in

Gotham | Criador da série esclarece introdução do “Coringa”

Após algumas polêmicas acerca da introdução do “Capuz Vermelho“, a primeira identidade do “Coringa” em Gotham, o produtor Bruno Heller, resolveu se pronunciar sobre o personagem em entrevista dada ao E!Online. Segundo Bruno, o vilão que conhecemos pode demorar de sete a oito anos para aflorar.

“Posso dizer que isso é um longo plano e uma longa história que nós estamos contando. É o início da história de como o Coringa veio a existir, de onde veio e quem ele é. Mas isso não significa necessariamente que Cameron Monaghan seja o Coringa. Ele pode ser. Mas, como eu disse, essa é uma história que começa uns sete ou oito anos antes do verdadeiro Coringa aparecer na jogada, em sua persona completa”, explicou.

Heller ainda prometeu que “Jerome” (Cameron Monaghan) não se trata de uma pegadinha e também não é um personagem que vai desaparecer da noite para o dia. Ou seja, você fã de Gotham e do Universo Batman, que estava cheio de dúvidas quanto a introdução e desenvolvimento do personagem pode ficar mais tranquilo depois dessas declarações.

gotham-criador-esclarece-introducao-do-coringa-na-serie2

Por mais que pareça que o “showrunner” da série esteja meio ansioso em apresentar todos os vilões, eu acredito que ele terá o máximo de cuidado ao mexer com o vespeiro que é o “Coringa”.

Gotham vai ao às segundas-feira pela Fox americana e no Brasil é exibida no mesmo dia às 22h30, porém com 2 episódios de atraso em relação ao canal pago americano, pela Warner.

Veja também: Gotham | Danny Devito elogia ator que faz “Pinguim”

E aí, curtiu?

Escrito por Bruno Fonseca

Jornalista, apaixonado por quadrinhos, filmes, séries e retrogames. Espero que você alcance o sétimo sentido em todos os âmbitos da vida.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

Samuel L. Jackson bota lenha na fogueira e diz que os filmes da Marvel estão melhores que os da DC

Demolidor | Série terá diretores de “Hannibal” e “Mad Man”