HQ do Dia

Atômica: A Cidade Mais Fria

Publicada no ano de 2012 sob a autoria de Antony Johnston e ilustração de Sam Hart, Atômica: A Cidade Mais Fria é uma graphic novel que traz uma das melhores histórias de espionagens já vistas. O ritmo é tenso e a trama é recheada de reviravoltas. É importante ressaltar esta graphic novel serviu como base para a adaptação do filme ATÔMICA (2017),  estrelado por Charlize Theron, direção de David Leitch e  roteiro de Kurt Johnstad.

A trama de Atômica: A Cidade Mais Fria começa na Berlim de 1989. O muro que dividiu a Alemanha está prestes a cair, feito uma peça de dominó que acabará derrubando também a União Soviética e a impenetrável Cortina de Ferro. Ante ao iminente fim da Guerra Fria, o assassinato de um agente secreto inglês do MI6 com informações inestimáveis, deixa claro que os dois lados ainda possuem muito o que esconder. E é nesse momento que a veterana espiã fria e calculista Lorraine Broughton, desembarca na cidade alemã numa busca inquietante atrás das informações perdidas.

A obra de Antony Johnston traz uma trama “pé no chão” e com uma espionagem dinâmica, especialmente por se alocar na dividida Berlim de 1989 – quero dizer, não temos nada mais do que resoluções de problemas acontecendo na base da astúcia e violência. Mas mais do que isso, a narrativa perfeitamente executada por Johnston nos apresenta a uma trama bem estruturada, de ritmo alternado e com detalhes interessantes e suficientes para prender a atenção do leitor.

Com a assinatura de Sam Hart, a arte de Atômica: A Cidade Mais Fria casa muito bem com a proposta trama. Com artes legitimamente em preto e branco que reforçam uma identidade única e de flerte com os elementos noir, a graphic novel evidencia uma bela conversação entre roteiro e arte ilustrativa. Não deixando de mencionar que as ilustrações são bem trabalhadas e diagramação dos quadros nas páginas da obra é formidável.

Particularmente, eu assisti ATÔMICA (2017) antes mesmo de ter lido Atômica: A Cidade Mais Fria. E visivelmente ambas as obras possuem ótimos contrastes, mas que ainda sim, felizmente conseguem satisfazer seus públicos. De todo modo, Atômica: A Cidade Mais Fria possui uma execução incrível, com pontos interessantes que proporcionam uma leitura agradável.

Se você ficou interessado, Atômica: A Cidade Mais Fria está à venda nas melhores livrarias, por um excelente preço, e você pode ajudar o Proibido Ler comprando seu exemplar AQUI.


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2018 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.