Gotham

Review do episódio 01×01

O piloto, escrito por Bruno Heller (The Mentalist) segue o novato do Departamento de Polícia de Gotham City, James Gordon, e seu parceiro, Harvey Bullock, na investigação do crime mais chocante que já aconteceu na cidade: o assassinato brutal de Thomas e Martha Wayne, na frente de seu filho, Bruce.

Você não verá uma Gotham City realista como a de Christopher Nolan, e nem um show de humor como Adam West protagonizou. O universo de Gotham se assemelha ao dos filmes do Tim Burton e até mesmo com o jogo Arkham Asylum.

O primeiro rosto conhecido é o de Selina Kyle, a jovem que, no futuro, se tornará a Mulher-Gato. Numa cena rápida e engraçada, já temos um vislumbre dos movimentos felinos da (futura) vilã, enquanto anda pelos prédios, uma demonstração de sua futura profissão (ladra) e sua paixão por gatos. Logo depois já é preciso ter estômago pra enfrentar o momento decisivo na vida do jovem Bruce Wayne: seus pais vão morrer.

A clássica cena da família Wayne entrando em um beco escuro depois de sair do cinema é executada, com destaque às pérolas do colar de Martha Wayne caindo no chão e à dramática reação de Bruce ao acontecimento. O ator David Mazouz está de parabéns.

James Gordon e Harvey Bullock vão à cena do crime. Gordon tem seu primeiro contato com Bruce, que ainda está em estado de choque, mas troca algumas palavras com o policial. Bullock, por outro lado, quer se afastar do caso, mas é impedido, já que Gordon fez contato com a testemunha. As personalidades dos parceiros são bem diferentes: enquanto Gordon é honesto e quer fazer o certo, Bullock prefere se abster, mantém contato com os grandes chefes do crime de Gotham e quer manter essa política da boa vizinhança entre polícia e crime.

Gotham | Review do episódio 01x01

Bruce e Alfred demonstram claramente sua cumplicidade, mesmo que suas aparições tenham sido rápidas, é possível ter noção da influência que o mordomo tem sobre o garoto. Não demora muito para que os próximos rostinhos conhecidos – o futuro Charada e a futura Poison Ivy – façam suas aparições, mesmo que breves.

Os destaques deste episódio piloto são três: Harvey Bullock com sua corrupção e alívio cômico, Fish Mooney com sua atitude e crueldade dignas de uma chefe do crime e Oswald Cobblepot, aliás, o futuro Pinguim, definitivamente roubou a cena. O ator Robin Lord Taylor incorporou muito bem o personagem, tanto nas atitudes, quanto nas expressões. A única coisa que não colou foi o fato dele não gostar que o chamem de Pinguim. Ele é a peça chave do primeiro episódio e tenho a impressão de que será um grande personagem durante a série.

Gotham | Review do episódio 01x01

A honestidade de Gordon é colocada em cheque algumas vezes, mas o nosso querido futuro-comissário não veio pra brincadeira. Ele prova, principalmente no final do episódio, que vai fazer o que é certo, nem que tenha que enganar a própria polícia. Todos nós já sabemos o quanto Jim Gordon é bom caráter, mas a série com certeza vai nos provar o motivo pelo qual ele é o braço direito do Cavaleiro das Trevas dentro da polícia.

Este episódio inicial deixou duas dúvidas que me incomodaram seriamente: Selina Kyle, que assiste o assassinato dos pais de Bruce e faz aparições inúteis, esgueirando-se pra espiar o órfão milionário sem dizer nenhuma palavra, e o próprio Bruce, que, basicamente, assume uma posição de adulto logo depois da morte dos pais e está sob a tutela de um Alfred inexplicavelmente ranzinza.

Outros personagens importantes que tem seu espaço aqui são os detetives Crispus Allen e Renee Montoya, e a noiva de Gordon, Barbara Kean. Esses personagens, principalmente a Montoya, podem se desenvolver de forma surpreendente nos próximos episódios.

Bruno Heller disse, antes da série estrear, que o Coringa estaria presente, mesmo que não fosse em carne e osso. Ou seja: fiquem atentos aos easter eggs do Coringa em Gotham! O do episódio piloto eu já encontrei:

SE VOCÊ AINDA NÃO ASSISTIU, PARE POR AQUI PORQUE VEM SPOILER:

Lembram do cara que arrancou algumas risadinhas de Fish Mooney antes dela atacar o Pinguim? Então! Caso você não saiba, Alan Moore criou uma história de origem para o Coringa na graphic novel “A Piada Mortal”, onde ele é um aspirante a stand-up comedy. Coincidência? EU ACHO QUE NÃO!

Gotham | Review do episódio 01x01


Gostou? Tem mais:

Por Louise


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.