Redação Indica #03

Barbara

O Redação Indica chega à sua terceira postagem e eu (Barbara) vou agraciá-los (ou não) com algumas indicações que acredito serem interessantes. Antes de mais nada, eu sou a responsável pela parte de Animes aqui no Proibido Ler e tento sempre trazer notícias interessantes, resenhas e tudo mais que envolva esse vasto mundo das animações japonesas. Pois então, sem mais delongas, vamos às indicações de hoje.

1. ANIME

Eu não estaria sendo eu mesma se minha indicação fosse outra aqui. Eu já sei que o contra argumento de muitos vai ser: “One Piece é muito grande, dá desânimo de acompanhar”. Por favor, repito, POR FAVOR, não deixe o tamanho do anime impedir que você conheça uma obra tão fantástica como essa. One Piece conta a história de Monkey D. Luffy, um garoto que comeu a Gomu Gomu no Mi (Fruta da Borracha), que fez com que ele se tornasse um homem de borracha. Luffy parte para o mar com o objetivo de recrutar companheiros para sua tripulação pirata e seguir rumo à Grand Line para conquistar todos os oceanos e se tornar o Rei dos Piratas. Embora a princípio pareça uma história simples e objetiva, conforme os episódios vão passando você passa a compreender o quão complexo realmente é o enredo e o mais incrível de tudo, as coisas estão conectadas. Você vai se deparar com situações, acontecimentos que de primeira vão parecer simples, mas que lá pra frente vão ter uma importância que você jamais imaginaria. E eu ainda recomendo que, caso a quantidade de episódios seja definitivamente algo desmotivador (e eu até compreendo porque animes tendem a ter fillers e enrolarem um pouco em alguns momentos), então que você considere conhecer a história através do mangá. Ainda assim são muitos capítulos, mas certamente é mais rápido ficar em dia com os capítulos atuais. Dê uma chance para One Piece!

2. MÚSICA

The Corrs é uma banda irlandesa cujos integrantes são todos irmãos. A banda é composta por 3 mulheres (Andrea, Sharon e Caroline) e um homem (Jim). O estilo musical varia entre folk rock, música celta e pop rock e, pra mim, o grande diferencial é que além de comporem músicas muito bonitas, o grupo tem algumas músicas apenas instrumentais que demonstram muito bem a sua influência irlandesa. Atualmente a banda parou de fazer turnê e lançar novas músicas (o que é uma pena), mas nenhuma decisão definitiva sobre o seu término foi divulgada. Por isso, ainda dá pra ter esperança de um dia vê-los tocando músicas novas algum dia.

Agora confira uma das músicas instrumentais de que falei:

3. CINEMA

Eu fiquei pensando em vários filmes para indicar, mas a todo momento esse ficava voltando na minha cabeça e então eu acabei me decidindo de que era esse quem deveria ser sugerido aqui. A Corrente do Bem é um filme lançado em 2000 e conta a história de Eugene Simonet (Kevin Spacey), um professor de estudos sociais que propõe um desafio aos seus alunos. Ele pede que os estudantes criem algo que possa mudar o mundo. Um de seus alunos, Trevor McKinney (Haley Joel Osmen), motivado pelo desafio decide criar um jogo chamado “corrente do bem”, onde aquele que receber uma boa ação de alguém deve necessariamente passar o gesto para outras três pessoas. A ideia do garoto acaba se tornando tão bem sucedida que indiretamente influencia nos problemas ocultos de Eugene. Esse foi um filme do qual consegui extrair uma boa lição e, por isso, recomendo fortemente às pessoas.

4. GAME

Esse é um jogo bem interessante. Você começa sem saber quem você é, onde você está e o que deve fazer. Limbo é um jogo independente com uma dinâmica que prende a atenção. É mais um daqueles jogos que você perde as horas jogando sem nem perceber. O cenário é sombrio, escuro e prestar atenção na trilha sonora é muito importante para que você possa saber como agir diante de alguns puzzles que vão aparecendo. Limbo é definitivamente um jogo muito divertido e muito intrigante. Quanto mais você acha que o jogo começou a se tornar previsível, mais ele te surpreende. Recomendação certa!

5. SÉRIE

Ok, eu não ando assistindo muitas séries ultimamente. Por isso, é óbvio que qualquer recomendação minha aqui muito provavelmente não vai ser de grande surpresa ou algo totalmente desconhecido. Assim sendo, eu vou apenas me limitar a indicar True Blood, uma série que eu acompanhei durante muito tempo e, muito embora o final tenha me decepcionado bastante, ainda assim seguiu bem durante todas as suas temporadas. True Blood mostra uma realidade em que humanos e vampiros estão aprendendo a conviver. Para isso, um tipo sintético de sangue foi criado para que os vampiros não ataquem seres humanos. Sookie Stackhouse trabalha em uma lanchonete e mal sabia ela que em um de seus turnos noturnos toda a sua vida mudaria.

E por hoje é só pessoal!

Confira também: Redação Indica #02 | Igor


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.