in

Franquias de sucesso no Oscar: descubra quantas estatuetas cada uma levou

Indicações nem sempre se transformam em prêmios

O Oscar é a premiação mais concorrida do mundo do cinema. É o selo de qualidade mais almejado da indústria cinematográfica. Enquanto uns sonham com uma mera estatueta para chamar de sua, outros filmes e diretores esbanjam premiações da Academia.

Dentre as franquias de sucesso, os prêmios costumam vir aos montes. “O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel” (2001) soma 13 indicações e 4 estatuetas. Já “O Senhor dos Anéis: As Duas Torres” (2002) acumulou 6 indicações e mais 2 estatuetas. “O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei” (2003) teve 11 indicações e 11 estatuetas. O total de estatuetas soma 17. Já “Harry Potter” não teve a mesma sorte. Apesar de ser sucesso de público, acabou não ganhando uma mera estatueta. Foi somente indicado a várias categorias.

“Star Wars” é um clássico. A franquia conta com oito filmes, em que levou 10 estatuetas, sendo 7 por prêmios de concorrência e outros 3 em categorias especiais. O filme de 1977 arrebentou e ganhou 7 estatuetas. E foi ao longo dos anos acumulando indicações e prêmios.

“Jurassic Park” foi outra franquia de sucesso, com milhões arrecadados nas bilheterias. Quanto às estatuetas do Oscar, a sequência também foi bem e conseguiu levar para casa alguns deles, como melhor edição de som, melhor mixagem de som e melhores efeitos visuais. “Matrix” fez um enorme sucesso. Acabou levando 4 estatuetas com seu primeiro filme, mas os outros passaram em branco. 

Muitos dos filmes acabam conquistando apenas estatuetas em categorias técnicas e ficam longe das principais como a de melhor filme. Os filmes de super-heróis, por exemplo, são famosos por conquistar estatuetas. O “Superman”, de 1978, levou para casa a estatueta de melhor efeito visual.

“O Homem-Aranha 2” (2002) ganhou também o Oscar em melhor efeito visual. “Homem-Aranha no Aranhaverso” (2018) ganhou o prêmio de melhor animação, já que contava com uma técnica de computação gráfica. Já “Batman: O Cavaleiro das Trevas” (2008) conseguiu o prêmio de melhor edição de som, além do de atuação de Heath Ledger como o Coringa.

O Batman, do Tim Burton, conquistou a estatueta de melhor direção de arte. “Pantera Negra” (2018), por sua vez, conseguiu encantar em diversas áreas, e levou prêmios de melhor figurino, melhor design de produção e melhor trilha sonora. 

Existem muitos elementos que colaboram para tornar um filme popular nas premiações, como o enredo, a trilha sonora e a filmografia. O figurino é outro fator muito importante, colaborando para dar personalidade aos personagens e criar um clima para a produção. O uso de peças marcantes, como um tecido mais pesado para um personagem aventureiro ou um tênis como o Nike Air Max e uma jaqueta jeans para alguém mais descolado, ajudam a destacar o filme.

E aí, curtiu?

Escrito por Bruno Fonseca

Fundador e editor-chefe do PL. Jornalista apaixonado por quadrinhos, filmes, games e séries.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

Loading…

0
HQ do Dia | Lúcifer Vol. 3 - A Caçada Selvagem - Dan Watters

HQ do Dia | Lúcifer Vol. 3 – A Caçada Selvagem – Dan Watters

O Lado Bom do Lado Ruim - Daniel Martins de Barros

O Lado Bom do Lado Ruim – Daniel Martins de Barros