in

HQ do dia | Quantum and Woody #9

“HEAWUEHAUWHEUAWHEUAWHEUHAWUEHUAWEHUAWHEUAWHEUHAWUEHUAWHEUAWHEUHWAUEHWUAHEUWAHEUHAWUEHUAWHEHE
HAWUHEUAWHUEHAWUEHUAWHEUHAWUEHUAWHEUAWHUHUEHWAUEHAWUEHUAWHEUAWHEUAWHEUAWHEUHAWUEHAWUEHUWHEAW”

– Minha reação durante 80% das 28 páginas de Quantum and Woody #9.

A HQ nas edições anteriores (prncipalmente na edição #0) já havia estabelecido um nível em termos de humor e ação em quadrinhos dificilmente superado. Para Quantum-and-Woody_9mim era impossível este título ficar mais engraçado do que já estava. Este número 9 me provou errado. Esta edição começa um novo arco de histórias na vida dos irmãos Eric e Woody.

O conceito é muito simples: Eric precisa confiar que Woody pode se comportar como adulto pelo menos um dia de sua vida. Isso significa arrumar um emprego, abrir uma conta bancária e arranjar um cartão da biblioteca pública de Washington. Tarefas simples e corriqueiras que nas mãos do autor James Asmus se combinam pra formar uma comédia de ação histérica. Eu ri alto em várias passagens e olha que a CABRA (o personagem mais engraçado do título diga-se de passagem) nem aparece muito nesta edição.

Os diálogos de Asmus são sagazes, o humor é ácido sem ser bobo e a HQ sacaneia o gênero “super-heróico” a todo momento que pode sem apelar pra caricaturas. Woody é um personagem totalmente real e plausível, não estamos falando de um Deadpool, Lobo ou qualquer outro personagem que apela pro humor barato de vez em quando utilizando habilidades sobre-humanas. Em Quantum and Woody temos pessoas reais, em situações surreais reagindo como pessoas reais agiriam.

O artista atual do título é Kano. Então podem esperar um ótimo nível de qualidade nos desenhos. Nota-se que o desenhista se diverte demais desenhando essas páginas apesar de ainda não estar muito bem familiarizado com o elenco de apoio. A arte é muito boa e tende a melhorar muito mais com as próximas edições.

Quantum and Woody 9 é um ótimo ponto de partida para leitores novos. Se você gosta de HQs de super-heróis e filmes de comédia naquele estilo “buddy cop”, mas está cansado das mesmas coisas na Marvel e DC recomendo fortemente começar por aqui e, se gostar do que leu pegar as edições anteriores. Apesar de todo o humor a história dos irmãos nunca fica em segundo plano e nem se perde.

A editora HQM vem lançando no Brasil vários títulos do selo Valiant que são altamente recomendados como X0-Manowar, Bloodshot e recentemente a sensacional Archer and Armstrong. Espero sinceramente que a editora lance no Brasil Quantum and Woody também. A série é uma ótima diversão mensal que merece ser experimentada por qualquer fã de HQ.

LEIA MINHA ÚLTIMA RESENHA: HQ do dia | Wytches #1

E aí, curtiu?

Escrito por Igor Tavares

Carioca do Penhão. HQ e Videogames desde 1988. Bateria desde 1996. Figuras de ação desde 1997. Impropérios aleatórios desde 1983.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

Batman | Warner lança filme versão lego do herói em 2017

NYCC | Após a morte de Logan Marvel anuncia “Wolverines”