The Whispers

Review do episódio 1×01 – “X Marks the Spot”

The Whispers, ou ao menos sua premissa, é baseada no conto de Ray Bradbury, “Zero Hour”, onde acompanhamos o ponto de vista de pais desavisados que percebem aos poucos que suas crianças facilitaram uma invasão alienígena. Entretanto, se você assistir a série esperando a história de Bradbury, vai se desapontar.

Estamos falando aqui de um seriado, por isso, a linguagem usada deve ser diferente.

The Whispers | Review do episódio 1x01 - "X Marks the Spot"

O primeiro episódio começa já dando o tom creepy que The Whispers deve seguir por toda a temporada, com uma garotinha conversando com seu amigo imaginário, Drill. Ela então, com ferramentas que não deviam estar ao alcance de crianças, constrói uma armadilha em sua casa na árvore – ordens de Drill. Sua mãe é levada até a armadilha e acaba sendo vítima. Assim começa nossa história.

Lily Rabe, conhecida por seus papeis na antologia American Horror Story, é Claire Bennigan, uma agente do FBI especializada em crianças, que fica encarregada de investigar o caso descrito acima. Ela percebe que outro caso parecido – com um amigo imaginário chamado Drill e um filho tentando matar a mãe – aconteceu recentemente. Claire perdeu o marido de forma misteriosa e ainda está aprendendo a lidar com sua morte, ao mesmo tempo que precisa cuidar de seu filho surdo, Henry, que também está conversando com Drill.

The Whispers | Review do episódio 1x01 - "X Marks the Spot"

Apesar da série ter sido criada por Soo Hugh, The Whispers é praticamente uma catarse Spielbergiana. É um E.T que encontra Poltergeist que encontra Contatos Imediatos do Terceiro Grau. Em Poltergeist  aprendemos que, quando uma criança fala que está ouvindo vozes, e essas vozes dão ordens, o resultado não é bom. Luzes piscando, músicas tétricas e presenças possivelmente maléficas? Todos adoramos. No fim das contas faz sentido, já que Steven Spielberg é produtor executivo da série.

The Whispers | Review do episódio 1x01 - "X Marks the Spot"

No decorrer do episódio as conexões entre os personagens são expostas e algumas questões curiosas são levantadas. O que é aquela estrutura elétrica no meio do deserto? Quem é o homem tatuado, personagem de Milo Ventimiglia? Por que ele parece estar em todas as ocorrências de Drill? Por que apenas as crianças são capazes de ouvir os sussurros?

The Whispers | Review do episódio 1x01 - "X Marks the Spot"

As atuações infantis estão no padrão comum, e convencem. As atuações dos adultos estão no ponto certo, principalmente Lily Rabe que passa emoções muito fortes e está com o coração na série.

O tom da série segue mais a linha suspense do que terror, o que remete muito a Contatos Imediatos do Terceiro Grau. O mistério e o suspense no ar são o bastante para manter o espectador interessado, enquanto as crianças são quem realmente ganham as cenas tétricas.

The Whispers | Review do episódio 1x01 - "X Marks the Spot"

O ar de Spielberg em todo o episódio piloto faz com que minhas expectativas sejam altas quanto a série. O trailer chama atenção, mas assistir o piloto é o que faz querer continuar. Não é um episódio que transforma a vida das pessoas que assistem, mas é convincente e interessante, com uma trama que intriga o espectador. Se Soo Hugh souber desenvolver, pode ter um tesouro em mãos. Não tem muita coisa que eu possa falar sem jogar alguns spoilers, então vocês vão ter que confiar em mim nessa empreitada.

Assista o trailer:

Sinopse oficial: Centenas de crianças em Washington DC começam a falar sobre seu novo amigo imaginário, Drill. O que os pais não sabem é que Drill não é tão imaginário assim, e é capaz de induzir as crianças a entrar num jogo perigoso com consequências bastante reais. Uma força sem igual está manipulando os mais inocentes membros da sociedade e enquanto as crianças, sem saber, ajudam esse inimigo desconhecido, o relógio aperta nessa corrida de suspense para salvar a humanidade.

The Whispers | Review do episódio 1x01 - "X Marks the Spot"


Gostou? Tem mais:


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.