HQ do Dia | Liga da Justiça #01

7 dias atrás ( 16/06/2017 )

Muito mais do que alterar sua logomarca e linha editorial, a DC Comics vem para reinventar – e inovar – seus pilares estruturais com a sua nova fase, Renascimento. Para os fãs de longa data, um nome familiar que soa muito além de uma chamada tendenciosa ou ferramenta de marketing. Para os que estão se juntando ao material da editora agora, uma oportunidade única de fazer parte dum “clássico” momento que marcará a história da DC Comics.

Com uma nova reformulação em seu título, os campeões da DC Comics retornam a Liga da Justiça #01 vivendo um de seus momentos mais delicados: a Liga da Justiça tem de lidar com a morte de seu Superman e com as consequências dela para o mundo… e ainda rechaçar uma invasão alienígena! Algo que não conseguirão fazer sem a ajuda do… Superman!

Liga da Justiça #01 traz em suas páginas uma proposta de “re-posicionar” a Liga da Justiça ante o novo status quo do Universo DC, trazendo agora dois novos membros da Tropa dos Lanternas Verdes ao seu elenco – bem como a morte e ascensão do Superman. Bryan Hitch assume o comando de desenvolver as novas aventuras impostas aos campeões da Terra, de forma a fazer jus ao supergrupo. E a priori, com uma narrativa simplista e envolvente de escrita instigante, ele consegue. Mesmo não apresentando algo épico ou surreal, mas bom o suficiente para manter a leitura atrativa.

A arte de Liga da Justiça #01, assinada por Daniel Henriques com Scott Hanna, apresentam um traço “rudimentar” com momentos alternantes de qualidade. Particularmente, não é um estilo de arte que me agrada o suficiente para que eu tenha longos momentos admirando os traços – mas cabe a você decidir se isso irá lhe incomodar ou não. Bem como as coloração por Alex Sinclair, que apresenta um nível contrastante e de agrado relativo.

HQ do Dia | Liga da Justiça #01

Em suma, Liga da Justiça #01 é um título que redireciona a Liga da Justiça ante um momento delicado de suas aventuras e um novo Universo DC a se explorar, conseguindo proporcionar uma proposta de arco inicialmente mediana, mas suficientemente atrativo. Proporcionando clichês de “uma nova equipe, uma nova aventura”, esta edição mantém um encorpamento contrastante entre trama, arte e cores, retratando-se em um título cujo agrado da leitura dependerá da sua disposição.

Veja também: HQ do Dia | Universo DC: Renascimento


© 2017 Proibido Ler | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro & Baruch Vitorino