Connect with us

Inscreva-se

Games

Julgando games pela capa

Os tempos de locadoras e as escolhas para os finais de semana baseadas nas capas que muitas vezes nos surpreendiam positivamente (ou não).

Quando somos mais novos, há uma magia no ar. Uma ingenuidade, uma fé nas lendas, nas capas, nas histórias. O ponto de acreditar que éramos os heróis que amávamos nos jogos que amávamos e, é claro, nas capas dos jogos que alugávamos nas locadoras, que por sua vez possuíam um estande proibido que só nos trazia mais curiosidade, mas isso é outra coisa.

A internet era esparsa. Não havia acessibilidade a trailers ou gameplays. O que havia (se havia) eram os textos, as lendas urbanas, as coisas que hoje em dia se tornariam conhecidas como “bait” (isca em tradução livre)

Na minha época ao menos, eu realmente acreditava que o “SUED – Sua última esperança divina ou o contrário de Deus” conseguia prever o futuro, e que eu realmente teria que fazer todo um ritual “satânico” para que ele me respondesse direito.

Julgando games pela capa

Mas enfim, vamos manter o foco e falar sobre algumas capas de jogos que me surpreenderam (ou não), para isso vou me basear em minha própria experiência. Por vezes as capas de alguns games desapontavam. E por vezes, isso era bom!

Você realmente escolheria jogar um jogo como Chrono Trigger na sua infância, não fosse a capa do Akira Toriyama?

E eu não entendia absolutamente nada sobre vários jogos – até porque localização era coisa de outro mundo. Mas jogar aqueles games me fazia querer entendê-los, e isto foi o que me fez, aos poucos, aprender inglês.

Leia mais: Shenmue | Uma obra-prima fora de seu tempo

Principalmente nos RPGs, é claro. Você podia conversar com todos os NPCs do mundo sem entender absolutamente nada e ainda assim prosseguir no game, mas se você compreendesse, as coisas seriam bem mais fáceis e o jogo seria, é claro, mais divertido – uma pena ser impossível aprender japonês da mesma forma, pelo menos não a partir da nossa língua materna.

Julgando games pela capa

Não sou tão velho assim – ou pelo menos me recuso a admitir que sou. A minha época se iniciou na era 16 Bits, ou seja, Super Nintendo e Mega Drive, mas é claro que na era do Nintendinho e do Atari as coisas eram ainda mais… Ilusórias.

Julgando games pela capa

Sem mais delongas, segue uma pequena lista onde me recordo de jogos que criaram em mim expectativas diversas.

The adventures of Batman & Robin

Julgando games pela capa

Este é, sem duvida, o meu jogo favorito do SNES. Uma coisa porém que sempre me encasquetou é que, bem, o Robin não é jogável, na verdade ele quase nem aparece. Não que o Robin seja grande coisa, quer dizer, eu particularmente gosto dele, quer dizer, depende, é o Robin.

A questão é que eu sou o filho caçula e não ter o Robin no jogo significava não poder jogar junto e passar a maior parte do tempo só assistindo, na esperança de que o jogador morresse logo e passasse a vez.

Julgando games pela capa

É claro que mais tarde eu entendi que esse jogo era baseado no desenho animado que passava na Record. E que mais tarde eu viria a assistir inteiro em inglês e se tornaria a minha animação favorita do Batman. Obviamente, visto que ela foi uma animação premiada que fez escola.

Mas antes nós não sabíamos disso, então criávamos teorias baseadas nos filmes que víamos e tentávamos adivinhar quem seria, afinal, o último chefão. E não, não era o Senhor Gelo.

Batman Forever

Julgando games pela capa

Esse tinha o Robin, mas era melhor que não tivesse. Aliás, era melhor que nem tivesse existido esse jogo. Um pecado para com a maior obra do Batman nos cinemas. Foi mesmo, minha opinião é a que vale… Pensando bem foi o do Pinguim.

Julgando games pela capa

Verdade seja dita nesse jogo dava pra jogar de dois, então eu queria jogar com o pessoal, mas ninguém queria jogar comigo e pensando bem eu também não queria. Se tivesse Fatality pelo menos, mas pegaram a parte mais chata do Mortal Kombat clássico, que são os golpes comuns.

Leia mais: Bomba Patch | A evolução das capas do mod mais famoso do mundo

Casper

Julgando games pela capa

Esse eu achava fenomenal, só que eu não conseguia sair do começo. Na verdade eu ainda não consegui.

Julgando games pela capa

Mas fala sério, muito melhor do que jogar com o Gasparzinho. Quer dizer, você joga com o Gasparzinho, mas você joga mesmo é com a menina do filme dele.

Que também era a menina da Família Addams. Eu era gamado nela. Quem não era? Quem não era tava errado, porque tinha que ser.

Demon’s Crest

Julgando games pela capa

– É o jogo do demônio bicho!

– Filho não podemos levar este jogo é o jogo do demônio!

– Por favor…

– Ta bom.

Julgando games pela capa

 

Que demoninho mixuruca kkkkkkkkk

Dragon’s Lair

Julgando games pela capa

Na verdade todo mundo jogava esse jogo direto porque tinha uma lenda que a moça ficava pelada. Ta revelada a lenda.

Era difícil demais, mas pré-adolescente não desiste. Se for contar cada jogo que fez sucesso quase que exclusivamente pelos hormônios da galera… Pessoal lucrou.

Julgando games pela capa

Dizem que esse jogo era bom mesmo nos fliperamas, mas eu o conheci assim.

Fatal Fury 2

Julgando games pela capa

Fatal Fury é Fatal Fury, Terry Bogard é o meu herói do estilo.

Julgando games pela capa

Na verdade, o meu sonho era ser caminhoneiro e andar vestido de Terry.

Na verdade ainda é, mas o governo não colabora.

James Bond Jr

Julgando games pela capa

O jogo do 007 !!!!!!!!!

Só que é um 007 meio diferenciado, um 007 mais jovem, um 007 usuário de drogas, que luta com uns bichão estranho uns homem louva-deus uns negócio bizarro.

E ele voa de helicóptero, tem um tênis que pula. O tênis não pula não, quem pula é ele, só que ele pula com o tênis.

Dizem que é baseado em um desenho animado que foi cancelado rapidinho, deve ser mesmo.

Julgando games pela capa

Mas tinha potencial, o erro foi ser feito pra criança, criança não gosta de droga, quer dizer, não pode gostar.

Mas se pudesse não gostava também não.

Igual cerveja, criança não gosta, mas quer experimentar porque não pode, se pudesse não gostava, porque é ruim, até que fica bom.

Só que é ruim também, porque faz mal. Igual droga.

Cerveja é droga? Cerveja é suco de droga, só que é refrigerante, porque tem bolha.

Que nem Picolino. Picolino existe ainda? Pra mim existe, porque eu lembro dele, mas pra quem não lembra não existe, porque não lembra.

Leia mais: High Score Girl | Pura nostalgia gamer dos anos 90

King of the Monsters 2

Julgando games pela capa

Eu nem sei o que eu tava pensando quando eu vi esse jogo mas qualquer moleque tinha alugado isso daí também.

Só que eu fiquei com pena do povo que morava nas moradias lá né, porque você andava pisando nas casas, daí eu tentava andar sem pisar nelas, mas não conseguia.

Julgando games pela capa

Meio triste.

Sonic Wings

Julgando games pela capa

Não tem o Sonic.

Julgando games pela capa

E na verdade é de avião, eu achei que fosse de ninja.

Sunset Riders

Julgando games pela capa

Esse foi uma decepção, mas uma decepção boa, ainda bem que me decepcionaram, que se não eu ia achar ruim.

Julgando games pela capa

Esse jogo é bom demais! Na fita que eu aluguei vinha outro bem legal também que chamava Wild Guns.

Pocket Monsters

Julgando games pela capa

Na verdade esse jogo nem existe, só que ele existe.

Julgando games pela capa

Eu achava que Pokémon era um desenho, daí eu pensava que esse era o jogo do desenho, só que na verdade o desenho é o desenho do jogo, só que não esse jogo, esse jogo é uma mentira, uma farsa, uma alegoria da ilusão, uma semiótica da irrealidade. Essas coisas.

Pokémon é um desenho também, isso daí é verdade, tá passando até hoje inclusive. O Ash até diminuiu de tamanho, virou criança, virou menino.

Deve ser os hormônios, coisa de adolescente que tá virando adulto.

Samurai Shodown

Julgando games pela capa

Eu tinha certeza absoluta que esse cara tinha um bigode bem fininho, só que parece que ele não tem não.

Julgando games pela capa

Ou será que ele tem? Bem fininho mesmo.

Olha, pensando bem você não devia ler esse artigo não, porque ele tá muito ruim, mas se você leu até aqui é porque ele tá bom, e eu fico agradecido.

E você? Tem algum jogo que não era nada do que você achou que era quando viu a capa? Conta ai nos comentários!

Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

Escrito por

Escritor, redator, roteirista e músico. https://conde.carrd.co

Comentários
Advertisement
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

    Parceiros:

  • xvideos
  • Porno
  • Xvídeos
  • filmes online
  • trechos de músicas
  • Ah Negão
  • Urso Preto
  • xnxx
  • Acompanhantes BH
  • Acompanhantes Belo Horizonte
  • Videos Porno
  • X videos
  • Xvideos Porno
  • Porno Nacional
  • Pornô
  • acompanhantes sp
  • x videos
  • Mr Pornô
  • Xvideo
  • acompanhantes em sp
  • Acompanhantes Campinas
  • xvideos brasil
  • Relatos e Contos Eróticos
  • Filmes Pornô
  • Xvideos Brasileiro
  • ACOMPANHANTES SAO PAULO
  • acompanhantes são paulo

Proibido Ler - Since 2009 - Copyright © 2018 Jawn Theme.

Connect
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.