in

Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 | O jeito ‘skate’ de renovar um clássico

É hora de voltar ao passado e relembrar um dos melhores jogos de PS1

Os games de Playstation 1 são, pelo menos na minha opinião, os meus favoritos e a nova geração que não teve a oportunidade de conhecer na época, agora tem chances de curtir alguns games como por exemplo “Final Fantasy VII“, “Spyro Reignited Trilogy“, “Crash Bandicoot Remastered” e  a lista só cresce.

Agora foi a vez da galera radical ganhar um presente com “Tony Hawk’s Pro Skater 1+2”, ouvindo o que os fãs do mundo – ou pelo menos os brasileiros – queriam que é: nostalgia, skate e Charlie Brown Jr.

“Tony Hawk’s Pro Skater 1+2” revive momentos icônicos do clássico de PS1, trazendo fases que amamos e que ao iniciar a campanha – seja no primeiro ou segundo – despertava aquele frio na barriga de emoção. A que mais me fez sentir isso foi o tão lembrado “Armazém”,  sendo o início de nossa saga no primeiro game e também o famoso “Hangar” presente no segundo game, em que cada manobra especial liberada, vinha um tremor de um avião decolando e uma pista de pouso especial escondido era descoberta.

Os gráficos melhoraram bem, tanto na questão de ambiente como com os personagens. Antes o pixel era 100% aparente e agora temos uma ambientação tão real que fica fácil confundir com o ambiente construído para a criação do game. Assista ao behind the scenes do game que você vai me entender. Cada detalhe é importante, seja a tatuagem que nosso personagem vai ter em uma parte do corpo e até a placa de “não ande de skate” que devemos destruir.

As manobras continuam aquela coisa doida e impossível, mas foi isso que tornou Tony Hawk’s um game incrível. Mesmo com manobras e movimentos reais, sabemos bem que alguns são apenas uma loucura criada para divertir o jogador que está com o controle em mãos. Mas vamos concordar que estamos falando de um vídeo game, acho justo colocar o exagero para tornar tudo ainda mais divertido e menos monótono.

Captura do game “Tony Hawk’s Pro Skater 1+2”

Não poderia de forma alguma esquecer de mencionar os skatistas que eram tão esperados para o novo game. Posso citar aqui lendas e a nova geração de skatistas, mas irei focar principalmente em nossas duas figuras BRs, que estão representando nossa cara de HueHue. Bob Burnquist e Leticia Bufoni foram os nomes escolhidos e destaque ao serem colocados na lista de personagens jogáveis, deixando nosso queixo cair de tão parecidos que ficaram com as figuras originais. Joguei bastante com a Bufoni antes de criar minha personagem e devo dizer que me senti até amiga dela depois de dominar as manobras.

O modo criação, tanto de pista quanto de personagem, são um ponto alto do game. Começando pela criação de personagem, dando a possibilidade de ter até quatro skatistas em que iremos definir o estilo de remada, estilo de terreno, nome e nacionalidade, já que iremos usá-lo tanto para campanha quanto para o modo online competitivo. Deixamos o personagem do jeitinho que queremos, mudando o cabelo, roupas, visual do skate e até mesmo a voz. Tudo é bem pensado para a diversão do jogador e estamos sempre mudando, já que o dinheiro possibilita comprar sempre coisinhas novas. 

Já o modo criação de pista funciona da mesma maneira, com o dinheiro compraremos algumas coisas que podem ser incluídas na pista, já que vamos liberando também com o nosso level e escolhemos o nível de dificuldade de nossa pista, já que iremos disponibilizar para que outros jogadores também tenham acesso. Não é algo obrigatório, mas é sempre legal mostrar sua arte ao mundo, dividindo a diversão de algo que sua cabeça criou.

Captura do game “Tony Hawk’s Pro Skater 1+2”

Para completar – já que nunca poderia deixar de falar – a trilha sonora. “Tony Hawk’s Pro Skater 1+2” conta com clássicos que já escutávamos no PS1, como Rage Against The Machine e Goldfinger, mas o melhor de tudo foi o grito dos fãs que conquistaram uma vitória trazendo Charlie Brown Jr., que contemplou todos os jogadores com o hit “Confisco” dando ainda mais um toque BR para o game.

“Tony Hawk’s Pro Skater 1+2” é um dos games que poderia dizer que é um dos melhores do ano, mas digo isso muito pelo lado nostálgico, pois lembro da infância quando jogava com meus amigos e até com meu irmão na época. A mão do Tony Hawk fez toda a diferença na produção e merece o reconhecimento, já que agora a nova geração vai saber realmente o que é a arte do skate.

“Tony Hawk’s Pro Skater 1+2” se encontra disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC.

E aí, curtiu?

Escrito por Guta Cundari

Do cinema para o jornalismo. Amante de filmes e games, fã filmes de terror trash e joguitos que duram meses. As Premiações pelo mundo todo que me aguardem e os noobs que sofram.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0
'epay Brasil' expande venda de cartões de crédito para Playstation

‘epay Brasil’ expande venda de cartões de crédito para Playstation

Are We There Yet? | Narrativa suave e bom humor marcam o sitcom

Are We There Yet? | Narrativa suave e bom humor marcam o sitcom