As 10 cenas mais emocionantes do cinema

Leia em: 5 minutos

Desde os tempos dos irmãos Lumiére até os dias de hoje, o cinema sempre foi capaz de despertar as mais variadas emoções no espectador. O riso, a raiva, medo, tensão, repulsa, paixão, choro e tantas outras sensações que poderiam lotar um caderno inteiro se fossemos colocar tudo no papel. “O Cinema Paradiso” (1988), de Giuseppe Tornatore, foi vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, é um desses filmes que retratam com maestria boa parte dessas emoções.

O cinema é capaz de muita coisa, mas nesta lista vamos relembrar cenas de alguns filmes que nos emocionaram tanto, a ponto de suarmos pelos olhos. São filmes e animações que marcaram por cenas emocionantes e conjunto da obra eternizando corações ao redor do mundo.

As 10 cenas mais emocionantes do cinema

Retire o seu ticket na bilheteria, compre a pipoca e o refrigerante, sente confortavelmente na poltrona – devidamente demarcada – e embarque nessa sessão com as 10 cenas mais emocionantes do cinema.

Armageddon (1998)

O filme que a NASA achou que seus astronautas não eram capazes de salvar a Terra de um asteroide que tinha o tamanho do Estado do Texas e foi batizado de Assassino Global. E, por isso, resolveu mandar no lugar deles, uma equipe de perfuradores de petróleo. Essa equipe tinha apenas uma missão: perfurar o asteroide e colocar uma ogiva nuclear dentro e depois explodi-lo. Porém, a cena em que Harry (Bruce Willis) decide que ele é o homem que vai ficar para trás e decide se despedir de sua filha, Grace, é definitivamente, uma montanha-russa de sentimentos.

Titanic (1997)

O ano de 1997 foi marcado e muito bem marcado por esse filme. Na época de seu lançamento, só se falava dele em tudo que era lugar. A imprensa da época falou tanto do filme, que quem foi assistir já sabia quase tudo que aconteceria nele. Mas ninguém esperava que “Titanic” terminaria com a morte do Leonardo DiCaprio. Ainda mais depois de tudo que Jack e Rose fizeram para ficar juntos. Ele partindo daquela maneira foi triste demais e quando você olhava a reação das pessoas ao seu redor, o cinema todo se resumia em lágrimas.

O Rei Leão (1994)

Um dos melhores filmes da Disney! Ele encanta crianças e adultos até hoje e garanto que muitos que assistiram, choraram com a cena da morte de Mufasa. Na cena, Sima acha o pai desacordado e tenta reanimá-lo de qualquer forma, tenta pedir ajuda para salvá-lo, mas não encontra ninguém por perto. É um momento desolador para o pobre leãozinho, uma cena de cortar o coração.

Leia mais: Curiosidades sobre “O Rei Leão” (1994)

Interstellar (2014)

Esse filme é daqueles que agradam gregos ou troianos. Independentemente de quem ama ou odeia “Interestellar”, a cena em que Cooper (Matthew McConaughey) se comunica com seus filhos é tão tocante que quase me fez chorar umas três vezes durante o longa. Mas aposto que essa cena ficou difícil para geral segurar. Você começa até a criar uma disputa com Cooper para ver se é ele ou você quem chora mais.

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003)

É melhor filme da trilogia de “O Senhor dos Anéis”, e não estou falando disso por puro gosto, mas sim, por tudo que esse filme representou para época. Faturou 11 Oscars, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor (Peter Jackson). É a décima terceira maior bilheteria da história. Mas tirando tudo isso, ele nos mostrou uma das cenas mais emocionantes da trilogia, a coroação de Aragorn. Nesse momento, após a dura guerra contra Sauron, o senhor do escuro, Aragorn finalmente pode desfrutar de paz e alegria. Ele recebe a coroa de Gandalf e passa a ser reverenciado por muitos, como Elfo Légolas e o Anão Gimli. Mas o momento mais marcante e emocionante, é quando ele se curva diante de todos os Hobbits.

Forrest Gump (1994) – O Contador de Histórias

O diretor Robert Zemeckis (mais conhecido como Bob Z) apresentou para o mundo em 1994, o que é hoje um de seus melhores filmes. “Forrest Gump” te cativa, te surpreende, te ensina e te emociona do começo ao fim. Mas nada supera a cena em que ele reencontra Jenny Curran na casa dela se depara com o filho e… só de lembrar como foi os olhos enchem d’agua novamente.

Leia mais: Curiosidades sobre “Forrest Gump – O Contador de Histórias” (1994)

Marley & Eu (2008)

As peripécias de Marley na vida de John (Owen Wilson) e Jenny Grogan (Jennifer Aniston) ficaram marcadas para sempre no imaginário daqueles que assistiram ao filme e se emocionaram. Mas ninguém aguentou quando o labrador bagunceiro estava na mesa cirúrgica de um veterinário prestes a passar por uma eutanásia. Enquanto você chorava, Jonh falava sobre a relação de amor e companheirismo entre o homem se eu melhor amigo, o cão.

Up Altas Aventura (2009)

O 10ª longa-metragem de animação produzida pelos estúdios Pixar, colocou em evidência umas das coisas que o estúdio sabe fazer muito bem, humanizar as relações ao extremo e também dialogar com crianças e adultos. Uma das cenas mais emocionantes desse filme, mostra a vida de Carl e Ellie desde a infância, passando pela juventude, a fase adulta, até chegar na velhice nos fazendo refletir sobre nosso lugar no mundo e como a vida passa num piscar de olhos.

Toy Story 3 (2010)

Muitos eram crianças quando “Toy Story” chegou aos cinemas do mundo todo. O tempo passou, a galera foi crescendo, e quando o terceiro filme da franquia foi lançado, a maioria já estava na casa dos 20 e poucos anos. E mesmo assim choraram com o final de “Toy Story 3” feito criança, mas antes disso acontecer, a cena dos bonecos prestes a serem destruídos foi o clímax da tensão. Quando eles começam a dar as mãos então… melhor parar de falar senão vou chorar novamente.

E.T.: O Extraterrestre (1982)

Em pleno anos 80 e o Steven Spielberg arregaçando com uma história de um extraterrestre que só queria voltar para casa. Olhando de longe, pode parecer uma história simples, mas ao assistir você se dá conta da complexidade emocional do filme. Não é atoa que a cena que o pequeno Elliott se despede do seu amigo E.T, é uma das mais tristes do cinema.