Connect with us

Inscreva-se

Cinema

Bond Girls – Parte 1 | Como surgiram as musas de 007? Por que elas seguem um “padrão”?

Entenda aqui qual foi a construção para criar as Bond Girls, personagens cruciais na saga 007.

Bond girls são personagens do mundo fictício do agente secreto James Bond, que tem relação romântica ou até mesmo sexual com o agente 007.  As pessoas consideram elas indefesas ou até mesmo vulgares, mas eu (particularmente), as considero tão fortes quanto o próprio 007, e por tal motivo quis desconstruir uma imagem sexualizada das mulheres, ou melhor, quis mostrar que elas tem muito mais a oferecer do que isso nas telonas.

Com certeza existem vários padrões machistas em 007, o que não minimiza a idolatria do público, nem a qualidade da história e dos filmes. Chega a ser complicado não notar isso nos dias de hoje, esse padrão não saiu das telonas, foi para elas. O “todo poderoso” rodeado de mulheres belas, você já viu e vai continuar vendo isso durante muitos e muitos anos, nas telas ou na vida.

Mas falando da saga, é inegável a capacidade e o talento das Bond Girls escolhidas. Muito mais do que rostinhos e corpos bonitos, elas também representam um tipo de força feminina no cinema. Que força?

Bom…

Tendo em vista que as primeiras foram absurdamente criticadas pela sociedade, afinal, onde já se viu uma mulher mostrar suas curvas em uma época opressora? Onde já se viu uma mulher gostar de um homem pelo seu poder e não por amor? Onde já se viu uma mulher escolher um cafajeste? Além de lindas, elas são a representação da força feminina.

Bond Girls - Parte 1 | Como surgiram as musas de 007? Por que elas seguem um "padrão"?

É triste ter que acordar o mundo para a realidade, até porque ele deveria saber que uma mulher tem o direito de fazer o que quiser. Já pode imaginar o tipo de comentário que surgiu depois da primeira Bond Girl ganhar destaque? A realidade é que o que pode ser visto para muitas como uma ofensa, também pode ser visto para outras como um grito de liberdade. A mulher sendo casual (o que não é nenhum absurdo) com o homem que escolheu.

Esse não é um texto sobre feminismo, é apenas um lembrete de que, muitas vezes, as pessoas só enxergam um lado da coisa: o ruim. E podem existir dois olhares, dois lados de uma mesma história. Que elas foram e são caracterizadas por sua beleza e que existem padrões machistas, é impossível negar, mas será que é só isso que elas oferecem?

 

Bond Girls - Parte 1 | Como surgiram as musas de 007? Por que elas seguem um "padrão"?

Apesar de muitas vezes elas terem nomes que fogem do comum, recheados de duplo sentido, tais como: Christmas Jones, Pussy Galore, Holly Goodhead ou Mary Goodnight, as musas da trama nem sempre seguem uma linha “boba”. Por exemplo: M de Judi Dench e Miss Moneypenny, a secretária do MI-6, representada por diversas atrizes através das décadas, não são tão vistas com esse “biotipo” de bond girls, o que não tira elas dessa categoria, porque elas são a mente do agente secreto.

Acima de tudo, personagens inteligentes e sedutoras, que envolvem o agente secreto e permanecem há anos em uma trama, sem perder o destaque. Algumas sem tanta importância na história, outras cruciais para o desenvolvimento da trama e conclusão das missões, mas todas inesquecíveis e baseadas em uma mulher, a inspiração para as Bond Girls criadas por Ian Fleming: Muriel Wright.

Bond Girls - Parte 1 | Como surgiram as musas de 007? Por que elas seguem um "padrão"?
Quem é essa mulher?

Segundo ele: uma mulher dócil e pouco exigente, bonita mas inocente, vivendo ao ar livre, fisicamente forte, implicitamente vulnerável sem reclamar e, em seguida, tragicamente morta, antes ou pouco depois de seu casamento.

O que poderia explicar todo o olhar torto da sociedade para as Bond girls, é a história dos dois:

Wright tinha 26 anos quando ela e Fleming se conheceram, em 1935. Uma piloto, esquiadora e jogadora de polo talentosa, era também modelo e independente financeiramente. Ela era devotada a Fleming, apesar das infidelidades constantes do escritor, até morrer durante um ataque aéreo em 1944, na Segunda Guerra Mundial. Devastado, Fleming sempre dizia que Wright era “muito boa para ser verdade”.

Repetindo: piloto, esquiadora, jogadora de Polo, independente financeiramente em 1935. Consegue notar o segundo lado?

O escritor então criou as Bond Girls, personagens boas e cruciais na história, que morrem de amor pelo agente secreto, apesar de sua fama de garanhão. Mas acima de tudo, ele homenageou a mulher que amava, que foi e ainda é a inspiração das personagens, que acima de serem bonitas, são inteligentes, possuem talentos excepcionais e são muito independentes.

Essa foi a primeira parte de um especial sobre as Bond Girls, não poderia deixar de citar meu pensamento e a verdade sobre a origem delas, neste primeiro momento. Menos ainda ignorar o machismo que existe no cinema e na sociedade, mas é impossível ignorar também que mulheres poderosas no cinema em uma época de opressão, deram um motivo para as outras deixarem de se martirizar por gostarem do que gostam e serem como são. Ao meu ver, o machismo de 007 está nos padrões, e não no fato delas fazerem o que querem e serem independentes.

Sem as Bond Girls, James Bond talvez não fosse um agente secreto tão aclamado e 007 não teria “descoberto” algumas das melhores musas do cinema. A realidade é que uma mulher tem o direito de ser o que ela quiser, no cinema ou na vida real, e essas mulheres conquistaram um espaço no coração do agente secreto e do público. Mulheres fortes e muitas vezes ousadas.

Não deixe de conferir a segunda parte desse “Especial Bond Girls”, de comentar o que você pensa sobre elas, e qual sua Bond Girl favorita.

Até a segunda parte Legião, e aprendam a olhar a sétima arte de outra forma, quem sabe assim o mundo fica melhor.

Veja também: Bond Girls – Parte 2 | Musas de 007 nos anos 60

Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

Serial killer não praticante, produtora audiovisual de formação e redatora por vocação. Falo sério mas tô brincando no twitter @exulianemanda nudes: [email protected]

Comentários
Advertisement
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.

    Parceiros:

  • xvideos
  • Videos Porno
  • Xvídeos
  • filmes online
  • Ah Negão
  • xnxx
  • Acompanhantes BH
  • Acompanhantes Belo Horizonte
  • Videos Porno
  • X videos
  • Xvideos Porno
  • Porno Nacional
  • Pornô
  • acompanhantes sp
  • x videos
  • Mr Pornô
  • Xvideo
  • acompanhantes em sp
  • Acompanhantes Campinas
  • xvideos brasil
  • Relatos e Contos Eróticos
  • Filmes Pornô
  • Xvideos Brasileiro
  • ACOMPANHANTES SAO PAULO
  • acompanhantes são paulo
  • Acompanhantes ES

Proibido Ler - Since 2009 - Copyright © 2018 Jawn Theme.

Connect
Assine nossa newsletter e receba os conteúdos mais quentes da cultura pop.