Homem se inspira em “Ghostbusters” e acaba apanhando de fantasma

Hollywood como sempre fazendo escola. Desta vez a aula foi de “Ghostbusters” ou melhor dizendo, Caça-Fantasmas. Um homem cuja profissão é caçar fantasmas se apunhalou no peito durante uma investigação à noite em uma casa mal assombrada. O “Caça-Fantasma” que se chama Robert Laursen, 37 anos, adentrou ao recinto munido de sua mochila de prótons e levando no braço a “armadilha”(dispositivo que suga os fantasmas), no local haviam morrido seis crianças e dois adultos assassinados a machadadas em 1912.

Robert achou que passado mais de 100 anos a tarefa seria fácil, mas o que aconteceu foi bem diferente do esperado. Durante a investigação na casa, Robert se apunhalou no peito e teve que ser levado ao hospital. A casa é uma atração turística chamada “Assassinato com Machado Villisca“, fica em uma cidade no Iowa, Estados Unidos.

Veja também: Game of Thrones | Senhora diz ter comprado espada amaldiçoada da Família Stark

Assassinato com Machado Villisca - local onde morreram  oito pessoas

Assassinato com Machado Villisca – local onde morreram oito pessoas em 1912

Testemunhas do local contaram que Laursen estava realizando uma investigação paranormal junto com outros dois companheiros no momento do acidente. Ele foi medicado e tratado do ferimento, como não houve indícios de ataque, nenhuma acusação criminal foi feita sobre o caso.

A proprietária do estabelecimento, Martha Linn, 77 anos, disse ao Omaha World-Heral que ficou abalada com o incidente. “É uma espécie de choque acordar e ouvir que alguém quase morreu em sua atração turística. Eu não posso imaginar porque alguém faria algo assim consigo mesmo.”

Segundo Martha, este é o primeiro incidente do tipo em 20 anos de funcionamento. Ela confessou também que muitos entusiastas do crime visitam a casa na tentativa de solucionar o caso, já que o culpado pelos homicídios jamais foi descoberto.

“Bem, tem coisa que não se vê todo dia.” – GhostBusters (1984)


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.