que isso seja um trailer para algum tipo de futuro jogo crossover de franquias da Square Enix, e há duas razões para isso: a primeira é que a figura com o casaco da Organização XIII que emoldura a lua com mãos em forma de coração no final e a mensagem final estampada no fim da cena cutscene – “Reconnect Kingdom Hearts” – Reconecte Kingdom Hearts. Deixando bem claro desde já que a franquia está longe de terminar.

Kingdon Hearts IV?

Com certeza a teoria mais apontada sobre esse final secreto é que se trata de ser um trailer de Kingdom Hearts IV, o que parece ser a resposta mais óbvia, já que tem a mesma sensação do final secreto do primeiro jogo de Kingdom Hearts: Uma cidade misteriosa com apenas personagens ea Square Enix à frente e apenas um personagem da Disney à vista. Além disso, o título de coração-mãos-lua no final é impossível de ignorar; pelo menos, estamos olhando para outro jogo futuro da franquia, se não for Kingdom Hearts IV, então com certeza um spin-off.

Escuso dizer que Kingdom Hearts está mesmo longe de terminar no momento, e Sora não está tão “morta” como muitos pensavam que estivesse. A pergunta que fica claro é até onde a série vai e como Sora retornará? Tendo em conta de que seu criador Nomura já aparenta ter muitos mais planos para a franquia na manga, e que Kingdom Hearts III fora feito para terminar a saga de Xehanort, mas não exclusivamente a série em si. Então Kingdom Hearts IV, ou seja qual for o título de um próximo jogo já praticamente confirmado, pode muito bem já estar à caminho e com certeza promete surpreender as expectativas dos fãs. Um crossover com Final Fantasy e outros jogos da Square Enix? Não é nem um pouco uma má idéia!


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.