A Dama Dourada (2015)

Uma história baseada em fatos reais com atuação surpreendente de Ryan Reynolds

Podem passar várias décadas e não será o bastante para apresentar novas visões e histórias cujo pano de fundo é a Segunda Guerra Mundial. O holocausto judeu enraizou muitas delas, porém dificilmente nós saberemos tudo que aconteceu neste período da história mundial.

A Dama Dourada, filme dirigido por Simon Curtis, é mais um desses projetos que tem como objetivo contar uma história baseada em fatos reais com o pano de fundo citado acima. Estrelado por Helen Mirren, Ryan Reynolds, Daniel Bruhl e Katie Holmes, o longa conta a história de Maria Altmann (Helen Mirren), uma senhora muito bem humorada que viveu os horrores da guerra.

Altmann é sobrevivente do holocausto e vive nos Estados Unidos desde que saiu da Áustria em busca de exílio. Após refazer toda a sua vida no país americano, Maria Altmann busca ajuda de um jovem e pouco experiente advogado, que por sorte ou coincidência é neto de um grande compositor austríaco, Randol Schoenberg (Ryan Reynolds) para tentar recuperar uma obra de arte muito famosa, pertencente à sua família, que está em seu país de origem. Se trata do Retrato de Adele Bloch-Bauer I, assinado pelo pintor austríaco Gustav Klimt, mais conhecido por “The Lady in Gold”.

a-dama-dourada-uma-historia-baseada-em-fatos-reais-com-uma-atuacao-surpreendente-de-ryan-reynolds4

Esta bela obra de arte pertence foi roubada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, quando enviaram os pais da protagonista para os campos de concentração e se apossaram de seus bens. O plot principal mostra a luta de Maria Altmann e Randol Schoenberg contra o governo austríaco para recuperar os bens que foram roubados de sua família, e que na época em que o filme se passa, mais precisamente nos anos 80, ainda estavam em exposição num museu da Áustria.

A Dama Dourada é um filme muito bem editado, dirigido e roteirizado. Trata-se de uma trama limpa, mesmo falando de um assunto tão complexo e histórico. Os argumentos costuram bem as cenas e deixam o espectador elucidado sobre tudo que está diante dos seus olhos. Ao longo do filme, o espectador é transportado de forma natural à trama e passa a torcer pelo veredito  a favor de Maria e Randol.

a-dama-dourada-uma-historia-baseada-em-fatos-reais-com-uma-atuacao-surpreendente-de-ryan-reynolds3

A fotografia é ótima tanto nas cenas de época quanto nas mais atuais. Acredito que seja mais difícil transportar para tela uma Califórnia dos anos 80 regado aos tons pasteis, do que trazer para as telonas os tons do holocausto, tão mostrado nos últimos anos.

A direção do cineasta britânico Simon Curtis dispensa comentários, mas está em Ryan Reynolds e em Helen Mirren o grande trunfo deste filme. Helen fez uma preparação audaciosa para interpretar essa personagem proveniente de uma história real. Ela buscou trazer o olhar, as feições e todas as referências reais da mulher por trás da personagem para a sua interpretação em A Dama Dourada. O ponto alto está no humor característico da personagem e na química com Reynolds.

a-dama-dourada-uma-historia-baseada-em-fatos-reais-com-uma-atuacao-surpreendente-de-ryan-reynolds2

Este, por sua vez, está bem diferente do que estamos acostumados a ver. Existem filmes que podem manchar a carreira de um ator por um longo tempo e isso aconteceu com Reynolds, principalmente depois de interpretar o herói Lanterna Verdes. Não vou dizer que Reynolds está irreconhecível, mas digo que ele está infinitamente melhor em relação a todos os longas já realizados até então. A sua entrega, dedicação e a seriedade do personagem trouxeram uma visão totalmente diferente ao trabalho do ator.

a-dama-dourada-uma-historia-baseada-em-fatos-reais-com-uma-atuacao-surpreendente-de-ryan-reynolds

Os pontos negativos ficam por conta da inexpressiva atuação de Katie Holmes. Ela praticamente foi anulada do longa. Outro ponto estranho é o personagem de Daniel Bruhl, pois apesar de uma atuação satisfatória, é inserido na trama sem muita explicação e permanece nela sendo um mistério. Suas motivações pouco convencionais não convencem e o personagem sai da história da mesma forma estranha que entrou.

A Dama Dourada é um filme que vai prendendo aos poucos e surpreende por não ser mais uma história baseada em fatos reais contada para fazer você ficar indignado com as atrocidades causadas pelos nazistas. Este longa mostra uma outra visão daquilo que foi um dos piores momentos históricos, não só para os judeus, mas para o mundo. Com muito bom humor e uma química impressionante entre os protagonistas, A Dama Dourada é um filme que merece a sua atenção – principalmente se você é do tipo que gosta de um bom drama.

A Dama Dourada estreia em 13 de agosto de 2015.


Gostou? Tem mais:


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.