Ela é Demais (1999) | Um clássico da comédia romântica dos anos 90
in

Ela é Demais (1999) | Um clássico da comédia romântica dos anos 90

Hoje a história pode ser batida, mas na época fez muito adolescente suspirar

O final dos anos 90 e o começo dos anos 2000, pode ser dizer que foi o auge das comédias românticas. Seja para adolescentes ou não, foi um gênero muito bem aproveitado lançando títulos inesquecíveis como “Um Lugar Chamado Notting Hill” (1999), “American Pie — A Primeira Vez é Inesquecível” (1999), “10 Coisas que Eu Odeio em Você” (1999) e tantas outras.

Mas o que “Ela é Demais” tem de especial? Primeiro, a dupla de protagonistas com Freddie Prinze Jr. E Rachel Leigh Cook. Depois disso, o formato e a trama que foi repetida várias e várias vezes em outros diversos filmes do gênero.

Ela é Demais (1999) | Um clássico da comédia romântica dos anos 90

Zach Siler (Prinze Jr.) é o figurão da escola e motivo de inveja dos seus colegas. Porém, sua popularidade diminui drasticamente quando sua namorada, a animadora de torcida, Taylor (Jodi Lyn O’Keefe) o deixa pelo ator Brock Hudson. Desesperado para recuperar sua reputação, Siler concorda com um desafio aparentemente impossível. Ele terá seis semanas para ganhar a confiança da nerd Laney Boggs (Rachel Leigh) e ajudá-la a se tornar a próxima rainha do baile de formatura.

Você provavelmente já viu algo assim, né? Sabe também que lá pro fim do filme, o galã vai decepcionar a mocinha e depois dela virar a cara pra ele, o próximo passo será fazer de tudo pra reconquistá-la. É simples, é clichê, mas ainda assim, é cinema, e isso é uma das coisas boas em “Ela é Demais”.

Apesar de apresentar estereótipos da época, como a garota mais popular da escola ser fútil e a outsider ser a nerd excluída que recebe bullying sem justificativa alguma, “Ela é Demais” demonstra pela trajetória de Laney uma mulher empoderada, inteligente e que pouco se importa com o ambiente escolar onde está inserida. Não tem nada de uma protagonista indefesa que tem que ser salva pelo bonitão do colégio e que ser a rainha do baile vai surpreender a todos. Não tem e ainda bem! Estamos falando do final dos anos 90, era um sinal de mudanças.

Ela é Demais (1999) | Um clássico da comédia romântica dos anos 90

Nem mesmo quando uma amiga de Zach interpretada por Anna Paquin faz aquela revolução em seu visual, a protagonista parece surpresa ou muito diferente do que era. Na verdade, ela não precisa nada daquilo. E isso o filme deixa claro desde o começo.

Por outro lado, a trama em torno de Zach é diferente e mostra a decadência de um garoto que sempre foi popular, mas que nunca olhou muito além do seu círculo de amizades pra conhecer um outro universo. E quando Laney consegue mudar um pouco a forma que ele encara a vida, muita coisa muda.

Repetindo, eu sei que é um filme que o mais lindão é provocado pelo amiguinho – que aqui é se tornou especial com o tempo, pois ele é interpretado por Paul Walker da franquia “Velozes & Furiosos” -,  a conquistar a mais esquisita do colégio, ai ele faz ela se apaixonar por ele, e ele por ela, e quando tudo vai bem, plau! Ela descobre tudo e a narrativa vai pelo caminho da reconquista até culminar na formatura e num final feliz. Mas é daí que vem o clássico!

O diretor canadense Robert Iscov (Amor ou Amizade) usou muitas referências das narrativas dos filmes de John Hughes e aplicou de um jeito moderno pra época. Talvez um dos poucos problemas de “Ela é Demais”, tenha sido gravar muitas cenas de noite, isso fez o filme ficar com um tom mais escuro. Mas no geral, é um ótimo filme e torna-se importante pra entender como as comédias românticas de hoje são feitas.

Ela é Demais (1999) | Um clássico da comédia romântica dos anos 90

Eu já falei sobre a importância de comédias românticas como “A Barraca do Beijo” (2018), e esse filme é um ótimo exemplo pra reafirmar tudo que estou dizendo aqui.

“Ela é Demais” fala sobre conquista, perdas e amadurecimento. É uma ótima dica pra você revisitar caso tenha assistido em sua adolescência ou conhecer, se por ventura você nem fazia ideia de que ele existia.

“Ela é Demais” é o que podemos chamar de clássico das comédias românticas. Vai por mim!

Veja onde assistir “Ela é Demais” aqui!

E aí, curtiu?

Escrito por Bruno Fonseca

Fundador e editor-chefe do PL. Jornalista apaixonado por quadrinhos, filmes, games e séries.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0
Terra Nil | Brinque de Deus povoando a Terra do zero

Terra Nil | Brinque de Deus povoando a Terra do zero

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho