Curiosidades sobre O Rei Leão (1994)

Os estúdios Walt Disney, com algumas exceções raras, sempre foram capazes de criar filmes icônicos e atemporais que encantam o público até hoje. Desde 1937, quando alcançaram um irretocável sucesso com Branca de Neve e os Sete Anões, inúmeros contos de fada clássicos foram adaptados para o cinema e, além de envolverem com belíssimas histórias e memoráveis músicas, reinventaram a arte da imaginação mais de uma vez – temos, por exemplo, A Bela Adormecida (1951) como um dos marcos mais importantes da história, e a utilização da animação 3D a partir de 2005 com O Galinho Chicken Little, alcançando um ápice com Enrolados (2010).

Porém, não estamos aqui para analisar o império Disney e suas técnicas para trazer animações para o mais real possível, e sim para mencionar uma de suas obras-primas – que inclusive entrará para o panteão dos remakes em live-action: O Rei Leão (1994).

Girando em torno de Simba (Matthew Broderick), o filme levou para casa duas estatuetas do Oscar, incluindo Melhor Animação, e até hoje configura a lista dos melhores longas-metragens de todos os tempos. Aqui, Simba é filho de Mufasa (James Earl Jones) e consequente herdeiro do trono da vasta savana africana. Entretanto, a vida do pequeno leão vira de cabeça para baixo quando seu pai é assassinado pelo tio, Scar (em uma perfeita rendição de Jeremy Irons), e é exilado até retornar para clamar pelo reino que lhe pertence.

A narrativa não apenas é uma das mais populares dentro do universo dramático, mas também é contada de forma ímpar, misturando a jornada coming-of-age com um épico musical, cujas canções incluem desde a mágica “O Ciclo da Vida” até a entrega corpo-e-alma criada por Elton John, “Nesta Noite o Amor Chegou” (conhecida mais por seu título original, “Can You Feel the Love Tonight?”). Porém, até mesmo os fãs mais assíduos da animação podem ter deixado algo escapar, principalmente no tocante aos bastidores do filme.

É por isso que nessa mais nova homenagem, separamos algumas curiosidades que se mantiveram por trás das câmeras e que podem ter passado batido por parte do público. Confira abaixo a lista e não se esqueça de deixar seus comentários e sugestões para matérias futuras.

  • Uma das frases mais icônicas e hilárias, “O que você quer que eu faça, me vista e dance a hula?”, foi improvisada por Nathan Lane, que interpreta o suricati Timão.
  • Algumas semanas antes do filme ser lançado, Elton John ganhou uma exibição especial. Ao notar que sua música tinha sido deixada de fora, ele “obrigou” os produtores a colocarem-na de volta. Meses depois, John levou para casa o Oscar de Melhor Canção Original.
  • Os animadores ficaram tão impressionados com a performance de Jeremy Irons no filme, que trabalharam para que Scar tivesse as mesmas feições do ator.
  • Grande parte dos personagens tem nomes provindos do dialeto africano suaíli, dentre eles Simba (leão), Nala (presente), Rafiki (amigo) e Pumba (simplório).

  • Durante a música “Se Preparem” (“Be Prepared” no original), a marcha das hienas para Scar é inspirada em gravações das marchas nazistas do governo de Adolf Hitler.
  • Quando Mufasa explica para Simba que as estrelas são reis que já se foram, é possível ver a constelação de Leão no céu.
  • O filme foi o mais lucrativo de 1994 e o segundo mais lucrativo dos Estados Unidos, atrás apenas de Forrest Gump: O Contador de Histórias.
  • A história original focaria no conflito entre leões e babuínos. Scar seria o líder destes, enquanto Rafiki, na verdade, seria um guepardo.
  • Hans Zimmer, responsável pela trilha sonora, tinha dúvidas quanto a compor para uma obra infantil. Hoje, considera O Rei Leão um de seus melhores trabalhos.

  • A juba de Simba adulto foi inspirada no cabelo do astro do rock Jon Bon Jovi.
  • Apesar das alegações de plágio da série de TV Kimba, o Leão Branco (1965), a Disney continua declarando que qualquer similaridade é coincidência.
  • O Rei Leão também se tornou musical da Broadway em 1997 e ganhou seis Tony Awards, incluindo Melhor Musical.
  • Liam Neeson e Timothy Dalton foram considerados para o papel de Mufasa, mas acabaram recusando. Neeson, mais tarde, dublaria o leão Aslan na franquia As Crônicas de Nárnia (2005).
  • A animação é baseada livremente em Hamlet, de William Shakespeare. Scar é baseado no usurpador do trono e assassino Cláudio, enquanto Simba mantém relações com o personagem-título da peça.

  • Timão e Pumba originalmente seriam amigos de Simba desde o começo da história.
  • Steven Schneider incluiu O Rei Leão em seu livro 1001 Filmes para Ver Antes de Morrer.
  • Algumas vocalizações de Mufasa foram recicladas de outro longa-metragem dos estúdios Disney, A Bela e a Fera (1991).
  • Irons chegava preparado com cigarros para interpretar Scar. Em “Se Preparem”, os editores tiveram que retirar certas partes em que o som da fumaça aparecia.
  • A música “O que Eu Quero Mais É Ser Rei” tem certa ironia: Simba a canta um dia antes de Mufasa morrer, o que torna o jovem leão o rei oficial da savana.


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.