Connect with us

Inscreva-se

Cinema

Aves de Rapina (2020) | Arlequina e a emancipação da DC nos cinemas

Aves de Rapina chegou aos cinemas e Arlequina veio com tudo mostrar que Gothan também é das mulheres, deixando tudo ainda melhor!

Aves de Rapina (2020) | Arlequina e a emancipação da DC nos cinemas

O mundo dos heróis no cinema foi ganhando com o tempo cada vez mais espaço, na qual o mundo da Marvel estava sempre lá no alto, enquanto a DC batalhava com altos e baixos todo ano. De uns tempos pra cá os acertos foram cada vez maiores, mas mesmo com o sucesso que foi “Mulher-Maravilha” (2017) e “Coringa” (2019), muitos ainda sentiam o gosto amargo que foi assistir “Esquadrão Suicida”(2016). 

Mas parece que finalmente a DC está ganhando sua emancipação nas telas e Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa é mais um dos motivos para que as pessoas cheguem no cinema e paguem por essa experiência incrível que foi acompanhar Arlequina buscando sua independência. 

Aves de Rapina (2020) | Arlequina e a emancipação da DC nos cinemas

Cena do filme ‘Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa’

Antes de tudo já faço um aviso: eu poderia falar sobre o filme e comparar com as HQs e o que a maioria das pessoas pretende fazer, mas entendam uma coisa, é totalmente diferente um e outro. Falarei apenas do filme e é isso, afinal se a gente for ficar comparando todos os filmes de super-heróis com quadrinhos, nunca iremos gostar de nada, já que não se consegue fazer algo 100% perfeito.

Arlequina (Margot Robbie) após terminar com Coringa, decide que é hora de ser independente e seguir em frente com sua vida. Se mudar para um apartamento em cima do restaurante tailandês e praticar modalidades agressivas não poderia ser o suficiente, já que após expor publicamente sua separação, todas as gangues pararam de sentir medo e começaram a caçar sua cabeça buscando vingança por tudo que ela já fez. Máscara Negra (Ewan McGregor), um dos chefões da máfia em Gothan, precisa de sua ajuda para recuperar um diamante muito importante que o tornará ainda mais poderoso. 

Leia mais: Jojo Rabbit | O humor em declarar a alienação que aprisiona

Mas não é apenas Arlequina que está em busca de sua emancipação em Gothan. Temos a Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell) , a little bird do Máscara Negra que canta e encanta os clientes em seu bar mostrando a potência que sua voz pode chegar, mas que não é o suficiente para as pessoas escutarem o pedido de ajuda. E que após não aguentar mais as besteiras e problemas da máfia, vê que o caminho que sua mãe escolheu antes pode ter sido a melhor escolha, mesmo que tenha perdido a vida. A personagem é incrivelmente engraçada, carismática e sem filtro, falando aquilo que pensa e que seu grito tem uma força avassaladora.

Renee Montoya (Rosie Perez), uma detetive da polícia de Gothan que sofre como toda mulher em um ambiente extremamente masculino que é, resolver tudo sozinha mas é seu parceiro que leva todo o crédito. Após não aguentar o desaforo e problemas, decide por si só encontrar respostas para o roubo do diamante. Senti uma extrema identificação com a personagem, dando raiva em certos momentos, que como ser mulher é incrível mas muitas vezes frustrante e que os homens sempre se sentem ameaçados por alguém que pode estar muito acima deles, então a melhor forma é se unir e não deixar isso ocorrer. O que me faz sentir muito feliz por não gostar de homens. E não vem me xingar por se sentir ofendido, porque se doer você vai saber que é apenas a verdade.

Mas seguindo em frente, temos também a Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), que após um grande trauma em sua infância treina para derrotar aqueles que a machucaram. Suas técnicas de luta e habilidades com a besta são incríveis, deixando qualquer lutador no chinelo. Seu jeito sério e ao mesmo tempo “inocente”, muitas vezes faz com que ela seja perdida, não entendo algumas gírias usadas e a maneira de agir com as pessoas. Mas é isso que a torna única e maravilhosa, sendo uma das melhores personagens para mim no filme, mas que talvez pudesse ter sido bem mais aproveitada. Entendo que são muitas pessoas para serem apresentadas, então dou uma colher de chá e acredito em um próximo filme para aprofundar ela ainda mais.

Aves de Rapina (2020) | Arlequina e a emancipação da DC nos cinemas

Cena do filme ‘Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa’

Leia mais: Titãs – 2ª Temporada | O cansaço e a ausência de controle

E por último, mas não menos importante, temos Cassandra Cain (Ella Jay Basco) – e dentro dos quadrinhos conhecida como Cassandra Wayne -,  é uma ladra de primeira, aquela criança que vive nas ruas e que se você não ficar atento talvez seu relógio não esteja mais no pulso ou sua carteira no bolso. Suas habilidade fazem com que ela acabe roubando o diamante, e que necessita da ajuda de Arlequina, Canário, Caçadora e Renee para ficar viva e escapar das mãos do queridão da máfia. O aproveitamento da personagem é satisfatório, sendo divertida e quem reúne as quatro para lutar contra o Máscara Negra. Ela não é só apenas a cola, mas que traz à tona para as personagens seu lado humano, principalmente em Arlequina. 

Após essa bela introdução sobre as personagens e sua importância para a história, vamos para os pontos positivos e negativos do filme. Começarei pelo lado negativo, que são bem poucos por sinal. Meu único problema real com o filme é em questão do Máscara Negra, que mesmo aparecendo várias vezes, acaba sendo totalmente mal aproveitado e que quando ganha seu momento de destruir tudo simplesmente explode tudo. O longa ganha por seus pontos positivos, apresentando uma trilha sonora super divertida e que casa com as cenas de ação e momentos que trazem mais emoção. É nítido que as cenas de luta em “Mulher-Maravilha” (2017) foram uma inspiração para as cenas em “Aves de Rapina”, já que o slow motion é bem presente em alguns momentos, mas que funcionam super bem. Então imaginem uma cena de luta, asma de glitter, slow motion e trilha sonora f#[email protected], não tem erro nenhum é apenas perfeição.

Leia mais: Lista completa das animações da DC Comics

A forma que a história é contada para o público funciona super  bem, talvez para algumas pessoas fique um pouco confuso, já que vamos e voltamos na história ao apresentar as personagens. Mas acredito que isso também ocorra de forma proposital, já que é Arlequina contando para o público sempre quebrando a quarta parede e deixando as vezes tudo um pouco confuso mesmo, igual a cabeça louca dela. Mas o mais interessante ainda é como o filme explora todos os problemas que nós mulheres enfrentamos em um mundo que, infelizmente, ainda é comandado por homens. Precisamos sempre estar provando que somos capazes para conseguir um cargo melhor, oportunidade melhor, enquanto eles só por terem um pênis acham que podem tudo e é isso que “Aves de Rapina” mostra, que é totalmente o oposto, e que se as mulheres se unirem e não ficarem umas contra as outras poderão fazer uma grande mudança sempre. A questão do abuso, seja ele físico ou psicológico, é bem explorada e mostrando que são pequenas coisas que devemos ter cuidado e ficar atentos, não deixando que isso ocorra nunca mais já que nossa saúde mental é mais importante que qualquer homem. 

Leia mais:  Street Fighter (1994) | Van Damme estava cheiradão nas filmagens

Aves de Rapina (2020) | Arlequina e a emancipação da DC nos cinemas

Cena do filme ‘Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa’

Mas como esse texto já está ficando muito longo e sabemos que as pessoas hoje em dia querem algo rápido pela preguiça de ler, completo dizendo apenas uma coisa: vá ao cinema assistir, seja homem ou mulher. “Aves de Rapina” é um Girl Power completo, empoderando e ensinando como enfrentar dificuldades, e que os homens não podem ficar chamando elas de loucas por levantarem a voz e sim apoiarem elas nessa jornada. Homens que estão lendo, aprendam alguma coisa assistindo e não fiquem reclamando que é um filme com mulheres, só porque vocês gostam mais de ficar vendo outros homens em roupas apertadas salvando o dia, as mulheres fazem isso e mil vezes melhor e ainda por cima sem usar roupas apertadas já que ninguém é objeto.

E mudando um pouco a frase usada por todos, só digo uma coisa: Por trás de uma grande mulher badass, não precisa existir mais ninguém, apenas ela já é o suficiente“. #PAZ

Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

Escrito por

Cineasta que entrou para o mundo do jornalismo. Amante de filmes e games, fã filmes de terror trash e joguitos que duram meses. As Premiações pelo mundo todo que me aguardem e os noobs que sofram.

Comentários
Advertisement
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

    Parceiros:

  • xvideos
  • Videos Porno
  • Xvídeos
  • xnxx
  • Acompanhantes BH
  • Videos Porno
  • X videos
  • Xvideos Porno
  • Porno Nacional
  • xvideos amadoras
  • x videos
  • Xvideos UP
  • Xvideo
  • Acompanhantes SP
  • acompanhantes em sp
  • Acompanhantes Campinas
  • Sexo Gostoso
  • Sexo Amador
  • Xvideos Brasileiro
  • ACOMPANHANTES SAO PAULO
  • Acompanhantes ES
  • Pornozudo
  • Travestis
  • Videos Travestis
  • TGatas
  • Acompanhantes Transex

Proibido Ler - Since 2009 - Copyright © 2018 Jawn Theme.

Connect
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.