Rainbow Six Extraction | Um coop ainda mais desafiador
in

Rainbow Six Extraction | Um coop de primeira e ainda mais desafiador

Mais uma renovação necessária na franquia Tom Clancy’s

Quem é gamer provavelmente conhece a franquia “Tom Clancy’s” da Ubisoft. Ela tem um formato único e diferenciado, além de algumas histórias do escritor de contos com o mesmo nome. Seu grande sucesso, que até hoje conta com campeonatos pelo mundo com uma grande premiação, é “Rainbow Six Siege”, em que um esquadrão deve matar o outro em rounds.

Porém, já era hora de uma renovação ser feita, e foi então que tivemos o anúncio de “Rainbow Six Extraction”, com uma nova maneira de trabalhar em equipe para salvar o mundo de uma invasão alien.

+ Conheça a SKY Campo Grande

+ Assista ao trailer abaixo.

“Rainbow Six Extraction” é uma experiência com formato de “R6” e “Left 4 Dead”. Em um grupo de três pessoas – ou até mesmo solo – devemos cumprir missões de reconhecimento e resgate contra uma invasão alien que está ocorrendo na Terra.

A campanha sempre apresenta situações bem interessantes, em que dentro das quatro áreas que iremos liberar, há três opções de mapas. E dentro de cada fase passaremos por três estações, sendo a terceira a última em que depois devemos passar pela extração que completa a missão.

Porém isso não será tão fácil quanto parece. Nossos personagens contam com habilidades e armas diferenciadas, mas não são de ferro. Quando usamos alguém em missão e ele é resgatado ao final com pouca vida, o player ficará inativo por algumas rodadas para recuperação, o que torna a experiência de jogar com vários personagens ainda mais interessante. Não só isso, mas se “morrermos” dentro da missão, devemos começar novamente e resgatar aquele agente preso usando outro personagem, porém isso só acontece se todo o squad morre ou alguém não consegue te levar para a câmara de extração a tempo.

As fases são uma corrida contra o tempo, já que mesmo tendo 15 minutos nem sempre é tranquilo fazer tudo nesse tempo dependendo da dificuldade e da missão. As mais complicadas são as de limpar os ninhos divergentes, varredura de local e contagem dos explosivos. Ambas as três têm algo em comum que é a grande quantidade de criaturas que te atacam nesse tempo, principalmente a dos ninhos, já que devemos destruir 15 deles enquanto hordas de criaturas não param de chegar em você e seu squad, tornando as coisas um pouco complicadas.

O mapa é bem detalhado e cheio de ambientes, o que acaba sendo um detalhe importante é a preocupação que os desenvolvedores tiveram para os jogadores se sentirem imersos no “Rainbow Six Extraction” quando estiverem com a mão no controle. O som ambiente é ótimo, as armas mantém um padrão que funciona super bem e conseguimos deixá-las ainda melhores ao subir de nível e ganhar novos equipes, sejam roupas ou itens que servem para as próprias armas. 

Ganharemos pontos de inteligência que ajudarão a criar novas armas que podemos usar, seja um drone de reconhecimento ou uma bomba de fragmentos. Os objetos são  variados e sempre úteis, principalmente para alguns agentes específicos. Uma das melhores é a “Bomba de Fragmentos”, “Seringa de Renascimento” e “Pack Munição Extra”. Todos são ótimos, mas com toda a certeza esses três foram os que mais utilizei durante minha campanha e sofri menos em momentos de aperto das missões, principalmente quando decidi fazê-las sozinha.

Ao realizarmos os objetivos propostos, vamos ganhando mais experiência, liberando os mapas seguintes, subindo o nível para o “Passe de Batalha” que o jogo complementa e ganhando novos personagens. Todos são ótimos, então se possível jogue de fato com todos e vá evoluindo aqueles que você se adequa mais, o que cria uma ótima dinâmica para a equipe. Então se possível aprenda a jogar com um agente suporte, atirador e tank, dessa forma o time nunca fica desfalcado.

Tive a chance de iniciar minha campanha um pouco antes do lançamento do jogo e mesmo antes não encontrei nenhum bug durante minhas partidas solo. E até mesmo depois de seu lançamento e atualizações, não tive nenhum bug novamente que fosse aparente. Se ocorreu alguma vez foi algo tão pequeno que nem era visível o suficiente.

Pelo fato de sempre ter missões para fazer e as partidas serem encontradas rápidas, caso você jogue com outros jogadores desconhecidos, facilita com que você fique horas jogando sem cansar. Passei dias jogando e por umas boas horas e devo admitir que me diverti muito mais do que na época que jogava R6 Siege. Talvez seja nostalgia por gostar muito do estilo L4D2, mas acredito que aqueles que têm um certo receio pelo estilo de gameplay podem acabar se apaixonando.

“Rainbow Six Extraction” é aquela diversão surpresa, que no começo você pode sentir um certo receio de início mas que te abraça como um amigo que ficou um tempo longe e finalmente conseguiu se encontrar pessoalmente. Seja no modo solo, com amigos ou players aleatórios, é uma experiência que vale a pena ser sentida, sendo um game bem promissor e estou ansiosa para saber o futuro do que será feito pela Ubisoft em relação a temporadas do título.

Tom Clancy’s Rainbow Six Extraction” está disponível para PC, Stadia, PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X/S.

E aí, curtiu?

Escrito por Guta Cundari

Do cinema para o jornalismo. Amante de filmes e games, fã filmes de terror trash e joguitos que duram meses. As Premiações pelo mundo todo que me aguardem e os noobs que sofram.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

Loading…

0
Princesa Mononoke (1997) | Ódio, conflitos e perdão

Princesa Mononoke (1997) | Ódio, conflitos e perdão

Conheça as melhores medidas de retenção de jogadores

Conheça as melhores medidas de retenção de jogadores