‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho
in

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

Segura o cartão de crédito na mão, abra a carteira e se prepare para grandes títulos

Junho chegou. Nem parece que já estamos no meio do ano, né? Ainda acho que estamos presos em março de 2020. Mas vamos falar de coisa boa, não é mesmo? Os lançamentos de quadrinhos e mangás do mês estão ótimos e são para os mais variados gostos.

Para aquecer seu coração que deve estar ansioso pelas novidades, veja a lista dos quadrinhos e mangás a seguir e já prepara um lugar na estante pra eles. Ok?

Em Ondas – A J Dungo – Editora Nemo

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

Nesta graphic novel, o surfista e ilustrador AJ Dungo rememora sua falecida parceira, sua batalha contra o câncer e o amor que compartilhavam pelo surfe, que os fortaleceu durante todo o tempo que passaram juntos. Com sua paixão pelo surfe unindo muitas narrativas, ele entrelaça sua própria história com as de alguns dos grandes heróis desse esporte, que remontam aos povos originários da Polinésia e do Havaí, em uma rara obra de não ficção que é tão comovente quanto fascinante.

Valor: R$ 68,34

Páginas: 376

Copra – Round 1 e 2 – Michel Fiffe – Editora Pipoca e Nanquim

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

 

Eles são feios. Eles são maus. E, até hoje, sempre foram fiéis! Quando um deles se revela um traidor, os homens e as mulheres da COPRA não têm alternativa a não ser usarem suas impressionantes habilidades para revidar contra todos os desgraçados que tentaram ludibriá-los. São dois volumes da aclamada história em quadrinhos criada, desenhada, escrita e colorida por MICHEL FIFFE! Um épico de vingança dos anti-heróis mais barras-pesadas dos últimos anos!

Valor: R$ 49,90 cada volume

Páginas: 164 cada volume

Homem-Chiclete – Ede Galileu

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

Conheçam o Homem-Chiclete, o super-herói com cheirinho de tutti-frutti. Um jovem esportista depois de sofrer um acidente, acaba ganhando alguns poderes inusitados. Agora ele tem o seu corpo composto por chiclete de tutti-frutti. Com muita persistência e bom humor, o Homem-Chiclete vai se esforçar pra se firmar com o herói  da sua cidade.

Valor: R$ 25,00

Páginas: 32

Descender – Lua Mecânica Vol. 2 – Jeff Lemire – Dustin Nguyen – Editora Intrínseca

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

A última lembrança do jovem androide Tim-21 foi o beijo de boa-noite de sua mãe humana. Ao despertar, dez anos depois, ele se depara com uma realidade aterrorizante: todos que o menino conhecia e amava se foram, e ele se vê sozinho num mundo que deseja aniquilá-lo a qualquer custo.

Quando um inesperado ataque da Resistência Robótica Clandestina deixa a galáxia mais uma vez à beira de uma guerra, um misterioso caçador de recompensas surge no rastro de Tim-21 — e promete revelar segredos do passado do jovem androide. Será que ele e seus amigos conseguirão sobreviver a essa caçada?

Valor: R$ 49,90 + Brinde

Páginas: 128

What a Wonderful World – Inio Asano – Editora JBC

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

Do renomado Inio Asano, autor dos best-sellers “Boa Noite Punpun”, “Dead Dead Demon’s Dededede Destruction” e “Nijigahara Holograph”, “What a Wonderful World” reúne uma coletânea de histórias mostrando o dia a dia de um grupo de jovens que vive na mesma vizinhança na cidade de Tóquio e como enfrentam as adversidades da vida moderna. Como é característico em suas obras, Asano aborda temas profundos sobre a psique humana, sabendo navegar entre o drama existencialista e a comédia com habilidade e uma sutileza voraz. A obra traz temas sensíveis, como abuso emocional e depressão.

Valor: R$ 47,90 

Páginas: 440

A Besta – Hideki Mori – Editora New Pop

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

A história do lendário espadachim Musashi Miyamoto é recontada sob a perspectiva do aclamado mangaká especializado em gekigá, Hideki Mori! Mori foi responsável pela nova adaptação do consagrado Lobo Solitário do Kazuo Koike e foi considerado pelo próprio Koike como o seu sucessor, tendo um estilo de desenho similar ao Gouseki Kojima, quem fez os desenhos originais do clássico. “Afinal, o que eu sou?” – essa resposta para esta pergunta, o jovem Musashi Miyamoto se lança para dentro do turbilhão de lutas mortais.

Para o Bennosuke – nome de infância de Musashi –, o único conforto era a sua irmã, já que ele não via mais outras razões para viver. Contudo, até isso é privado dele, quando a sua irmã é brutalmente assassinada por um desconhecido. Aqui está uma interpretação inédita do aclamado clássico, mostrando um Musashi nunca antes visto em traços estonteantes e envolventes.

Valor: R$ 23,91

Páginas: 264

Homem-Aranha: História de Vida – Editora Panini

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

Em Amazing Fantasy 15, de 1962, Peter Parker, um garoto de 15 anos, é picado por uma aranha irradiada e se torna o Espetacular Homem-Aranha! Cinquenta e oito anos se passaram no mundo real desde então – o que aconteceria se o mesmo tempo passasse para Peter? Para celebrar o aniversário de 80 anos da Marvel, Chip Zdarsky e o lendário desenhista do aracnídeo Mark Bagley se unem para uma abordagem única – contar uma história de vida completa do Homem-Aranha, com todos os eventos-chave das décadas nas quais ele viveu! Spider-Man: Life Story (2019) 1-6.

Valor: R$ 54,90

Páginas: 212

Dick Grayson: O Circo Perdido – Editora Panini

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

Antes de Batman treiná-lo para ser Robin, Dick Grayson descobriu o poder do amor na juventude – e seus custos incríveis – no perigoso, mágico e irresistível Circo Perdido. O circo itinerante de Haly não tem mais o fascínio de seu passado glamoroso, mas ainda tem uma atração principal: os Graysons Voadores, uma família de trapezistas estrelada pelo jovem Dick Grayson. O único problema é que Dick detesta passar os verões realizando rotinas cansativas para uma multidão cada vez menor.

Quando o Circo Perdido, uma nova atração selvagem e encantadora, abre nas proximidades e ameaça atrair os clientes restantes de Haly, Dick se vê entre aqueles atraídos por seu brilho noturno mágico. Mas há forças antigas e perigosas em ação no Circo Perdido, e quando Dick encontra a misteriosa Luciana e sua equipe – cada um mais estranho do que o outro – ele pode estar hipnotizado demais para reconhecer o perigo à frente.

Sob os fogos de artifício deslumbrantes do circo, Dick deve decidir quem ele é e quem ele quer ser – escolhendo entre a lealdade à história de sua família e um futuro brilhante com novos amigos e um romance. O escritor Michael Moreci e o artista Sas Milledge redefinem Dick Grayson em O Circo Perdido, uma história em quadrinhos para jovens que explora o poder e a magia do amor. The Lost Carnival: A Dick Grayson Graphic Novel (2020)

Valor: R$ 29,61

Páginas: 208

Grande Sertão Veredas em quadrinhos – Editora Quadrinhos na Cia.

‘Em Ondas’ e as principais HQs de junho

Publicado em 1956, e traduzido para diversas línguas, Grande sertão: veredas é o único romance escrito por João Guimarães Rosa e um dos mais importantes textos da literatura brasileira. Nesta versão em quadrinhos, vencedora do prêmio HQ Mix, o roteiro de Eloar Guazzelli refaz os caminhos da obra clássica e guia os traços poderosos de Rodrigo Rosa, que dá vida a um romance gráfico arrebatador e mescla faroeste e narrativa de aventura no coração do Brasil profundo. Ao atribuir ao sertão mineiro sua dimensão universal, Grande sertão é um mergulho na alma humana, capaz de retratar o amor e a violência através de personagens que se tornaram marcos da nossa cultura, como Riobaldo e Diadorim.

Valor: R$ 68,41

Páginas: 184

E aí, curtiu?

Escrito por Bruno Fonseca

Fundador e editor-chefe do PL. Jornalista apaixonado por quadrinhos, filmes, games e séries.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0
Ela é Demais (1999) | Um clássico da comédia romântica dos anos 90

Ela é Demais (1999) | Um clássico da comédia romântica dos anos 90

Halloween 3 - A Noite das Bruxas (1982) | A peça incompreendida da franquia

Halloween 3 – A Noite das Bruxas (1982) | A peça incompreendida da franquia