O Iluminado | Overlook, o hotel mais assombrado da história

6 meses atrás ( 20/12/2016 )

Estranhamente, este não é um livro que entra em um top 5 livros do Stephen King, mas mesmo assim é interessante com seus diversos temas. Jack Torrance é um ex-professor de inglês, que acaba de perder o emprego por ter agredido um aluno. Com problemas de alcoolismo, Jack procura recuperar a confiança de sua mulher, Wendy, e seu tão adorado filho, Danny, um garoto que não é comum, mas que possui poderes estranhos – que o denomina como um Iluminado. Sendo assim, Jack aceita um trabalho para ser zelador no Hotel Overlook, este que é localizado nas montanhas do Colorado, levando a sua família para que a relação deles retorne. Porém, o Overlook não é um simples hotel, mas é uma entidade com sede de sangue que tentará de tudo para conseguir o que deseja, independente dos meios que precisar usar.

doctor-sleep-banner

Escrito pelo mestre da escrita, Stephen King, O Iluminado foi o seu primeiro best-seller, sendo adaptado para o cinema pelas mãos do incrível Stanley Kubrick – que conseguiu criar um dos maiores ícones do terror da história do cinema. Porém, o livro também possui uma adaptação para televisão que é considerada muito mais fiel ao livro do que o próprio filme de Kubrick.

O Iluminado é um dos livros que fortalecem o apelido de King como o “rei do terror”, pois ele é sim um livro de terror, denso, mas que fica muito aquém se comparado com outras obras do autor. Escrito bem no começo de sua carreira, O Iluminado é apenas o terceiro livro de King, e isso é evidente no momento em que estamos lendo.

Aqui, King consegue transformar um hotel mal-assombrado com, basicamente, apenas 3 personagens, em um livro de 463 páginas. Porém, nem todas essas páginas fazem jus à viagem infernal que é o hotel Overlook. De certa forma, o autor faz com que o livro se torne um pouco prolixo em certas partes, se tornando cansativo e muitas vezes repetitivo. Com certeza, O Iluminado é um livro de momentos, mas em boa parte dele, a leitura vai tomar o seu tempo, desenvolvendo toda uma história, uma loucura e até mesmo vícios. Este é um livro que aborda muito mais do que apenas um hotel mal-assombrado, é um livro sobre relacionamentos familiares, alcoolismo, vícios e uma abordagem da loucura de um homem.

Capa O Iluminado_SUMA_Nova.inddPorém, muito destes momentos em que o livro “toma seu tempo”, são prolixos e repetitivos, mas em compensação, aqueles em que realmente são momentos de extrema importância e de acontecimentos frenéticos, fazem com que seus olhos percorram as páginas de forma tão rápida que quase não notamos.

Para que esse livro desse certo, King tinha de criar personagens da forma mais crível possível, coisa que ele faz, mas acaba caminhando fortemente na linha de divisão entre o “se importar” e o “não se importar” com seus personagens. Jack Torrance é de longe o melhor personagem do livro. Toda a abordagem que King dá para ele, seu vício brilhantemente construído, suas mágoas, fantasmas do passado, pesares da família e a sua loucura desenvolvida no decorrer do livro, é simplesmente incrível e faz com que torçamos pelo personagem até sua última aparição. Wendy é muito boa também, assim como Danny, porém justamente a “enrolação” do livro faz com que, às vezes, a nossa empatia por eles acabe escapando pelos dedos. Mas, provavelmente, o maior personagem do livro todo é justamente o próprio hotel Overlook – um lugar tão presente e participativo ameaçadoramente assustador – que nos faz sentir horrorizados com certas atitudes.

O Iluminado é um livro muito decente. Sua história é intrigante e igualmente envolvente. Seus personagens cativam, uns mais do que outros, mas fazem com que a história funcione. Porém, tem pontos negativos, pontos que caminham muito em cima de, em certos momentos, fazer com que ele se torne um livro pior. Mas a escrita de King flui, controlando seus males, e fazendo com que a nossa estadia no Overlook, por mais que seja lenta e desenvolvida conforme seu tempo, seja marcante. E para quem tiver a curiosidade, o livro e o filme são muito diferentes, portanto são duas obras excelentes em cada formato. Vale a pena ver e ler.

Se você se interessou pela leitura por adquirir um exemplar diretamente através deste LINK.


© 2017 Proibido Ler | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro & Baruch Vitorino