HQ do dia

Archer e Armstrong #18

A guerra civil do Secto (os milenares e confusos antagonistas de Archer & Armstrong) acabou e quem saiu ganhando foi o jovem Obadiah Archer que agora lidera quase todas as facções da sociedade secreta ancestral. E é lógico que uma dessas muitas facções não está nem um pouco satisfeita com isso. AA-018-COVER-LAROSA-653f4

Começa aqui o arco chamado “Missão: Improvável” (Mission: Improbable no original), um crossover em quatro partes com o título Bloodshot também da editora Valiant. Na trama o projeto Rising Spirit, umas das facções do antigo Secto, contrata o assassino meta-humano Bloodshot para dar cabo dos dois protagonistas do título. E é isso. Essa é a premissa. Se você não conseguir entender isso você provavelmente é uma folha de alface.

Fred Van Lente continua o mesmo. Desde o início da série temos um equilíbrio muito legal aqui entre comédia, história antiga, ação e uma dose de poesia clássica. E este início de arco não é nada diferente. Se você já estava curtindo Archer & Armstrong antes e queria ler mais fique tranquilo. O material continua muito bem escrito, bem leve, cheio de ação e tem cenas muito engraçadas aqui. A sacanagem feita com os maçons na cena da iniciação de Archer é ouro puro. Os diálogos são bem objetivos e com 2 páginas de leitura você que é um novo leitor já está totalmente familiarizado com a trama.

A arte melhorou E MUITO em relação ao final do arco anterior. Nunca tinha ouvido falar de Pere Perez, mas o cara destrói nesta edição. O design de personagens é impecável, as cenas de ação com Bloodshot são muito bem feitas e as tomadas em toda a revista são cinematográficas. Arte clássica de HQ de ação de alto nível.

Em Archer e Armstrong 18 Fred Van Lente e Pere Perez dão uma aula de como se fazer quadrinhos divertidos. Isso aqui é um belo de um convite para novos leitores a entrarem no mundo das sociedades secretas, história antiga e bebedeiras da dupla mais improvável do Universo Valiant. A premissa simples e o roteiro direto ao ponto fazem desta edição um ótimo ponto de partida. A arte é excelente e os diálogos leves sintetizam bem o que este título representa no contexto da Valiant atualmente: Diversão garantida.

A editora HQM já vem publicando todo o material da nova safra da Valiant nos títulos X-0 Manowar Universo Valiant no Brasil e você não tem desculpa pra não correr para uma banca ou comic shop e mergulhar no universo de quadrinhos mais consistente, bem feito e coeso da atualidade.

LEIA MINHA ÚLTIMA RESENHA: HQ do Dia | Batman #35


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.