HQ do Dia | Paraíso Perdido
in

HQ do Dia | Paraíso Perdido

Eu nunca soube como Lúcifer virou Satanás, nem os bastidores de Adão e Eva sendo expulsos do paraíso. Mas bastou ler “Paraíso Perdido” de John Milton poeta inglês do século XVII, ilustrado pelo quadrinista e ilustrador espanhol Pablo Auladell, publicado pela Darkside Books e com tradução de Érico Assis, e eu tive uma visão desse momento da história dos céus de um jeito que eu nem esperava.

Leia mais: HQ do Dia | Black Hole

HQ do Dia | Paraíso Perdido

O conto de “Paraíso Perdido” foi escrito há séculos, ou seja, a história é mais que centenária, mas nunca foi tão bem ilustrada como agora. Parece arte sacral, angelical, sei lá como descrever o que eu li nesta obra, mas que é lindo, ah, isso é!

A leitura não é fácil, mas com uma boa dose de perseverança, você consegue chegar ao final. O volume de páginas do gibi assusta com suas 318 páginas, mas você lê numa tacada só. Cada quadro é uma obra de arte, já falei disso? Acho que não, mas sim, é.

Você nunca mais vai ver a história desses dois do mesmo jeito. Satã é um anjo caído que recebia o nome de Lúcifer no céu. O cara é bom de lábia, poderoso, e mesmo sendo expulso pelo exército de Deus, não sucumbiu só a sua vida, levou também o inferno para dentro de duas pessoas num golpe que deixou o senhor tão puto que nunca mais os homens puderam pisar no paraíso.

Leia mais: HQ do Dia | Black Dog: Os Sonhos de Paul Nash 

Mas por qual motivo Deus queria que o homem não conhecesse a ciência? Será que tendo essa sabedoria, os questionamentos a divindade suprema seriam mais frequentes e pertinentes? O homem nasceu com a livre escolha, mas qual motivo para proibir comer um fruto? Daí será que veio o tal do live arbítrio? Uma coisa livre mas arbitrária ao mesmo tempo? Como pode? Para mim, ficou claro no ponto de vista do autor que Deus é igual a Lúcifer. Sua soberania deve ser a de um ditador, a censura, os escravos e o servir apenas a ti é lei. É melhor reinar no inferno do que servir no céu, pois lá há a liberdade que sonhamos ter.

Ainda é possível fazer outras leituras de “Paraíso Perdido”, mas essas outras eu deixo pra você.

Se você ficou interessado, “Paraíso Perdido” está à venda nas melhores livrarias, por um excelente preço e você pode ajudar o Proibido Ler comprando seu exemplar clicando aqui.

E aí, curtiu?

Escrito por Bruno Fonseca

Jornalista, apaixonado por quadrinhos, filmes, séries e retrogames. Espero que você alcance o sétimo sentido em todos os âmbitos da vida.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0
Catarse | 7 campanhas para você apoiar

Catarse | 7 campanhas para você apoiar

Batman v Superman: este filme pode ser chamado de clássico?

Batman v Superman: este filme pode ser chamado de clássico?