A Série Divergente: Convergente

Revelado o motivo do fracasso do terceiro filme

Qualquer fã de “A Série Divergente” tem a minima noção de que o terceiro filme “Convergente” não esteve a altura de seus antecessores. Nós deixamos isso bem claro também na resenha de A Série Divergente: Convergente, fato é que o filme não foi bem de crítica e muito menos de público. O terceiro longa da franquia arrecadou US$66 milhões nos EUA e US$170 milhões ao redor do mundo, diferente dos US$297 milhões e US$288 milhões do primeiro e do segundo filme respectivamente.

Para explicar o que houve com Convergente, o CEO da Lionsgate, Jon Feitheimer veio a publico e disse o seguinte:

“Talvez nós tenhamos apressado demais o terceiro longa, em vez de tomar nosso tempo com ele. Nós queríamos lançá-lo na data certa”

Bom, o que dá para tirar dessa declaração é que acharam que a agenda do mercado cinematográfico americano e mundial, foi mais importante que pensar no produto final, ou seja, o próprio filme. Eles “corrigiram” o problema de não dividir o último filme em duas partes, mas pecaram em achar que o problema poderia ser resolvido pensando em estratégia de lançamento e não em qualidade de produto.

a-serie-divergente-convergente-revelado-o-motivo-do-fracasso-do-terceiro-filme

O quarto filme da franquia “A Série Divergente: Ascendente” chega em junho de 2017 com a promessa de um empenho maior por parte da Lionsgate em entregar um ótimo filme.


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.