in

HQ do Dia | Não Existem Super-heróis na Vida real

Porrada na cara, chutes da barriga e reflexões que vão pairar na sua cabeça por dias após ler “Não existem super-heróis na vida real”. Escrita por Nick Farewell, ilustrada por Mário César e publicada pela DEVIR, os contos dessa HQ mostram o que todos os personagens têm superpoderes, não são nada comparado aos super-heróis do cinema, dos gibis e dos games. São gente como eu ou você que acorda todo dia para lutar contra a rotina que amarga a vida, contra o chefe cuzão, solidão e até mesmo contra a sorte.

Leia mais: HQ do Dia | Pílulas Azuis

HQ do Dia | Não Existem Super-heróis na Vida real

Sim, há quem pensa que a sorte traz apenas benefícios, mas ao ler “Lucky Boy” você vai perceber que além do que se vê, há uma pessoa sozinha, triste e que a balança de seu poder nunca está equilibrada.

“Não existem super-heróis na vida real” tem uma carga pesada. Nenhum conto acaba em um final feliz, mas toca a ferida com o dedão e a aperta bem forte. Nick Farewell consegue transmitir emoções em cada recordatório como ninguém, enquanto Mário César faz em cada cena o leitor senti-las no cerne de cada ação. Se você tiver pulso forte vai encara-la tranquilamente e provavelmente vai refletir sobre alguns personagens e como você conhece muita gente parecidas com eles.

Leia mais: HQ do Dia | Tina – Respeito

HQ do Dia | Não Existem Super-heróis na Vida real

Essa é a pior parte, é saber que tudo que você está lendo acontece na realidade e até em graus mais elevados. Eu li “Não existem super-heróis na vida real” por partes. Sinceramente, eu não aguentei mandar ver numa tacada só. E nem poderia, pois é necessário digeri-la aos poucos para que o estrago pela porrada seja menor.

Leia mais: Alimente suas paixões e nunca deixe elas morrerem

HQ do Dia | Não Existem Super-heróis na Vida real

Isso necessariamente não é algo ruim, foi apenas um jeito que eu encontrei de compreende-la em 100%. Não sei se ela vai bater em você do mesmo jeito que bateu em mim, mas com certeza vai te fazer pensar e perceber que nós precisamos dos super-heróis para preenchermos nosso desejo por espectação. Ainda assim, é importante saber que se um Vingador da vida tivesse que passar pelo mínimo que esses personagens passaram, não chegariam a ver a luz no fim do túnel e uma superforça ou ser um Deus não adiantaria de nada.

Se você ficou interessado, “Não existem super-heróis na vida real” está à venda nas melhores livrarias, por um excelente preço e você pode ajudar o Proibido Ler comprando seu exemplar clicando aqui.

E aí, curtiu?

Escrito por Bruno Fonseca

Jornalista, apaixonado por quadrinhos, filmes, séries e retrogames. Espero que você alcance o sétimo sentido em todos os âmbitos da vida.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0
Vestida de unicórnio, avó abraça os netos após isolamento social

Vestida de unicórnio, avó abraça os netos após isolamento social

Minecraft: Dungeons | O bloco RPG com muita essência

Minecraft Dungeons | Um RPG com muita essência e blocos