7 Histórias essenciais do Homem-Aranha

5 meses atrás ( 27/07/2017 )

Há realmente apenas três super-heróis que atingiram o status icônico: Batman, Superman e Spider-Man. E enquanto os dois primeiros têm um apelo universal, Homem-Aranha esbanja simpatia e empatia mais do que qualquer outro super-herói. Batman e Superman têm origens maravilhosas e ricas que moldaram suas vidas, no sentido heroico, bem como seus valores morais e crenças. Então você certamente pode sentir por Bruce Wayne a perda de seus pais e você pode simpatizar com Clark Kent por ser um estranho visitante abandonado na Terra por seus pais, mas para entender Peter Parker como Homem-Aranha você tem que entrar em um mundo completamente diferente.

Peter tornou-se Homem-Aranha por três sentimentos fortes: culpa, senso de responsabilidade e amor. Ele se sentiu culpado por permitir que um criminoso escapasse, aquele que mataria seu tio Ben apenas algumas horas depois. Como um adolescente lida com isso? Você também deve lembrar que, Peter Parker, era um garoto do ensino médio sem pais e tinha apenas seus tios, embora amando, como sua tia May cuidava dele. Peter era uma jovem criança isolada do mundo. Ser homem-aranha tornou-se sua vida real e ele usou seus poderes porque ele lhes foi dado por um motivo … para ajudar seus semelhantes. E quando ele sente que não pode continuar e sua vontade desaparece, ele usa seu amor para que outros lhe dêem força renovada.

Compartilho isso para que você possa entender por que essas histórias foram escolhidas aqui. Você pode ver de onde ele veio e o que o leva “Com grande poder vem grande responsabilidade”. Esse é o mantra do Homem-Aranha. É o que faz ele colocar o uniforme todos os dias e arriscar sua vida por estranhos. Toda história selecionada cresce a partir desse ideal e é por isso que ele nunca vai desistir, ele nunca vai desistir e mesmo em face de chances impossíveis, o Homem-Aranha sempre triunfará. Eu encorajo você a encontrá-las e lê-las todas. Elas podem não mudar sua vida, mas ao final terá valido a pena.

Grandes histórias

O nascimento de Venom


Edições Americana: Amazing Spider-Man #300, 315-317, Marvel Comics

Criadores: David Michelinie, Todd McFarlane

Nunca antes Homem-Aranha lutou contra um vilão como este, Venom tinha todos os seus mesmos poderes, era mais forte e não provocava seu sentido aranha. Felizmente, Peter tem uma mente brilhante junto com esses incríveis poderes e ele usou isso para derrotar o Venom.

Edições Brasileiras: Coleção Salvat capa preta – O nascimento de Venom


O Menino que Colecionava Homem-Aranha


Edição: Amazing Spider-Man #248, Marvel Comics

Criadores: Roger Stern, Ron Frenz

Esta é apenas um história de back-up para a história principal, onde Homem-Aranha luta com Thunderball, mas contém a segunda história do Spidey mais emocionante já criada. Homem-Aranha vai visitar seu maior fã. Em uma entrevista com Roger Stern, ele disse: “Em parte, tenho certeza de que surgiu do desejo da minha parte em fazer uma breve história de interesse humano no estilo de Will Eisner – é por isso que a história é parcialmente avançada através de recortes de jornais… Eu estava tentando ser Eisneresque.” Não preciso dizer mais nada sobre esta história para não estragar.

Edição Brasileira: Marvel 40 anos

A morte de Jean DeWolff

Edições: Espectacular Spider-Man #107-110, Marvel Comics

Criadores: Peter David, Rich Buckler

Que tipo de super-herói se salva apenas para permitir que um espectador inocente seja baleado? Que tipo de super-herói quase bate em um homem até a morte? Descubra nessas questões como Peter David desenha a segunda história de mistério de homicídio em quadrinhos. Esse é um conto amadurecido e frio, como nunca foi visto em uma edição do Homem-Aranha antes ou depois. E como um bônus adicional, você consegue um vislumbre da origem do Venom.

Edição Brasileira: O Espetacular Homem-Aranha – A morte de Jean DeWolff

A última caçada de Kraven


Edições: Amazing Spider-Man #293-294, Spectacular Spider-Man # 131-132, Web of Spider-Man # 32-33, Marvel Comics

Criadores: J.M. DeMatteis, Mike Zeck

DeMatteis leva o vilão, uma vez ridículo e artesanal, Kraven O Caçador, a uma das melhores histórias do Homem-Aranha já contadas. Nós somos levados para dentro da cabeça de Kraven e nos é mostrado que a loucura está lá dentro. Kraven, tendo caçado qualquer outra presa na terra, caçou Spider-Man e o derrota da pior maneira possível, enterrando Homem-Aranha vivo. Ao longo do conto, Peter tem que enfrentar sua própria mortalidade, Mary Jane deve mostrar uma força interior impecável enquanto o marido recém-casado, está desaparecido e Kraven assume como um vilão que o Homem-Aranha não conseguiu derrotar sozinho. O final é tão memorável, que ajuda a impulsionar esta história para o topo de qualquer lista de melhores histórias do Homem-Aranha.

Edição Brasileira: As maiores histórias da Marvel, Coleção Salvat capa preta nº 09 – O Espetacular Homem-Aranha – A última caçada de Kraven

Se este for meu Destino …!

Edições: Amazing Spider-Man #31-33, Marvel Comics

Criadores: Stan Lee, Steve Ditko

Outro clássico de Stan Lee e Steve Ditko. Ele contém um dos momentos mais icônicos e memoráveis em toda a história do quadrinhos, não apenas a história do Homem-Aranha. Pode-se argumentar que Doutor Octopus é o vilão do Homem-Aranha por excelência, e essa história ajuda a impulsionar esse argumento, enquanto Doc Ock empurra a Spidey para seus limites absolutos. Essa é uma daquelas histórias de saltar da cadeira com os braços erguidos, gritando…ISSO (som de aplausos e gritaria)! Essa é aquela história de “se sentir bem” pelo Aranha. Se você quiser ler uma história que lhe diga exatamente o que o homem aranha é e do que ele é capaz, essa é a história perfeita pra ler.

Edição Brasileira: Biblioteca Histórica Marvel – Homem Aranha vol. 4

 

 

 

Homem-Aranha – Azul


Edição: Graphic Novels – Spider-Man Blue, Marvel Comics

Criadores: Jeph Loeb e Tim Sale

Por que o Homem-Aranha é melancólico e azul nesta minissérie sincera e muito pessoal? A história é familiar, mas a execução não é o que o leitor espera desse casamento incrível de história e arte por Jeph Loeb e Tim Sale. Esta é a saga de um jovem Peter Parker lidando com a perda e sua jornada na idade adulta. É um conto de idade, contado de maneira engenhosa, permitindo que o leitor mergulhe na mente de um jovem que conserva seu senso de humor mesmo em dias ruins. Peter relembra seu passado, com o leitor não sabendo o período de tempo em que esta história reside.

Dentro da mente do Homem-Aranha habita um personagem com bastante história, emoção e personalidade para durar para sempre. Ao longo desse clássico moderno do Spidey, você percebe que a jornada de Peter Parker tornou-se sua também.

Edição Brasileira: Coleção Salvat capa preta – Homem Aranha – Azul

A morte de Gwen Stacy

 
Edições: Amazing Spider-Man #21-122, Marvel Comics

Criadores: Gerry Conway, Gil Kane, John Romita Sr. (capas)

Esta história foi tão revolucionária e importante que é um dos marcos do fim da Era de Prata dos quadrinhos. Nunca antes um personagem tão popular, tão importante e tão integralmente morto. O enredo da donzela em dificuldade tinha sido usado na história de quadrinhos, mas o herói sempre chegava a tempo…mas desta vez não rolou. Para aqueles de nós que amam tanto a Gwen quanto o Peter, foi doloroso e facilmente faz com que essa seja a história mais emocionante do Homem-Aranha já contada. Gwen Stacy era o amor da vida do Homem-Aranha e seu único amor verdadeiro (você trocaria a Gwen pela M.J.?). Ela é uma dos poucos personagens de quadrinhos que morreu e permaneceu morta, tio Ben e os pais do Batman são outros que, de imediato, vem à mente. Também é a primeira vez em que vemos o lado apaixonado da Mary Jane, e torna-se o primeiro passo no que acabará por levar ao casamento de Peter e M.J. Por fim, há um ar de controvérsia em torno da história sobre se Gwen morreu ou não do “choque” da queda ou de ter seu pescoço quebrado quando o Homem-Aranha agarrou ela com a teia. Em última análise, não importa como ela morreu, sua morte marca uma das melhores histórias do Homem-Aranha de todos os tempos.

Edição Brasileira: Os maiores clássicos do Homem-Aranha  – A Morte de Gwen Stacy.

Veja também:

Homem-Aranha | Com grandes poderes vem… grandes vilões

Origens e Evoluções | Homem-Aranha

Homem-Aranha | 7 melhores animações do Cabeça de Teia

Homem-Aranha: De Volta ao Lar | Um sólido começo para o Cabeça de Teia


© 2017 Proibido Ler | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro & Baruch Vitorino