HQ do Dia

Guardiões da Galáxia: A Queda

Um dos principais grupos cósmicos do Universo MARVEL – que agora conta também com novos integrantes – teve uma nova aventura “encadernada” recentemente lançada no Brasil pela a Panini Comics. Não poderia eu estar me referindo a outro complexo de histórias do que Guardiões da Galáxia: A Queda, encadernado que reúne as edições 14 a 17 da nova fase da editora norte-americana MARVEL Comics, além da edição especial do Free Comic Book Day.

Contextualizando, em Guardiões da Galáxia: A Queda não surpreendentemente toda a galáxia está caçando os Guardiões, e com o Senhor das Estrelas desaparecido, é hora de pedir ajuda. Enquanto o grupo se prepara para receber seus novos integrantes, Venom e a Capitã Marvel, perigos imprevistos prometem sacudir os alicerces do grupo! E no fim das contas, será que os heróis conseguirão sobreviver às provações individuais de cada integrante? E quem está por trás deste ataque meticuloso aos Guardiões?

HQ do Dia | Guardiões da Galáxia: A Queda

Com 128 páginas a disposição do leitor, Guardiões da Galáxia: A Queda traz o roteirista Bendis na responsabilidade de trazer uma nova dinamitização para o popular grupo cósmico da MARVEL Comics. Contudo, a trama proposta por Bendis nas edições que compõem este encadernado trazem um fator motivacional genérico – mais do mesmo, e até certo ponto clicherizado. Somente em algumas vezes ou outras temos como pontos de diferenciação na trama os novos membros a comporem a equipe, Venom e Capitã Marvel, que vez sim e vez não dão certa movimentação a abordagem sem sal trabalhada por Bendis.

Com isso, a leitura de Guardiões da Galáxia: A Queda resume-se a uma leitura que, por vezes, quebra o atrativo da HQ e consequentemente resulta facilmente no enjoamento por parte do leitor deste. Todavia, a trama proposta como um todo tem um desenvolvimento simplista, com momentos contrastantes entre seus pontos altos e baixos. Resultando num final mediano, se considerar as informações fornecidas e trabalhadas neste encadernado.

Guardiões da Galáxia: A Queda traz arte assinada por Bradshaw, apresentando traços naturalmente americanizados que mesclam o rabisco e o cartoonismo. Particularmente, a arte apresentada nas edições deste encadernado não possui um elemento glamouroso – de super foda ou algo assim, mas ela acaba por fazer-se satisfatória, ainda sendo complementada por uma colorização igualmente agradável. É pena que a arte não consegue transparecer qualquer enriquecimento de atratividade a trama proposta por Bendis, evitando uma certa harmonia entre trama e arte.

Em suma, Guardiões da Galáxia: A Queda é um encadernado que, particularmente, não possui uma execução bem feita apesar da proposta de dinamitização abordada. A medida que apresenta um roteiro genérico a ponto de ser clicherizado, este encadernado perde qualquer fórmula de atratividade mesmo que apresentando uma arte e colorização satisfatórias. No fim das contas, Guardiões da Galáxia: A Queda se limita a um encadernado cuja leitura é feita uma única vez e, muito dificilmente, propende a uma releitura em momento futuro do leitor.


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2018 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.