As trilhas marcantes do compositor Ennio Morricone
in

As trilhas marcantes do compositor Ennio Morricone

O compositor e maestro  italiano Ennio Morricone, infelizmente acabou nos deixando aos 91 anos. Um dia triste para os fãs de música e cinema. Mas nesses momentos devemos pensar nas coisas boas que nos foi deixado por ele, lembrando de composições dos filmes de Clint Eastwood e Tarantino. Para te ajudar a lembrar e conhecer um pouco mais sobre o compositor, separei algumas trilhas sonoras criadas por esse nome que jamais será esquecido. 

Leia mais: A Música da Minha Vida (2019) | A arte como necessidade para viver

Era Uma Vez na América (1984)

Na década de 20, David Aaronson (Robert De Niro) e Maximillian Bercouicz (James Woods), dois amigos de descendência judaica, crescem juntos cometendo pequenos crimes nas ruas do Lower East Side, Nova York. Gradualmente estes crimes assumem proporções maiores e a Máfia judaica passa a ter tanta força que os amigos do passado se tornam rivais. Esta saga percorre desde seus dias de infância, atravessa o apogeu durante a Lei Seca e retrata o reencontro deles após 35 anos.

Kill Bill – Volume 1 (2004)

A Noiva (Uma Thurman) é uma perigosa assassina que trabalhava em um grupo, liderado por Bill (David Carradine), composto principalmente por mulheres. Grávida, ela decide escapar dessa vida de violência e decide se casar, mas no dia da cerimônia seus companheiros de trabalho se voltam contra ela, quase a matando. Após cinco anos em coma, ela desperta sem um bebê e com um único desejo: vingança. A Noiva decide procurar, e matar, as cinco pessoas que destruiram o seu futuro, começando pelas perigosas assassinas Vernita Green (Vivica A. Fox) e O-Ren Ishii (Lucy Liu).

Os Oito Odiados (2015)

Durante uma nevasca, o carrasco John Ruth (Kurt Russell) está transportando uma prisioneira, a famosa Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), que ele espera trocar por grande quantia de dinheiro. No caminho, os viajantes aceitam transportar o caçador de recompensas Marquis Warren (Samuel L. Jackson), que está de olho em outro tesouro, e o xerife Chris Mannix (Walton Goggins), prestes a ser empossado em sua cidade. Como as condições climáticas pioram, eles buscam abrigo no Armazém da Minnie, onde quatro outros desconhecidos estão abrigados. Aos poucos, os oito viajantes no local começam a descobrir os segredos sangrentos uns dos outros, levando a um inevitável confronto entre eles.

Três Homens em Conflito (1966)

Em meio à Guerra Civil Americana, três homens fazem de tudo para colocar as mãos em 200 mil dólares roubados.

Cinema Paradiso (1988)

Nos anos que antecederam a chegada da televisão em uma pequena cidade da Sicília, o garoto Toto (Salvatore Cascio) ficou hipnotizado pelo cinema local e iniciou uma amizade com Alfredo (Philippe Noiret), projecionista que se irritava com certa facilidade, mas tinha um enorme coração. Todos estes acontecimentos chegam em forma de lembrança quando Toto (Jacques Perrin), agora um um cineasta de sucesso, recebe a notícia de que Alfredo faleceu.

Leia mais: O Pagador de Promessas (1962) | Virtuoso pioneiro do cinema nacional

Não coloquei todas, afinal a saga de Ennio dentro das telas com sua música é absurda de tão grande, mas pensando por mim estás com toda certeza são as que marcaram meu coração e fazem amar ele sem 100%. Mas caso tenha interesse em conhecer ainda mais alguns dos filmes que ele participou com sua música deixarei um página linkada aqui para facilitar a vida dos jovens amantes da sétima.

Também é possível encontrar a playlist dele lá no Spotify.

E aí, curtiu?

Escrito por Guta Cundari

Do cinema para o jornalismo. Amante de filmes e games, fã filmes de terror trash e joguitos que duram meses. As Premiações pelo mundo todo que me aguardem e os noobs que sofram.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

As mortes mais pesadas dos quadrinhos

Daft Punk | 10 músicas para conhecer melhor o duo

Daft Punk | 10 músicas para conhecer melhor o duo