Connect with us

Inscreva-se

Cinema

Livro vs Filme | “O Iluminado” – por Stephen King e Stanley Kubrick

“O Iluminado” é sensacional, seja nas páginas de Stephen King ou nas lentes de Stanley Kubrick. Conheça as diferenças do filme e do livro:

O Iluminado (The Shining) é um dos melhores filmes de terror de todos os tempos, e uma das obras mais conhecidas do diretor Stanley Kubrick. O roteiro é baseado no primeiro best-seller em capa-dura do escritor estadunidense Stephen King, o romance de horror “O Iluminado“. Estamos falando de uma história explorada por duas das maiores referências em suas respectivas áreas – Stanley Kubrick, no cinema e Stephen King, na literatura. Entretanto, o filme de Kubrick não é uma adaptação do livro de King, mas é apenas baseado no mesmo. Isso quer dizer que, apesar da trama principal ser a mesma em ambas as obras, Kubrick tomou certas liberdades, tornando seu filme diferente do livro em vários aspectos.

O Iluminado, por Stephen King

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

Imagem da série de TV “O Iluminado” (1997)

A família formada pelo casal Jack e Wendy Torrance, e seu único filho, Danny, se encontra no meio de uma crise familiar, e pretende se re-estabelecer. Jack Torrance é um professor universitário e alcoólatra, que perdeu seu último emprego por espancar um aluno no estacionamento da universidade. O alcoolismo foi herdado de seu pai (que aparece em várias lembranças) e causava acessos de fúria em Jack – um desses ataques fez com que ele quebrasse o braço de Danny, quando ele tinha apenas três anos. Wendy Torrance é uma esposa dedicada e mãe carinhosa, que tem um relacionamento conturbado com os pais, especialmente com a mãe. Ela se sentia presa ao casamento por não ter para onde ir – voltar para a casa da mãe seria uma vergonha. Por fim temos Danny, um garoto que é capaz de ver coisas, ouvir pensamentos e ser influenciado por espíritos. Ele tem um amigo imaginário chamado Tony, que o alerta sobre os perigos que o rondam.

A família se muda para um hotel de veraneio que fica completamente isolado do resto do mundo durante o inverno. Eles trabalharão como zeladores durante a época mais fria do ano, de outubro a maio do ano seguinte. O casal via essa temporada no Hotel Overlook como sua última chance de recomeçar.

O hotel é um lugar amaldiçoado: assassinatos e crimes grotescos aconteceram ali. O momento mais aterrorizante do livro ocorre quando Danny fica trancado no parque do hotel, e sente a presença de todas as crianças que morreram naquele lugar (isso foi descartado do filme). O pequeno Danny consegue sentir que o hotel é uma entidade do mal, e assim como Dick Hallorann, o cozinheiro, ele consegue se comunicar com a entidade e vislumbrar cenas do passado.

Na verdade, hotel é um personagem que manipula seus habitantes e facilita certos acontecimentos, como por exemplo, dar a oportunidade para Jack beber álcool. O final do livro se dá com Jack perseguindo seu filho pelos corredores, armado com um taco de críquete. Danny, sua mãe e Dick conseguem escapar do prédio antes que ele exploda, incinerando Jack vivo.

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

Imagem da série de TV “O Iluminado” (1997)

O Iluminado, por Stanley Kubrick

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

Kubrick descarta todo o background da família Torrance, não deixando claro quaisquer detalhes sobre a personalidade ou os problemas familiares de cada um deles. Jack Torrance é um escritor frustrado que desenvolveu um complexo por nunca conseguir satisfazer as necessidades de sua família. Ele é apresentado como uma pessoa desequilibrada e desapegada de sua esposa e filho. Wendy Torrance é uma mulher submissa e amedrontada. E Danny é um garoto que diz ter um amigo imaginário (que mais parece um tipo de dupla personalidade), não demonstra ser profundamente apegado com os pais e cujos dons não são realmente esclarecidos.

A família se muda para um hotel de veraneio que fica completamente isolado do resto do mundo durante o inverno. Eles trabalharão como zeladores durante a época mais fria do ano, de outubro a maio do ano seguinte. O hotel é um lugar horrível onde coisas terríveis aconteceram. Todas as almas envolvidas nesses acontecimentos permanecem nos corredores e quartos do hotel, se manifestam (especialmente com Danny) e transformam sua estadia numa experiência verdadeiramente horrível.

O final do filme se dá com um Jack Torrance enlouquecido que, depois de matar Dick Hallorann, persegue seu filho com um machado através de um labirinto, onde acaba se perdendo e congelando até a morte durante a noite.

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick


A principal diferença está no hotel. Seu papel é tratado de duas maneiras, dando a cada versão uma explicação diferente da história.

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

KING:

O livro conta a história aterrorizante de um lugar que amaldiçoa qualquer pessoa que o habite, fazendo com que cometa atos horríveis, como matar a própria família. O Hotel Overlook é o verdadeiro vilão da história. Na verdade, pouco antes de Jack morrer, o hotel se manifesta em seu corpo, recusando-se a morrer e deixar Danny em paz. Mesmo depois que o hotel foi destruído no incêndio, a entidade ainda tenta possuir Dick Hallorann.

KUBRICK:

O filme apresenta um drama um pouco mais realista, onde um pai frustrado e atormentado lentamente se afunda em sua loucura. Ele vê fantasmas e justifica suas ações de forma fria e calculista. O hotel desempenha o simples papel de ambiente que desperta essa loucura. É por isso que, no filme, a destruição do mesmo não é necessária, uma vez que o prédio não representa nenhum perigo.


Vamos analisar alguns pontos interessantes e diferentes de cada obra:

– O dedo de Danny

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

No filme, o garotinho atormentado “fala” com seu amigo imaginário, Tony, e faz com que ele responda movendo o dedo indicador e falando com uma voz diferente (como um ventríloquo). No livro, a criança conversa com Tony sem fazer nenhum tipo de movimento parecido com esse, e o amigo imaginário aparece somente nos sonhos de Danny.

– Wendy Torrence

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

No livro a dedicada esposa e mãe é descrita como uma mulher loira e bonita, que inconscientemente sente ciúmes de Jack, pois sabe que o filho é mais apegado ao pai. O filme traz Shelley Duvall, de cabelos negros, no papel de Wendy, e para falar a verdade, eu fico feliz que ela tenha sido escolhida. Seus gritos e caretas de terror são marcantes para o filme.

– A médica de Danny

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

No livro é um médico.

– Decoração

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

Stanley Kubrick escolheu estampas geométricas para decorar os corredores do Overlook, enquanto King preferiu que o hotel fosse livre de estampas. Seu famoso carpete azul e preto não existe no filme.

– A bebida favorita de Jack Torrance

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

No filme, é o whiskey “Bourbon On The Rocks” e no livro, é o Martini.

– Sangue no elevador

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

No filme Wendy tem uma visão apavorante, onde um mar de sangue sai do elevador do hotel. No livro, por outro lado, o elevador apenas funciona sozinho. O banho de sangue é exclusivo do filme.

– Stuart Ullman

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

Sr. Ullman é o gerente do hotel, e é completamente diferente do livro para o filme. No livro, ele gerencia o Overlook desde os anos 70, foi ele quem contratou Delbert Grady como zelador e não queria contratar Jack. Já no filme, Sr. Ullman é o segundo gerente do hotel, e quem contratou Grady foi seu predecessor. Ele adora Jack desde o início, e o contrata de boa vontade. Em ambas histórias é o Sr. Ullman quem avisa Jack sobre os assassinatos cometidos por Grady, mas somente no livro assume que foi ele quem o contratou.

Delbert Grady

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

Grady era o zelador do Hotel Overlook antes de Jack Torrance. No livro, ele trabalhava lá desde 1970 e fora contratado pelo Sr. Ullman. King descreveu-o como uma aparição real, que fisicamente abre a porta do depósito onde Jack está trancado em dado momento, bem como fornece o taco de críquete que Jack usa para atacar sua família. Ele mata suas filhas com um machado, e sua mulher e a si mesmo com uma espingarda. Quando Sr. Ulman está falando sobre Grady, menciona problemas com bebida (ele diz “Eu cometi um erro, o homem era um bêbado.”). No filme ele foi contratado pelo gerente anterior ao Sr. Ullman, e é parte da imaginação de Jack, agindo como se fosse o seu subconsciente para induzi-lo a matar sua família. Diferentemente do livro, o ex-zelador assassina a própria família usando um machado, e se suicida com uma espingarda. E o nosso protagonista consegue sair do depósito sozinho, bem como encontrar o machado que usa para atacar a família sem nenhuma ajuda. Sr. Ullman não menciona nenhum problema de Grady com álcool, como fez no livro, ele apenas diz que o zelador “Sofreu algum tipo de colapso mental.” Outra diferença gritante está na forma como o corpo de Grady foi encontrado. No livro um guarda florestal do Parque Nacional o encontrou congelado. Já no filme, Grady empilhou os corpos ordenadamente em um quarto do Overlook e quem acabou congelado é Jack.

– As gêmeas

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

Uma das cenas mais icônicas do filme é mérito de Stanley Kubrick. A sequência onde Danny passeia de triciclo pelos corredores do hotel e, ao virar uma esquina, dá de cara com duas sinistras garotinhas gêmeas – as filhas de Delbert Grady – que depois aparecem esquartejadas, não aparece no livro. Na obra de King, Danny enxerga apenas manchas de sangue na parede.

– O labirinto do Overlook

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

Mais uma coisa que foi introduzida no filme e não existe no livro. Nas páginas escritas por King, o jardim do hotel tem uma série de arbustos cortados em forma de animais, que, inclusive, ganham vida e atacam os membros da família, especialmente Danny.

– A mulher do quarto 237

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

No filme Jack vai até o quarto 237 para ver o que atacou Danny, e descobre uma bela mulher na banheira. O protagonista, então, é seduzido pela mulher nua, e quando os dois estão se beijando, a bela mulher se transforma no cadáver de uma idosa em decomposição – uma das cenas mais perturbadoras. No livro, o número do quarto é 217 (isso foi alterado no filme porque o hotel usado nas filmagens não queria que seus hóspedes ficassem com medo do quarto, escolhendo assim o 237, que na realidade não existe), e Jack não chega a se encontrar com o fantasma.

– A máquina de escrever

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

O trabalho literário que Jack quer finalizar durante seu tempo como zelador do Overlook aparece no livro, mas não tem tanto destaque como no filme. A cena icônica em que Wendy Torrance encontra a máquina de escrever do marido, bem como as folhas onde apenas uma frase é repetida, não foi criada por King.

– O homem vestido de cachorro

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

No filme, Wendy está fugindo pelos corredores do hotel, quando chega perto do final da escada e vê um homem fantasiado de cachorro fazendo sexo oral em um velho. O livro menciona um “homem-cachorro”, mas quem o vê é Danny, e nenhuma página fala sobre algum ato sexual.

– REDRUM

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

No filme Danny, em transe, escreve a palavra REDRUM na porta do quarto com batom. Wendy acorda assustada, vê a palavra refletida no espelho e descobre seu verdadeiro significado – “MURDER” (assassinato). Já no livro é o próprio Danny quem desvenda o mistério da palavra REDRUM.

– Dick Hallorann

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

Nas telonas, o cozinheiro e amigo Dick Hallorann chega ao hotel e é surpreendido por Jack, que o mata com uma machadada certeira no meio do peito. No livro, Hallorann sobrevive junto com Wendy e Danny no final.

– “Here’s Johnny”

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

A icônica cena do arrombamento no banheiro do quarto, seguido do grito “Here’s Jhonny”, não é mérito de Stephen King. O Jack Torrance do livro se limita a gritar “vadia”, “cadela”, “vagabunda” e outras sutilezas.

– As brigas

Livro vs Filme | "O Iluminado" - por Stephen King e Stanley Kubrick

No livro, Jack quebra a porta com um taco de críquete e Wendy corta sua mão com uma lâmina de barbear. Eles se enfrentam em outras duas ocasiões, numa delas, a esposa está armada com uma garrafa e na outra, com uma faca. Wendy enfia a faca nas costas de Jack, que quebra as costelas dela com o taco de críquete. Já na versão cinematográfica, Jack usa um machado para quebrar a porta, a esposa revida com uma faca e depois se arma com um taco de baseball. Nos cinemas Jack aparece levemente ferido e não consegue encostar em Wendy, enquanto nas páginas, Jack e Wendy ficam gravemente feridos por causa de sua luta.


Ainda existem várias diferenças entre as versões literária e cinematográfica de “O Iluminado”, mas acredito que com tudo que foi mostrado até agora, sua percepção sobre as duas obras está esclarecida. A pergunta que sempre vem a tona quando se trata de adaptações é “Qual é o melhor, o livro ou o filme?”

No caso de “O Iluminado”, não há como eleger um campeão. Embora o filme não tenha sido fiel ao livro, o grande Stanley Kubrick soube criar um longa maravilhoso. Não é como se Kubrick tivesse estragado o livro, pelo contrário, ele criou uma obra inspirada na história escrita por King, e a maioria dos pontos modificados melhoraram a história. Que me perdoem os mais fanáticos, mas “O Iluminado” é sensacional, seja nas páginas de Stephen King ou nas lentes de Stanley Kubrick.

Stephen King e Stanley Kubrick

E você, tem alguma preferência entre o livro ou o filme? Comente!

Veja também: Curiosidades sobre o filme Laranja Mecânica (1971)

Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

Escrito por

Amo, respiro e me alimento de quadrinhos, acho completamente normal se envolver emocionalmente com personagens de séries e filmes, e já vou avisando: NÃO MEXA COM MEUS HERÓIS!

Comentários
Advertisement
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

    Parceiros:

  • xvideos
  • Porno
  • Xvídeos
  • filmes online
  • trechos de músicas
  • Ah Negão
  • Urso Preto
  • xnxx
  • Acompanhantes BH
  • Acompanhantes Belo Horizonte
  • Videos Porno
  • X videos
  • Xvideos Porno
  • Porno Nacional
  • Pornô
  • acompanhantes sp
  • x videos
  • Mr Pornô
  • Xvideo
  • acompanhantes em sp
  • Acompanhantes Campinas
  • xvideos brasil
  • Relatos e Contos Eróticos
  • Filmes Pornô
  • Xvideos Brasileiro
  • ACOMPANHANTES SAO PAULO
  • acompanhantes são paulo

Proibido Ler - Since 2009 - Copyright © 2018 Jawn Theme.

Connect
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.